Geledés

Combate ao racismo: Assembleia vai conceder Mérito Farroupilha ao técnico Roger Machado

Por unanimidade, os parlamentares que integram a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa aprovaram, nesta terça-feira (22), a proposição do deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) em conceder a Medalha do Mérito Farroupilha ao técnico de futebol do Bahia, Roger Machado Marques. O Mérito Farroupilha é a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho, e cada parlamentar pode concedê-la apenas uma vez a cada legislatura. No caso de Roger, a homenagem, conforme Valdeci, visa valorizar e reconhecer o profissional, gaúcho de Porto Alegre, que tem trazido a público o tema do racismo e da discriminação.

Do Sul 21

Roger Machado (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

“Com essa homenagem, a Casa Legislativa tem a oportunidade de reafirmar sua posição inequívoca de combate a todas as formas de preconceito, intolerância e em defesa de uma cultura de paz”, avalia Valdeci, que também atua como coordenador da Frente Parlamentar contra o Racismo.

Ao defender a concessão da medalha a Roger, Valdeci lembrou ainda da recente entrevista coletiva concedida pelo treinador, e que repercutiu em todo o pais, em que ele afirmou que “a estrutura social brasileira sempre foi racista” e que “a bem da verdade, 10 milhões de indivíduos foram escravizados, mais de 25 gerações, e isso passou pelo Brasil Colônia, pelo Império e só mascarou na República. A gente precisa falar sobre isso. Precisamos sair da fase da negação (do racismo)”.

A data da entrega da medalha será definida em conjunto com a assessoria do técnico homenageado.

 

 

Leia Também:

Opinião: o racismo no Brasil é inegável, e personagens como Roger e Lucas Santos são primordiais na luta pela igualdade

Ronaldo Nazário debate o racismo: “Quem nega o racismo é racista”

A lucidez de Roger Machado, treinador do Bahia, ao expôr as raízes do racismo no futebol brasileiro.