Sadé, Disney anuncia filme com sua primeira princesa africana

O estúdio fará a adaptação de Sadé, tendo assim a primeira princesa legitimamente africana

no Trecobox

Disney

A Disney terá sua primeira princesa africana, baseada em um conto de fadas, nas telas. O estúdio anunciou ter adquirido os direitos para transformar a história de Sadé em um filme live-action. O longa será baseado no trabalho original de Ola Shokunbi e Lindsey Reed Palmer.

Rick Famuyiwa – Disney

Shokunbi e Palmer, inclusive, irão co-escrever o roteiro. A produção ficará por conta de Rick Famuyiwa, enquanto a produção executiva ficará a cargo de Scott Falconer. Nenhum diretor foi nomeado até o momento.

Sadé irá marcar o primeiro conto de fadas original da Disney liderado por uma personagem feminina africana. Não está claro se esse filme será desenvolvido para lançamento nos cinemas ou para o próximo serviço de streaming da Disney.

A história gira em torno de uma jovem garota africana chamada Sadé, que quando vê seu reino ser ameaçado por uma misteriosa força maligna, aceita seus recém-descobertos poderes guerreiros mágicos para proteger a si mesma e seu povo. Com a ajuda de um príncipe, Sadé embarca numa aventura que lhe permitirá abraçar o que a torna especial e salvar seu reino.

Como anunciado, o filme será em live-action, ou seja, com atores reais, o que decepcionou alguns fãs, que esperavam por uma animação no estilo dos clássicos musicais do estúdio, como A Pequena Sereia e Frozen.  Ainda não houve anúncio de nenhum nome no elenco.

Importante lembrar que essa não será a primeira princesa negra do estúdio. Esse título cabe à Tiana, da animação A Princesa e o Sapo, lançada em 2009. Além disso, Tiana é afro-americana, ou seja, americana descendente de africanos. Portanto, Sadé marcará a primeira vez que veremos uma princesa negra em carne e osso e africana nativa.

Sadé ainda não possui data de lançamento.

+ sobre o tema

UA recompensa cientistas africanos

A União Africana (UA) identificou cinco cientistas africanos para...

Mugabe critica Mandela por ter sido suave para com os brancos

O Presidente Zimbabweano, Robert Mugabe, criticou o antigo Presidente...

Veja a programação do Encontro Afro-Atlântico de Museus

Por: João Varella Gratuito, evento debate arte e cultura...

Em Curitiba, marcha se posiciona contra intolerância religiosa e racismo

Manifestantes sofrem, durante evento, caso de ameaça racista. Autor...

para lembrar

A beleza negra de Odara

“Deixa eu dançar pro meu corpo ficar odara”, canta...

Alex Melo, ator negro brasileiro, protagoniza filme na Alemanha

Munique/Alemanha - Depois de protagonizar peça teatral e Filme...

A única rua do mundo com dois prêmios Nobel da Paz

É a Vilazaki Street, no famoso bairro negro de...

Clementina. De uma voz do povo emerge o canto ancestral

Surgida a partir de um TCC, biografia conta a...
spot_imgspot_img

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...
-+=