Guest Post »

Diáspora Conecta convoca realizadores afrodescendentes do nordeste para cursos e laboratório de desenvolvimento de projetos cinematográficos

Diáspora Conecta é uma plataforma que articula ações de inovação e criatividade, promovendo atividades de experimentação, capacitação e reflexão em torno da produção artística afrodiaspórica. O projeto, que tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e conta com a parceria do Sebrae, da Aliança Francesa Salvador, da A Firma e do Cine Theatro Cachoeirano, da Prefeitura Municipal de Cachoeira, visa propiciar um espaço de encontro entre realizadores, produtores, agentes do mercado e o público em geral.

no Aldeia Nagô

Diáspora Lab / Divulgação

Até o dia 31 de agosto estão abertas as inscrições para o Diáspora Lab, que vai selecionar seis projetos de longa-metragem em fase de desenvolvimento de realizadores negros/as da região Nordeste do Brasil, sendo 03 (três) de ficção e 03 (três) de documentário. A proposta do laboratório é que os projetos selecionados participem de atividades de consultoria com profissionais de destaque no cenário audiovisual brasileiro durante cinco dias, de 22 a 26 de outubro, na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. Consulte o regulamento no site.

As atividades da plataforma serão realizadas ao longo dos meses de agosto, setembro e outubro de 2018, em Salvador e Cachoeira, e abrigará um Laboratório de Desenvolvimento para projetos audiovisuais, o Diáspora Lab; cursos intensivos de capacitação e imersões em criatividade e inovação, a Escola Diáspora; e uma série de seminários com artistas, pensadores e profissionais da cadeia criativa, o Encontros da Diáspora. Em breve a programação completa dos cursos e palestras estará disponível no site.

FRANCINE BARBOSA

Roteirista e professora de roteiro. Trabalhou como roteirista no desenvolvimento do longa metragem “A Cidade Aqui Dentro”, das séries de televisão “A Revolta dos Malês”, “36 Horas” e “Existe Amor em SP/Estranho Casal”, e foi vencedora do kikito de melhor roteiro de curta metragem no Festival de Gramado pelo roteiro do curta metragem “A Navalha do Avô”. Como professora ministrou cursos e oficinas na Biblioteca São Paulo, Academia Internacional de Cinema, Oficinas Tela Brasil e Programa VAI, entre outros. Participou das comissões de seleção do laboratório de desenvolvimento de projetos latino americanos Brlab, do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, do ProAC-SP e dos projetos de audiovisual da Secretaria de Cultura do Estado de Goiás. É parecerista de diversas linhas do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA desde 2015.

DIÁSPORA CONECTA

O objetivo principal da plataforma Diáspora Conecta é criar um ambiente de conexão que integre artistas e profissionais negras e negros do audiovisual da Bahia com agentes do mercado nacional e internacional por meio de atividades de criação, capacitação e pesquisa.

Segundo Emerson Dindo, idealizador da Diáspora Conecta, “a plataforma se inscreve como espaço de encontro e capacitação sobre os novos processos de criação e suas estratégias de diálogo e inserção no mercado, a fim de ampliar as possibilidades de atuação dos/as realizadores/as negros brasileiros”.

As ações da plataforma podem contribuir para facilitar os meios para o livre acesso às fontes da cultura e o pleno exercício dos direitos culturais, além de incentivar a formação artística e cultural de realizadores afrodiaspóricos a fim de que haja maior paridade de gênero e, sobretudo, de raça no audiovisual brasileiro.

Para Leandro Santos Rodrigues, um dos idealizadores da Diáspora Conecta, “buscamos democratizar o acesso ao debate e à reflexão sobre o atual cenário de produção e difusão do audiovisual brasileiro, propiciando o intercâmbio cultural de diferentes profissionais do setor.

Atividades da Diáspora Conecta:

DIÁSPORA LAB – programa imersivo de desenvolvimento de projetos de longa-metragem de ficção e documentário para realizadores/as negros/as brasileiros, cujo objetivo principal é fortalecer as propostas narrativas e as estratégias da produção de projetos em fase de desenvolvimento. Seis projetos serão selecionados e seus respectivos diretores e produtores participarão de atividades de capacitação e consultoria durante cinco dias com destacados profissionais do audiovisual brasileiro.

ESCOLA DIÁSPORA – programa multidisciplinar de cursos intensivos voltados especialmente para a capacitação de profissionais afrodescendentes, cujo objetivo principal é contribuir para o desenvolvimento e produção de narrativas inovadoras.

ENCONTROS DA DIÁSPORA – uma série de seminários com artistas, pensadores e profissionais da cadeia criativa cujo objetivo principal é refletir sobre os processos de criação a partir de uma perspectiva afrodiaspórica.

 

SERVIÇO

CURSO – Escrita Cinematográfica da Escola Diáspora

PROFESSORA – Francine Barbosa

INSCRIÇÕES – Até 21 de agosto – Resultado da seleção dia 25 de agosto.

PERÍODO DO CURSO – 29/08 a 01/09

HORÁRIO – Quarta a Sexta 18h30 às 21h30 – Sábado 09h30 às 12h30 / 14h às 17h

LOCAL – Aliança Francesa Salvador

PÚBLICO-ALVO – Voltado especialmente para realizadores/as, escritores/as e estudantes afrodescendentes.

INVESTIMENTO – Gratuito

VAGAS – 20 (10 vagas para mulheres)

LABORATÓRIO  – Diáspora Lab

INSCRIÇÕES – Até 31 de Agosto – Resultado da seleção até 10 de Outubro

PERÍODO DO CURSO –  22 a 26/10

HORÁRIO – 09h30 às 12h30 e de 14h00 às 17h00

LOCAL – Cachoeira – BA

PÚBLICO-ALVO – Voltado especialmente para realizadores/as afrodescendentes

INVESTIMENTO – Gratuito

VAGAS – 6 projetos de longa-metragem em fase de desenvolvimento, sendo 03 (três) de ficção e 03 (três) de documentário.

Related posts