Estudante é premiada em evento literário internacional com narrativa contra o racismo: ‘Ocupando espaços’

Enviado por / FonteDo G1

Jéssika de Oliveira Souza, aluna do curso de Letras da Uesb, campus de Jequié, usou escrita de mulher, negra, mãe e nordestina para descontruir estruturas enraizadas, como o racismo.

A escritora Jéssika de Oliveira Souza, aluna do curso de Letras da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), campus de Jequié, cidade do sudoeste da Bahia, foi premiada pela Academia Internacional de Literatura Brasileira (AILB) de Nova York.

A estudante ficou entre as cinco melhores na categoria Antologia, com a obra “Elas e as Letras: Insubmissão Ancestral”. A premiação foi divulgada na Live Especial Destaque Literário Focus Brasil NY 2021, realizada no dia 14 de agosto.

A antologia reúne 63 escritoras do Brasil e de Portugal e é composta por poemas, poesias, contos e textos de lutas, luto, amor, resistência e vitórias. Jéssika contribuiu com poemas e contos.

O projeto “Elas e as Letras: Insubmissão Ancestral” foi organizado pelas escritoras Aldirene Máximo e Julie Veiga e homenageia Conceição Evaristo, Carolina de Jesus e Geni Guimarães, grandes nomes da literatura brasileira.

Para Jéssika Souza, a escrita foi a ferramenta que encontrou para poder descontruir algumas estruturas enraizadas, como por exemplo, o racismo.

“É maravilhoso essa desconstrução. Através da minha escrita de mulher, negra, mãe e nordestina, tenho conseguido. É bom saber que estou sendo lida, ocupando espaços que foram negados historicamente a mulheres como eu”, disse a estudante.

“Agradeço a oportunidade e o benefício que foi fazer parte deste projeto lindo com mulheres maravilhosas no Elas e as Letras”, ressaltou.

A Academia Internacional de Literatura Brasileira e a Focus Brasil são entidades sem fins lucrativos que reúnem, gratuitamente, escritores e acadêmicos com livros publicados.

Para o Prêmio, são escolhidos as cinco melhores obras em oito categorias: Ensino & Pesquisa, Antologia, Crônicas & Contos, Auto ajuda, Biografias, Infanto juvenil, Poesia e Romance. O objetivo é reunir, valorizar e incentivar a leitura e escrita de autores da literatura brasileira de vários países.

Outras premiações

A estudante já foi premiada em outros momentos e tem textos publicados em outras obras, como “Antologia: Conte-me um conto” e a coletânea “Mães que escrevem”.

Atualmente, Jéssika Souza é bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e atua, ainda, como voluntária do projeto de extensão “Papo Lírico”. Para o futuro, a escritora aposta, agora, na escrita de um romance.

+ sobre o tema

Veto Já! Contra o golpe em nossos corpos e direitos

Contra o retrocesso, o racismo, a violência e Pelo...

“Fui modelo na Europa, fiz sucesso no Brasil e hoje vivo em Buenos Aires”

"Nasci no ano em que a grande cantora Angela...

estilista baiana, Mônica Anjos, apresenta sua nova coleção em São Paulo

Bazar VIP será promovido, neste sábado dia 9, para...

para lembrar

A filosofia pode ensinar o que o Google não pode

Livre tradução e adaptação do texto publicado no jornal...

Impedida de entrar em loja, delegada negra faz denúncia de racismo

A delegada Ana Paula Barroso foi impedida de entrar...

Estudantes criam museu virtual com história de mulheres notáveis

Volte no tempo e recorde os tempos de ensino...
spot_imgspot_img

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar atos de racismo registrados durante uma partida de futsal entre alunos de duas...

Estudo mostra que escolas com mais alunos negros têm piores estruturas

As escolas públicas de educação básica com alunos majoritariamente negros têm piores infraestruturas de ensino comparadas a unidades educacionais com maioria de estudantes brancos....

Gibi, 85 anos: a história da revista de nome racista que se transformou em sinônimo de HQ no Brasil

Um dicionário de português brasileiro hoje certamente trará a definição de gibi como “nome dado às revistas em quadrinhos” — ou algo parecido com isso....
-+=