Guest Post »

SPFW: Isaac Silva leva a passarela branco de guerra, representatividade e axé

Estilista baiano estreia na 48ª edição da semana de moda com o tema “Acredite no seu Axé”

Por Priscilla Geremias, da Marie Claire

Isaac Silva (Foto: Divugação)

O estilista Isaac Silva se considera um contador de histórias e vai contar mais delas em sua estreia na passarela da 48ª edição da São Paulo Fashion Week no dia 18 de outubro. Nascido em Barreiras, no sertão da Bahia, e há 10 anos em São Paulo com uma marca própria homônima há quatro anos, ele promete levar para a semana de moda um manifesto político e representatividade em seu casting de modelos com o tema “Acredite no seu Axé”.

“A SPFW é um grande alicerce de visibilidade. Sempre foi um sonho estar no evento e vou levar o mesmo que já fazia na Casa de Criadores”, diz Isaac. O estilista desejou “fazer roupa” desde criança, quando brincava na casa da sua vizinha, Morena – hoje aos 86 anos- a via transformando tecido em peças e, o menino que adorava ver as roupas sendo construídas, fez de cada apresentação nas edições de 2016, 2017, 2018 e 2019 na Casa dos Criadores um dos maiores frisson do evento e espera ser um “frescor” na SPFW.

“Por mais que alguns acreditem que o evento esteja ‘desgastado’, acredito que será um respiro fazer parte disso, vai ser bom para mim e para a SPFW, vai dar um frescor”, afirma Isaac. O comentário do estilista faz referência a última edição do evento, no qual o modelo Tales Costa, de 26 anos, sofreu parada cardíaca e respiratória e morreu na passarela.

Isaac Silva (Foto: Divugação)

“A coleção que vou apresentar não é tão alegre e efusiva, porque q gente não está nesse momento, quero fazer um desfile político. Todos os looks são brancos, mas não remete ao branco da paz, é um branco de guerra e uma resposta ao atual governo”, explica o estilista que também acredita que terá “maior respeito do mercado da moda” estando na SPFW

“Esse desfile será uma resposta governo que vai contra pessoas negras, gordas e LGBTQIA+. Não podemos mais aceitar medidas que vão contra essas pessoas e uma violência gratuita. A minha maneira de refletir sobre isso é na moda”, explica.

A passarela de Isaac conta com um casting fora do padrão dos desfiles em semanas de moda. “Pode esperar representativa com mulheres gordas e mulheres negras, como Preta Rara, Carmelita Mendes e Samira Carvalho. Conto com o apoio da Periferia Inventando Moda e a agência HDA para a seleção de modelos negras que ficam de fora desses eventos. Além disso, a trilha sonora fica por conta da nova música baiana”, diz o estilista.

Além disso, o desfile também terá como reflexão a intolerância as religiões de matrizes africanas. “O uso das roupas brancas também é uma maneira de apontar a perseguição as religiões afro-brasileiras. As pessoas que não conhecem e tem preconceito vão perceber que a religião exalta a natureza”, diz.

O tema “Acredite no seu Axé” é uma união de todas essas pautas em que o estilista quer colocar em foco. “Neste momento de crise, precisamos acreditar em nós mesmos. No que queremos ser e fazer”, diz. “Este evento é um espaço e elitista e branca. Vou reparar se as pessoas estão preparadas para a pluralidade. Sei que vou apresentar uma coleção bonita e até emocionante para alguns, mas quero a receptividade de todos presentes no evento.”

Além dos novos rostos na passarela, Isaac leva aos bastidores nomes como o dos stylists Fernando e Maurício, que participam pela primeira vez de uma SPFW e do maquiador Ziel Moura, que assina pela primeira vez a beleza do evento.

Related posts