sexta-feira, dezembro 4, 2020

    Tag: #CoronaNasPeriferias

    Aglomerado da Serra — (Foto: Gabi Coelho/G1)

    ONG da maior favela mineira emprega 300 pessoas em plena pandemia 

    Kdu dos Anjos, 29, não tinha grandes pretensões quando fundou, em 2015, o centro cultural Lá da Favelinha no Aglomerado da Serra, maior favela do estado de Minas Gerais, na zona sul de Belo Horizonte. A ideia era simples: fazer uma biblioteca e promover oficinas de rap para a comunidade onde cresceu. Mas, logo no primeiro evento, preparado para receber 50 pessoas, apareceram duas mil. A potência com que a demanda reprimida da comunidade se expressou diante da iniciativa fez Kdu perceber a oportunidade de fazer algo maior ali. Hoje, a ONG, reconhecida internacionalmente, conta com 16 oficinas semanais (entre elas inglês, espanhol, teatro, artesanato, capoeira, balé e judô), uma marca de moda reciclável e sustentável (a Remexe, que tem até filial na Inglaterra); o evento de moda Favelinha Fashion Week; a batalha de passinho Disputa Nervosa; e o grupo de dançarinos Favelinha Dance. Com a pandemia, muitos planos foram ...

    Leia mais
    Associação dos moradores da Cachoeirinha e da Brasilândia, na zona Norte de São Paulo, distribuem cestas básicas e kits de higiene para ajudar a população durante a pandemia de coronavírus (Foto: Rubens Cavallari/ Folhapress)

    Potências que vêm da periferia precisam ocupar espaços de poder

    Na publicação "Equidade Racial: Desafios no Brasil Contemporâneo", do Instituto Ibirapitanga (disponível em seu site), Edson Cardoso, um intelectual do movimento negro, vem dizer que o debate público é fundamental para as transformações sociais e que, muitas vezes, todo um segmento é silenciado e excluído dele. Mais à frente, Cardoso fala sobre o acervo cultural e de civilização trazido por seres humanos livres que foram escravizados e que, no pós-abolição, foi considerado descartável. O quanto não estamos perdendo com isso? Quando não valorizamos a trajetória, a história e o aprendizado de pessoas que produziram possibilidade de prosseguir sem o Estado e assim sobreviver —que nessas sabedorias mora um tesouro. Por isso construo pré-vestibulares —para entrarmos na universidade— e por isso escrevo hoje sobre o protagonismo dos territórios nas ações sociais da pandemia. As orientações eram: lavem as mãos e fiquem em casa. Mas como fazer isso tendo que levar comida ...

    Leia mais
    Foto: CUFA

    A covid na favela e a emergência de uma outra agenda política. Entrevista especial com Preto Zezé

    Uma das marcas mais negativas do Brasil são as desigualdades, e diante da pandemia da covid-19 novas faces dessas desigualdades se manifestam. A doença entra no país pelas classes média e alta, mas é na periferia que morrem mais pessoas. Não obstante, a vida na favela definha diante do isolamento social que é necessário para frear o contágio. Sem nenhum apoio, o morador dessas zonas, que já vive com tão pouco, está entre os riscos da contaminação e a emergência de trazer comida para a mesa. “Estamos num mesmo mar, numa mesma tempestade, mas nem todo mundo está no mesmo barco. Alguns estão de jet ski, outros de lancha e muitos sequer com uma boia”, observa Preto Zezé, um dos articuladores da Central Única das Favelas, a Cufa. O grupo, que já vinha atuando nas periferias brasileiras, diante desse cenário de desespero teve de mudar o foco. “São situações emergenciais, ...

    Leia mais
    (Foto:© Marcello Casal/Agência Brasil Geral)

    30 mil famílias de favelas recebem botijões de gás em ação da CUFA; 900 só em Fortaleza

    A Central Única das Favelas (Cufa) concluiu nessa segunda-feira (11/5) mais uma importante missão de apoio a famílias que vivem em comunidades pobres do Brasil, onde está concentrada boa parte da população negra. Trinta mil botijões de gás de cozinha foram distribuídos a pessoas em situação de vulnerabilidade de 15 estados. Só em Fortaleza, 900 casas de 26 favelas foram beneficiadas com a ação, feita em parceria com uma empresa de exploração e distribuição de gás. Na capital cearense, 90% das mortes por coronavírus até agora foram de moradores de bairros com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), exatamente o critério utilizado pela Cufa para a distribuição dos botijões. A doação dos botijões de gás se soma a uma série de outros esforços da Cufa para garantir a subsistência de quem vive em situação de pobreza e está com a situação agravada por conta da pandemia do novo coronavírus. Antes ...

