Fórum Nacional de Reforma Urbana lança edital para iniciativas de apoio local nas periferias em parceria com a União Europeia

Com o objetivo de fortalecer o combate e prevenção à pandemia do novo coronavírus nas comunidades e periferias, o Fórum Nacional de Reforma Urbana, em parceria com a União Europeia, lança nesta quinta-feira (09/04) um edital para iniciativas locais de apoio nas periferias.  O COVID-19 chega com impactos devastadores para as populações pobres do país, que vivem em moradias precárias, muitas vezes compartilhando um único cômodo com diversas pessoas, impossibilitando o isolamento adequado. Estas comunidades contam com problemas de infraestrutura básica como saneamento e fornecimento de água encanada, o que também impede as famílias de lavarem as mãos com frequência ou higienizarem a casa. A falta de infraestrutura urbana também coloca há décadas estas populações em uma exposição muito elevada a outras doenças como dengue, pneumonia, tuberculose, difteria e leptospirose, se tornando, assim, extremamente vulneráveis aos impactos que o coronavírus traz à saúde.

Para além disso, sabemos que o quadro de quarentena do país leva a impactos diretos na renda destas famílias, deixando-as com necessidades básicas urgentes. A informalidade dos empregos, que não garantem remuneração caso a pessoa não vá para a rua trabalhar, atinge diretamente a capacidade das famílias pobres de se sustentarem e comprarem seus alimentos. Mesmo com medidas tomadas para garantia de uma renda básica emergencial por parte do Governo Federal, a demora na liberação do pagamento e a inacessibilidade do cadastro para uma parte da população torna fundamental o apoio e a ação de organizações, coletivos e movimentos da sociedade civil no atendimento às famílias das periferias.

Com abrangência nacional, o edital vai conceder apoios de até R$9.000,00 para 10 organizações da sociedade civil, para possibilitar a realização de ações no combate emergencial ao COVID-19. O processo recebe propostas de 09 de abril até 16 de abril de 2020. O resultado da seleção será divulgado no dia 20 de abril de 2020, e as entidades selecionadas devem executar as atividades no período de 23 de abril de 2020 a 31 de maio de 2020. As propostas contempladas podem incluir ações como compra de kits de emergência com material de limpeza e cesta básica; compra de material de higiene e proteção para as equipes na ponta; impressão de material informativo; contratação de carro de som ou anuncicleta para ações de conscientização; entre outros.

Envio de propostas: 09 de abril a 16 de abril de 2020.

Confira aqui o edital completo

Inscreva-se através do formulário virtual.

Inscreva-se através do formulário físico

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Hugo Chávez elogia Obama por pedir mundo sem bombas atômicas

Dirigente venezuelano classificou o discurso do colega americano no...

Ex-ministro Bresser Pereira diz que elite brasileira detesta pobre

Tucano e conservador ressalta que ricos nutrem ódio ao...

CNBB emite nota sobre situação dos povos indígenas Wajâpi, no Amapá

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acompanha atentamente os...

Universidade pode tirar negros da mira da bala, diz pesquisadora

Ser jovem e negro no Brasil é viver sob...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=