Debora Bloch: “Não sei se minha filha sabia que fiz aborto”.

Debora Bloch resolveu se posicionar sobre… aborto. Recentemente, ela revelou ter feito um na juventude. Fomos conversar com a atriz sobre o assunto na festa da novela “Sete Vidas”, essa quinta-feira no Iate Clube do Rio. “Acho uma loucura a gente estar em 2015, com uma presidente mulher, e o aborto ainda não ter sido legalizado. Uma hipocrisia. Muitas meninas morrendo por causa disso e a gente fingindo que não vê. Lógico que ninguém é a favor do aborto, e sim a favor de legalizar algo que já é feito. A Dilma já deveria ter resolvido isso.”

Do Glamurama 

* Perguntamos para Debora se sua filha, Julia, que hoje está com a idade que ela tinha na época em que interrompeu uma gravidez, já sabia dessa passagem da vida da mãe. Mas uma coisa é vir a público com seu exemplo por um bem maior, para conscientizar as pessoas sobre uma questão na qual acredita. Outra bem diferente é trazer o assunto delicado para a esfera familiar.

E Debora não escondeu seu desconforto. “Não sei se a Julia já sabia do aborto, e minha filha não está em discussão aqui”, disse, encerrando o assunto, abalada.

* Glamurama também perguntou se ela enxerga a possibilidade de ter outro filho agora, um adotivo talvez. É que sua personagem na trama engravida já na maturidade, depois de se dedicar anos só à carreira.

E a irmã de Debora na vida real também passou por essa experiência. “Não penso nisso porque já tenho meus filhos e, quando engravidei deles, já tinha a minha carreira, vida profissional estabilizada, estava a fim daquilo, não estava dividida. Então a maternidade não é mais uma questão pra mim. Ser avó eu pretendo. Não agora porque a Julia ainda é nova, está cedo.” (por Michelle Licory)

+ sobre o tema

Sarney e Maia destacaram a presença de uma mulher na Mesa diretora

A cerimônia que deu início aos trabalhos legislativos da...

Justiça de MT autoriza aborto de feto anencéfalo em Lucas do Rio Verde

"Obrigar uma mulher a manter durante nove meses a...

Gênero nos espaços públicos e privados

O estudo "Mulheres brasileiras e gênero nos espaços públicos...

Thorning-Schmidt é nomeada primeira-ministra da Dinamarca

A líder dos social-democratas dinamarqueses, Helle Thorning-Schmidt, foi oficialmente...

para lembrar

Retrocessos da agenda de gênero na educação serão discutidos em Seminário de sociedade civil

Com o objetivo de discutir estratégias que contribuam para...

Especialização em Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos: inscrições até 17/12

Estão abertas, até 17 de dezembro, as inscrições para...

Britânica é suspensa do trabalho por se recusar a usar salto alto e gera debate sobre sexismo

Uma recepcionista de Londres foi suspensa do trabalho depois...

Como a gravidez da mulher de um agente preso por 16 anos nos EUA está comovendo Cuba

A gravidez da esposa de Gerardo Hernández, agente cubano...
spot_imgspot_img

Saúde: 307 crianças ianomâmis desnutridas foram resgatadas em 2023

Ao longo do ano de 2023, 307 crianças ianomâmis diagnosticadas com desnutrição grave ou moderada foram resgatadas e recuperadas, segundo o Ministério da Saúde. Há quase...

Anvisa cancela registro de mais de 1,2 mil pomadas de modelar cabelos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou nesta sexta-feira (29) os registros de 1.266 pomadas sem enxágue, ceras e sprays para modelar, trançar ou...

É a pré-campanha eleitoral

A compulsão eleitoral moveu o prefeito do Rio de Janeiro a tornar pública, em rede social, o plano de internar compulsoriamente “usuários de drogas”...
-+=