Gestores de promoção da igualdade racial discutem implementação do Sinapir

O tema será abordado através de videoconferência gerada hoje (26/02), a partir de Brasília para todos os estados. Participação será direciona a gestores de promoção da igualdade racial, responsáveis pela condução do processo de implementação do Sinapir nos estados e municípios

SEPPIR – Gestores municipais e estaduais de todo o país participam hoje (26/02), às 15h, de uma videoconferência sobre a implementação do Sistema de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir). A ministra Luiza Bairros (Igualdade Racial) fará a abertura da atividade, cuja geração acontece a partir do auditório do Ministério da Educação, em Brasília, neste link.

Promovida pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR-PR), a atividade tem como objetivo detalhar o processo de adesão dos entes federados ao Sinapir. A videoconferência visa também informar sobre chamadas públicas que serão lançadas para viabilizar o apoio da SEPPIR a propostas sobre a temática a serem apresentadas por Estados e Municípios.

A videoconferência é direcionada exclusivamente a gestores e gestoras de promoção da igualdade racial, responsáveis pela implementação do Sinapir em seus Estados e Municípios.

O Sinapir

Regulamentado pelo Decreto N° 8.136/2013, o Sinapir foi instituído pelo Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/2010), como forma de organização e articulação para a implementação do conjunto de políticas e serviços destinados a superar as desigualdades étnicas existentes no país. Ainda conforme o Estatuto, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios poderão participar do Sinapir mediante adesão. Ao poder público federal, cabe incentivar a sociedade civil e a iniciativa privada a participar do Sistema.

 

 

Fonte: Combate Racismo Ambiental

+ sobre o tema

Mulheres negras protagonizam só 7,4% dos comerciais

Segundo pesquisa, negros são raridade em propaganda do setor...

Justiça determina que GDF apresente estruturação da Secretaria da Mulher

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios...

Youtuber Gabi Oliveira revela estratégias para aliar militância e diversão na rede

Historicamente a comunicação sempre foi uma ferramenta capaz de...

para lembrar

Judiciário irá contribuir com o cumprimento da lei Maria da Penha

A Secretaria de Políticas para as Mulheres assinou esta...

Biden deve indicar a primeira mulher negra para a Suprema Corte

O anúncio de que o juiz progressista Stephen Breyer,...

Hoje acordei com vontade de gritar: SOU NEGRA!!! Eu sou a prova!

Hoje acordei com vontade de gritar: SOU NEGRA!!! por Mirian...

As vozes das mulheres torturadas na ditadura

Dois depoimentos dados na Comissão da Verdade paulista mostram...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=