Dona Ivone Lara

Yvonne Lara da Costa, (Rio de Janeiro, 13 de abril de 1922) é uma cantora e compositora brasileira.Filha de família pobre, passou a infância em um internato e estudou música com Lucila Guimarães, primeira esposa de Villa-Lobos, tendo cantado sob a regência do maestro.

Mais tarde aprendeu a tocar cavaquinho e nos anos 40 mudou-se para a Mangueira, onde conheceu outros sambistas e freqüentou rodas de samba. No final da década juntou-se à escola de samba Império Serrano, para que compôs alguns sambas-enredos, como “Não Me Perguntes” (com Fuleiro) e “Os Cinco Bailes da Corte ou Os Cinco Bailes da História do Rio” (com Silas de Oliveira e Bacalhau).

Participou das rodas de samba do Teatro Opinião nos anos 60, vindo a gravar o primeiro disco apenas em 1978, quando se aposentou do ofício de enfermeira (trabalhou com Nise de Silveira no tratamento de doentes mentais).

Nesse mesmo ano foi gravado por Gal Costa e Maria Bethânia seu maior sucesso, “Sonho Meu”, em parceria com Délcio Carvalho. A música foi premiada como a melhor do ano de 1978. Motivo pelo qual foi convidada a gravar seu primeiro LP em 1979 pela Odeon, “Samba, Minha Verdade, Minha Raíz” e, no ano seguinte, “Sorriso e Criança”.

Transferiu-se para Warner e lá registrou “Sorriso Negro”, no qual gravou “Tendência” (com Délcio Carvalho) e “Serra dos Meus Sonhos Dourados”.

Em 85, gravou na Som Livre o LP “Ivone Lara” com “Se o Caminho é Meu”. Outros intérpretes que tiveram êxito com composições da sambista foram Clara Nunes e Roberto Ribeiro (“Alvorecer”), o trio Maria Bethânia, Ceatano Veloso e Gilberto Gil (“Alguém Me Avisou”), Paulinho da Viola (“Mas Quem Disse que Eu Te Esqueço”, com Hermínio Bello de Carvalho) e Beth Carvalho (“Força da Imaginação”, com Caetano Veloso). Gravou até o ano 2000, somente estes cinco LPs e um CD, “Bodas de Ouro”, com diversas participações.

Dona Ivone é madrinha da ala dos compositores da Império Serrano e desfila todo ano na ala das baianas. Seu repertório é composto na maioria de sambas românticos, dolentes ou de inspiração em suas raízes africanas.

Discografia

* 1970 – Sambão 70
* 1972 – Quem samba fica?
* 1974 – Samba minha verdade, minha raiz
* 1979 – Sorriso de criança
* 1980 – Serra dos meus sonhos dourados
* 1981 – Sorriso negro
* 1982 – Alegria minha gente
* 1985 – Ivone Lara
* 1986 – Arte do encontro (com Jovelina Pérola Negra)
* 1998 – Bodas de ouro
* 1999 – Um natal de samba (com Délcio Carvalho)
* 2001 – Nasci para sonhar e cantar
* 2004 – Sempre a cantar (com Toque de Prima)

+ sobre o tema

Ismael Ivo, diretor do Balé da Cidade, sofre dois AVCs

Diretor do Balé da Cidade, Ismael Ivo sofreu dois...

Chica da Silva – O musical

Indicado aos prêmios Shell (Melhor Atriz para Vilma Mello)...

A última geração de africanos escarificados

Por IdeaFixa Na Costa do Marfim, mais precisamente...

para lembrar

Documentos mostram que governo dos EUA monitorou Mandela até 2008

Milhares de páginas de documentos da inteligência dos Estados...

IMS Convida para conversar, com Alan Costa e Erica Malunguinho

Na segunda-feira (7 de junho), às 18h, acontece o...
spot_imgspot_img

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do falecimento da Shirley Villela, nossa companheira e amiga, tecedora da Redes da Maré, de 2013...

Gilberto Gil é homenageado na Uerj por contribuições culturais ao país

Cantor, compositor, escritor, produtor musical, imortal da Academia Brasileira de Letras, ex-ministro da Cultura. Dono de vários talentos e posições, Gilberto Gil ganhou nesta...

Grávida, Iza conta que pretende ter filha via parto normal: ‘Vai acontecer na hora dela’

Iza tem experienciado e aproveitado todas as emoções como mamãe de primeira viagem. No segundo trimestre da gestação de Nala, fruto da relação com Yuri Lima, a...
-+=