Criança não é brinquedo de adulto

A Convenção sobre os Direitos da Criança adotou a doutrina da proteção integral para dar prioridade absoluta para a criança e o adolescente, aos quais são assegurados todos os direitos e garantias fundamentais do adulto e outros especiais, provenientes de sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento. O artigo 3º da referida Convenção estabelece que as decisões públicas relacionadas com a criança devem ser tomadas atendendo ao interesse superior da criança. A proteção integral se justifica em razão de serem pessoas incapazes, dada a sua condição temporária, de, por si só, não estarem aptos a fazer valer seus direitos.

Por Siro Darlan, do Jornal do Brasil 

Foto: @ ARTSY SOLOMON/Nappy 

Todas as garantias previstas na Constituição e nas leis visam minimizar os abusos praticados historicamente contra seres humanos em condições especiais enquanto seres em desenvolvimento físico, mental e psicológico, garantindo assim a isonomia material e um mínimo aceitável de condições de desenvolvimento, de forma a viabilizar o atingimento da idade adulta com um mínimo de dignidade.

Contudo, a realidade demonstra estar distantes das normas internacionais e nacionais sobre essa temática, já que em inúmeras regiões brasileiras são identificadas ainda a prostituição, o tráfico de crianças e adolescentes, a pornografia e o turismo sexual, sobretudo as praias do Nordeste, Porto de Manaus e rodovias federais.

A Câmara dos Vereadores do Rio, por iniciativa do Vereador Leonel Brizola Neto promoveu um Debate Público no DIA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES (18 de maio) com importantes segmentos da sociedade, envolvendo vários agentes do Sistema de Garanti de Direitos. O ponto culminante do encontro foi o lançamento pelo Ministério Público do Rio de Janeiro da Cartilha de orientação aos agentes de segurança, Policiais Militares, Civis e Guarda Municipal, contendo informações úteis para que todos, além dos agentes de segurança atuem como agentes de proteção á infância e à juventude.

Louvável e digna de reconhecimento esse esforço do parque fluminense para dotar a sociedade de mais um instrumento poderoso de orientação e identificação da situação de exploração sexual e o fluxo de providências iniciais a serem adotadas em casos de ameaça ou violação do corpo de inocentes criaturas em desenvolvimento.

A cartilha está sendo distribuída pelos próprios promotores que estão indo pessoalmente a todos os quartéis, delegacias e postos da Guarda Municipal não apenas para uma distribuição, mas ministrando palestras de orientação para transformar todos os agentes de segurança em agentes de proteção integral á infância e à juventude.

Essa louvável ação deve contagiar todos os cidadãos que podem denunciar os abusos através do Dique 100, promovendo o monitoramento da efetiva apuração das denúncias, além das ações estratégicas e operacionais tendentes à criação de protocolo de realização de perícias psíquicas forenses, buscando evitar a revitimização da criança e do adolescente vitimas de violência sexual.

* desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e Coordenador Rio da Associação Juízes para a Democracia.

+ sobre o tema

Somos todos macacos, por Emir Sader

Depois da enésima vez que jogaram bananas contra jogadores...

Os tanques de água da Chapada do Arapari expressam um escárnio

Sempre que ouço falar sobre lugares secos, falta de...

Prefeito de cidade mineira proíbe funk e rap no carnaval

Decisão foi tomada com apoio da Polícia Militar e...

Nós não aceitamos a família que vocês estão impondo, deputados!

Com uma salva de palmas e gritos de "viva...

para lembrar

Fala de Sheherazade pode custar meio milhão ao SBT

Ministério Público Federal iniciou uma ação civil pública em...

De: Papa Francisco / Para: Rachel Sheherazade – por : Kiko Nogueira

  Rachel Sheherazade continua firme em sua cavalgada para cavar...

CASO UNIBAN: Delegacia da Mulher ouve estudantes que protegeram aluna humilhada na Uniban

Fonte: G1 Elas são testemunhas no inquérito criminal...
spot_imgspot_img

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...

É a pré-campanha eleitoral

A compulsão eleitoral moveu o prefeito do Rio de Janeiro a tornar pública, em rede social, o plano de internar compulsoriamente “usuários de drogas”...

Crise climática aprofunda desigualdades, avaliam ativistas negros

“O tipo de vida de um sujeito moderno, branco, reflexo da colonização, empurra o mundo para a emergência climática”. A declaração do codiretor-executivo do...
-+=