Cineasta africano Idrissa Ouedraogo morre aos 64 anos

Idrissa Ouedraogo teve reconheciemento internacaional

Do Correio Braziliense

Idrissa Ouedraogo era considerado o maior cineasta de Burkina Faso (foto: AFP / Bertrand GUAY)

Nascido em Burkina Faso, o cineasta Idrissa Ouedraogo morreu aos 64 anos. Ele foi um dos grandes nomes do cinema africano e ficou conhecido internacionalmente.

A morte foi uma consequência de uma doença contraída por ele, segundo foi afirmado pela União de Cineastas de Burkina Faso.

Tamanha era a sua importância no país que o próprio presidente de Burkina Faso, Roch Marc Christian Kabore, divulgou um comunicado, no qual enviava condolências à família do cieneasta e à comunidade cinematrografica. “A África perde um dos seus melhores embaixadores no domínio da cultura “, diz a mensagem.

Sobre a carreira de Idrissa Ouedraogo

Idrissa Ouedraogo estudou na universidade pariense Sorbonne e lá se graduou no Instituto de Altos Estudos Cinematográficos. Porém, antes mesmo do conhecimento acadêmico, o cieneasta já havia lançado o primeiro curta-metragem Poko (1981), que foi considerado o melhor da categoria no Festival Panafricano de Cinema e de Televisão de Uagadugu, a maior premiação do continente africano.

 

O primeiro longa-metragem de Idrissa Ouedraogo, Yam daabo (A escolha) foi lançado em 1987. Em 1990, recebeu o Grande Prêmio do Júri em Cannes, por Tilai (1990). O drama se passa no período pré-colonial africano e mostra o retorno de Saga (Rasmané Ouedraogo) ao vilarejo em que cresceu. Ao chegar lá descobre que seu pai está casado com o amor de sua vida Nogma (Ina Cissé), porém o jovem ainda está apaixonado por ela e ela por ele.

 

Não foi só o cinema que esteve presente na vida de Idrissa Ouedraogo. Ele se aventurou no teatro com a peça A tragédia do rei Christophe. Além disso, foi criador da Associação de Autores, Realizadores e Produtores Africanos de Cinema.

+ sobre o tema

Aparecida Petrowky adota visual ‘black power’

A atriz Aparecida Petrowky mudou o corte das madeixas...

Morre Little Richard, um dos fundadores do rock, aos 87 anos

Little Richard, um dos pioneiros do rock, morreu aos...

Morre estrela da ópera Jessye Norman, aos 74 anos

A soprano americana Jessye Norman, vencedora de quatro prêmios...

para lembrar

Arlindo Cruz passa mal no Rio e é hospitalizado: ‘Estável’, diz filho

O cantor Arlindo Cruz passou mal na tarde desta...

Livro aborda racismo, cotas e ações afirmativas

Obra do jornalista e cartunista Maurício Pestana será lançada...

A beleza dos habitantes da ilha de Ano-Bom (fotos)

Em pesquisa sobre o idioma crioulo Fá d'Ambô, o brasileiro,...
spot_imgspot_img

O atleta negro brasileiro que enfrentou o nazismo nas Olimpíadas de 1936

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, em uma Europa cada vez mais temerosa com a agenda política de forças alinhadas...

Exposição e seminário em São Paulo celebram legado de Nelson Mandela

No dia 18 de julho é celebrado o Dia Internacional Nelson Mandela, data estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em reconhecimento à contribuição...

Ícone da percussão, Naná Vasconcelos ganha mostra no Itaú Cultural

O Itaú Cultural, localizado na avenida Paulista, em São Paulo, abre nesta quarta-feira (17) a Ocupação Naná Vasconcelos, em homenagem ao músico pernambucano falecido em 2016. A mostra é...
-+=