quarta-feira, outubro 5, 2022
InícioQuestões de GêneroViolência contra Mulher“Eu fui molestada dos meus seis aos nove anos”

“Eu fui molestada dos meus seis aos nove anos”

Em comovente depoimento, Camila lembra a violência sexual que sofreu e manifesta desejo de fugir. “É alguém próximo, que frequenta minha casa até hoje. Eu só quero juntar meu dinheiro e ir embora”

no SPressoSP

Parte do projeto “Fale com Estranhos”, o depoimento de Camila chama a atenção e ajuda a encorpar as estatísticas de violência sexual contra mulheres. A jovem, chorando, admite: “Eu fui molestada dos meus seis aos nove anos.”

Camila, que não diz de que cidade veio, quer ir embora de São Paulo, por conta da tragédia que a acometeu. Isso me atingi, só por morar aqui. É alguém próximo, e que freqüenta minha casa até hoje. Eu só quero juntar meu dinheiro e ir embora”.

O “Fale com Estranhos” é um canal no Youtube, que colhe o depoimento de diversas pessoas, que falam após uma pergunta comum: “quem é você?”. A jornalista Adriana Negueiros e o diretor de arte Daniel Motta são os criadores do projeto. Não há convidados pré-definidos, quem se interessa em gravar com a dupla o faz de forma espontânea, no local onde estiverem gravando. No caso de Camila, a gravação estava sendo feita na estação Luz do Metrô e da CPTM, região central de São Paulo.

“O depoimento de Camilla foi um dos mais tristes que ouvi neste um mês de Fale com Estranhos. Ela chorava de um modo contido, sem escândalo. Algumas perguntas faziam com que as lágrimas lhe invadissem os olhos e saltassem, grossas, uma após outra, e escorressem pelo pescoço e colo”, afirma Adriana Negueiros.

Os abusos sexuais deixaram sequelas, na vida de Camila. “Eu sempre fui uma pessoa muito tímida, muito fechada e não consigo fazer amizade com as pessoas. Eu tenho medo de todo mundo, eu tenho que perder esse medo de falar com as pessoas”. Ainda emocionada, a jovem pede: “que isso não aconteça com ninguém. Com ninguém, mesmo.”

Confira o depoimento de Camila:

Leia também: 

“Não me venha falar da malícia de toda mulher”

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench