quarta-feira, dezembro 7, 2022

Eu me levanto!

É  assim que m[email protected] de nós, do povo preto, caminhamos, diariamente, cotidianamente, apesar dos tropeços diários provocados pelo racismo.

Por Arísia Barros Do Cada Minuto

A americana Maya Angelou  poeta, cantora, dançarina, atriz, dramaturga ,compositora e ativista pela igualdade racial, trabalhou com Martin Luther King e Malcom X, nos fala muito com o poema abaixo:

 

Por Arísia Barros

 

Da favela, da humilhação imposta pela cor

Eu me levanto

De um passado enraizado na dor

Eu me levanto

Sou um oceano negro, profundo na fé,

Crescendo e expandindo-se como a maré.

Deixando para trás noites de terror e atrocidade

Eu me levanto

Em direção a um novo dia de intensa claridade

Eu me levanto

Trazendo comigo o dom de meus antepassados,

Eu carrego o sonho e a esperança do homem escravizado.

E assim, eu me levanto!

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench