Estudantes africanos criam Campanha para mostrar diversidade da África: “não somos um país”

Campanha traz estudantes segurando bandeiras de países do continente africano

Um grupo de estudantes africanos que vive nos Estados Unidos lançou uma campanha em fotos em uma tentativa de dissipar equívocos e preconceitos sobre o continente em que nasceram. Chamada de The Real Africa: Fight the Stereotype (A Verdadeira África: Combata o Estereótipo, em tradução livre), a campanha no Facebook busca destruir estereótipos e mostrar que o continente africano não é uma entidade homogênea, mas um território diversificado com mais de 50 países. As informações são da CNN.

A campanha mostra imagens dos membros da Associação de Estudantes Africanos de Ithaca College, em Nova York, segurando com orgulho bandeiras de diversos países africanos. Em cada fotografia, os alunos mostram uma mensagem simples para refutar os comentários ignorantes e ofensivos que costumam ouvir.

“O que nós queríamos fazer era abraçar as bandeiras individuais dos países da África”, afiimou Rita Bunatal, chefe de relações públicas da organização. “Nós queríamos mostrar a beleza e o poder da bandeira. Também queríamos quebrar um dos maiores equívocos sobre o continente, o de que a África é um país.”

A campanha traz mensagens como “eu não falo ‘africano’, porque ‘africano’ não é uma língua” e “a África não é uma selva com animais selvagens”.

Cada uma das imagens mostra uma mensagem para refutar comentários ofensivos que os estudantes costumam ouvir. "Os africanos não são todos parecidos" é uma delas
Cada uma das imagens mostra uma mensagem para refutar comentários ofensivos que os estudantes costumam ouvir. “Os africanos não são todos parecidos” é uma delas
"A África não é uma selva cheia de animais selvagens", diz outra imagem
“A África não é uma selva cheia de animais selvagens”, diz outra imagem
"Os líderes africanos não são todos ditadores, e demoracracia não é nova para África", diz a mensagem, relembrando líderes como Nelson Mandela e Kwame Nkrumah
“Os líderes africanos não são todos ditadores, e demoracracia não é nova para África”, diz a mensagem, relembrando líderes como Nelson Mandela e Kwame Nkrumah
"África não é definida pela pobreza", diz a mensagem da estudante
“África não é definida pela pobreza”, diz a mensagem da estudante
"Eu não falo 'africano', porque 'africano' não é uma língua", diz o texto, que lembra que estima-se que o continente tenha mais de 2 mil idiomas
“Eu não falo ‘africano’, porque ‘africano’ não é uma língua”, diz o texto, que lembra que estima-se que o continente tenha mais de 2 mil idiomas
"África não é um país", diz a mensagem. "A África é um continente formado por 56 países
“África não é um país”, diz a mensagem. “A África é um continente formado por 56 países
"Nem todos os africanos são corredores velozes", diz a mensagem
“Nem todos os africanos são corredores velozes”, diz a mensagem

 

 

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Rihanna começa turnê brasileira neste sábado em São Paulo

Além do Rock in Rio, ela se apresenta em...

Kobe se despede com show e emoção em noite de virada incrível dos Lakers

A quarta-feira (13) foi histórica para o basquete. O...

Dana White confirma luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen

O que todos que acompanham MMA já imaginavam foi...

Elza Soares e Emicida

A carreira de Emicida teve início no começo dos...

para lembrar

Diversidade do povo brasileiro não está representada no cotidiano

Por: Mônica Francisco A negação de um fato pode ter...

“Diversidade não é negação a nada”, diz Chiwetel Ejiofor sobre Oscar 2016

Chiwetel Ejiofor, indicado a melhor ator no Oscar 2014...

Itaú Unibanco e Mais Diversidade lançam edital para incentivar projetos de valorização da diversidade LGBT+

Inscrições podem ser feitas até novembro por pessoas físicas...

Myriam Taylor quer “ocupar” a televisão portuguesa com diversidade

Um cigano “normalmente usa gel no cabelo”, é “vaidoso”...
spot_imgspot_img

Com 10 exibições que abordam a luta antirracista, Mostra do Cinema Negro tem sessões a partir de 4 de abril em Presidente Prudente

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) promove, entre os dias 4 de abril e 23 de maio, uma programação com dez filmes que celebram o cinema...

USP oferece mais de 4 mil vagas em cursos gratuitos para público 60+

O programa USP 60+ completa 30 anos de sua criação e está com as inscrições abertas para o primeiro semestre de 2024. A abertura de vagas se...

É preciso sair da superfície

Há no Brasil um movimento pró-inclusão de bolsistas negros em universidades e escolas particulares de alto padrão. Na esfera pública, semana passada foi sancionada lei que...
-+=