Cinco sufragistas afro-americanas que você precisa conhecer:

Mary Ann Shadd Cary (1823-1893)

foto2
(Foto: Imagem retirada do site As mina na História)

Mary Ann Shadd Cary nasceu em 1823. Seus pais ensinaram-lhe muito sobre lutar pela igualdade. Muitas vezes, forneciam sua casa como abrigo para escravos fugitivos. Cary mudou-se para o Canadá com a passagem da lei do escravo fugitivo, em 1850, onde fundou um jornal anti-escravidão. Depois de ficar viúva durante a Guerra Civil, Cary se mudou para Washington, DC, onde lecionou em escolas públicas e lecionou em todo o país sobre os direitos das mulheres e do movimento de sufrágio feminino. Estudou Direito na Universidade Howard e se formou em 1883, sendo uma das primeiras advogadas negras no país.

Frances Ellen Watkins Harper (1825-1911)

foto3
(Foto: Imagem retirada do site As mina na História)

Frances Ellen foi uma abolicionista e um líder do sufrágio das mulheres. Ela foi uma das poucas mulheres afro-americanas presentes em conferências e reuniões sobre estas questões entre 1854 e 1890. Harper também foi uma conhecida autora cujas poesias e ensaios falavam de escravidão, gênero e discriminação racial. Seus escritos e palestras fizeram de Harper uma das primeiras grandes vozes da poesia de protesto dos afro-americanos.

Mary Church Terrell (1863-1954)

foto4
(Foto: Imagem retirada do site As mina na História)

Marry Church Terrell foi uma das primeira mulher afro-americanas a ganhar um diploma universitário, em Oberlin College. Depois de se mudar para Washington, DC, Terrell se envolveu no movimento pelos direitos das mulheres. Ela concentrou grande parte de seus esforços na obtenção do voto das mulheres, dando palestras sobre o assunto. Em 1896, ela e outros ativistas fundaram a Associação Nacional de Mulheres Coloridas e Terrell foi a primeira presidenta da associação. Após a aprovação da Décima Nona Emenda, Terrell voltou sua atenção para os direitos civis e ajudou a desagregar os restaurantes em Washington, DC.

Nannie Helen Burroughs (1879-1961)

foto1
(Foto: Imagem retirada do site As mina na História)

Educadora afro-americana, líder da igreja e apoiadora do sufrágio, Nannie Helen dedicou sua vida a capacitar mulheres negras. Burroughs ajudou fundar a “Associação Nacional De Mulheres Coloridas” em 1896, e fundou a “Escola Nacional de Treinamento para Mulheres e Meninas” em Washington, CC em 1909. Escreveu muitos artigos para os principais jornais americanos africanos e revistas. Usava esses artigos para atacar as injustiças sofridas pelos afro-americanos e incentivar os leitores a assumir a responsabilidade de mudar as condições.

Daisy Elizabeth Adams Lampkin (1884-1965)

foto6
(Foto: Imagem retirada do site As mina na História)

Daisy Elizabeth dedicou sua vida a apoiar as mulheres e os direitos civis. Lampkin começou a hospedar reuniões locais de suffragettes em sua casa, perto de Pittsburgh, e organizar mulheres afro-americanas para se engajar em grupos, em 1912. Grande parte de seus esforços centrou-se na organização de grupos de mulheres e sua liderança lhe rendeu o cargo de presidente da “Lucy Stone Woman Suffrage League”, em 1915. Mais tarde, ela também atuou como secretária de campo e fundraiser para a NAACP.

*Escrito por Alison K., especialista em conteúdo digital, Museu Nacional Smithsoniano de História Americana Africano e Cultura.

Traduzido de: http://nmaahc.tumblr.com/post/70901835372/five-you-should-know-african-american-suffragists

Foto em destaque: Reprodução/ As Mina na História

+ sobre o tema

A dança mais branca da América Latina era negra

O tango, ritmo característico da Argentina, tem sua origem...

Mário Sérgio, vocalista do grupo Fundo de Quintal morreu hoje no Rio de Janeiro

Morreu na manhã deste domingo (29) Mário Sérgio, vocalista...

Rihanna confirma gravidez do primeiro filho com o namorado A$AP Rocky

Agora sim! Após diversos rumores negados de que estaria grávida, Rihanna confirmou...

Adoção de bebê negro por Sandra Bullock gera polêmica nos EUA

A adoção de um bebê por Sandra Bullock e...

para lembrar

Nelson Sargento lança CD em série de shows apresentados em sinergia com a Ocupação Cartola

Enviado para o Portal Geledes Compositor da velha guarda da...

Pesquisador encontra fotos raras de Machado de Assis

Claudio Soares fez descoberta durante processo de escrita do...

Serena e Venus podem fazer final de Wimbledon

LONDRES - Campeãs de nove das últimas 11...

Roda de capoeira torna-se Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

18.nov.2014 - Grupos de capoeira se apresentam para usuários...
spot_imgspot_img

O atleta negro brasileiro que enfrentou o nazismo nas Olimpíadas de 1936

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, em uma Europa cada vez mais temerosa com a agenda política de forças alinhadas...

Festival literário propõe amor e diversidade como antídotos ao extremismo

O Festival Literário Internacional de Paracatu - Fliparacatu - vai colocar no centro do debate o amor, a literatura e a diversidade como pilares...

Festival Negritudes celebra a diversidade e a representatividade nas telas

A quarta edição do Festival Negritudes Globo aconteceu nesta quinta-feira (18), no Centro Histórico de Salvador. Foi a primeira vez que a cidade sediou...
-+=