    Leia mais
    Agentes de saúde do Jardim Ângela, zona sul de São Paulo, utilizam as máscaras fabricadas pelo campanha Favela Maker (Divulgação/ Periferia Sustentável)

    “Enfermeiro chorou”: projeto faz protetor facial para agentes da periferia

    O Lab Periferia Sustentável, um laboratório de tecnologias sustentáveis, está apostando na fabricação e doação de máscaras do tipo face shield (protetor facial) para fortalecer o trabalho de agentes de saúde que atuam em bairros no distrito do Jardim Ângela, zona sul de São Paulo. Através da campanha "Favela Maker", pautada na mobilização de doadores de matéria-prima, a iniciativa já conseguiu produzir e doar mais de 350 máscaras para profissionais de saúde e líderes comunitários que estão na linha de frente do combate ao covid-19. No mirante da favela do Jardim Nakamura, na zona sul de São Paulo, o Instituto Favela da Paz mantém há mais de 20 anos um espaço sociocultural com diversos projetos que difundem novas culturas de educação, preservação do meio ambiente, produção musical, alimentação e novos paradigmas de relações humanas e produção de energia. Um dos projetos que cumpre esse objetivo é o Lab Periferia Sustentável, ...

    Leia mais
    Paraisópolis capacita socorristas para atuar em brigadas de emergência na comunidade — (Foto: Josi Martins/Arquivo pessoal)

    Paraisópolis capacita moradores em primeiros-socorros e cria 60 bases de emergência

    Em mais uma ação de combate à pandemia do coronavírus, Paraisópolis, uma das maiores favelas de São Paulo, capacitou 240 moradores para atuarem como socorristas em bases de emergência na comunidade. Serão 60 bases, 10 em cada microrregião do local: Centro, Grotão, Grotinho, Brejo, Prédios e Antonico. Os brigadistas estarão equipados com pranchas longas, kits de primeiros socorros, e Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s). A formatura dos socorristas acontece nesta quarta-feira (6), na Arena Palmerinha, em Paraisópolis. A iniciativa é uma parceria da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis, o G10 das Favelas, o Grupo Bombeiro Caetano (GBC) e a Associação Bombeiro Mirim Juvenil Voluntário (BMJV). Além dos novos socorristas, a União de Moradores irá contratar 12 bombeiros civis para atuar nas bases de emergência. Os recursos para a compra dos equipamentos e para manter os profissionais estão sendo levantados em uma campanha de financiamento coletivo na internet. ...

    Leia mais
    Paraisópolis Imagem: Lalo de Almeida

    Favela de São Paulo vira exemplo em ações contra o coronavírus

    A comunidade de Paraisópolis se organizou para tentar saber com rapidez quem tem sintomas da doença, quem precisa de ajuda e qual a situação na casa de cada família. No G1 Paraisópolis (Foto: Lalo de Almeida) Uma das maiores favelas de São Paulo virou exemplo em ações que podem conter o avanço do novo coronavírus. Paraisópolis tem a população de uma cidade no espaço de uma comunidade. São cerca de 100 mil pessoas espremidas em casas e barracos ligados por vielas. Tanta gente dividindo pouco espaço forma uma condição que facilita a disseminação do vírus. É difícil fazer isolamento social assim. Mas a comunidade se organizou para tentar saber com rapidez quem tem sintomas da doença, quem precisa de ajuda, qual a situação na casa de cada família que mora no local. A comunidade transformou 420 moradores em presidentes de rua. Cada um é responsável por ...

    Leia mais
    Divulgação

    Fórum Nacional de Reforma Urbana lança edital para iniciativas de apoio local nas periferias em parceria com a União Europeia

    Com o objetivo de fortalecer o combate e prevenção à pandemia do novo coronavírus nas comunidades e periferias, o Fórum Nacional de Reforma Urbana, em parceria com a União Europeia, lança nesta quinta-feira (09/04) um edital para iniciativas locais de apoio nas periferias.  O COVID-19 chega com impactos devastadores para as populações pobres do país, que vivem em moradias precárias, muitas vezes compartilhando um único cômodo com diversas pessoas, impossibilitando o isolamento adequado. Estas comunidades contam com problemas de infraestrutura básica como saneamento e fornecimento de água encanada, o que também impede as famílias de lavarem as mãos com frequência ou higienizarem a casa. A falta de infraestrutura urbana também coloca há décadas estas populações em uma exposição muito elevada a outras doenças como dengue, pneumonia, tuberculose, difteria e leptospirose, se tornando, assim, extremamente vulneráveis aos impactos que o coronavírus traz à saúde. Para além disso, sabemos que o quadro de quarentena do ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist