Haitianos são atacados com tiros de chumbinho no Centro de São Paulo

Enviado por / FonteDo Jornal Do Brasil

Seis haitianos foram baleados com tiros de chumbinho no sábado (1º), na Rua do Glicério, no centro da capital paulista, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. As vítimas foram atingidas na altura do quadril e das pernas e não correm riscos, embora dois deles ainda estejam com as balas alojadas.

O padre Paulo Parisi, responsável pela Paróquia Nossa Senhora da Paz, que recebe os imigrantes na Rua do Glicério, informou que ainda não sabe se os atiradores agiram por xenofobia ou por vingança, já que um haitiano teria recuperado a bolsa de uma mulher que havia sido assaltada no Glicério e devolvido a ela. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) confirmou que há um boletim de ocorrência sobre o ataque registrado, mas não tinha mais informações sobre o caso.

haitiano003

 

Dois dos feridos devem passar por cirurgia nesta segunda-feira (10). Uma das vítimas, que foi atingida na virilha, já foi atendida, de acordo com Parisi.

De acordo com a nota da Secretaria de Direitos Humanos, o boletim de ocorrência registrado no 8º Distrito Policial informa que “um ocupante de um carro que passava no local teria gritado “haitiano!” e logo depois alvejado as vítimas”.

A Secretaria disse que “repudia o fato ocorrido” e ressalta o “compromisso desta gestão em combater toda e qualquer forma de violência e xenofobia na cidade”.

+ sobre o tema

Iniciativas combatem racismo durante a Copa do Mundo

Por:Ádamo Araujo Sepir vai às ruas para sensibilizar a população...

Presidente do STF nega pedido do DEM e mantém as cotas

Fonte: Afropress   Brasília - O presidente do...

Advogada acusa mecânico de racismo

Advogada acusa mecânico de racismo. Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul-...

Paraná abre concurso para contratar engenheiros

O governador Beto Richa autorizou a abertura de...

para lembrar

Em nome da equidade, mais desigualdades

Até agora, as reformas previdenciárias têm sido realizadas em...

Americanos atiram nozes em mulher negra durante convenção republicana

'É assim que alimentamos animais', disseram para a operadora...

Como a PM paulista tornou-se máquina de assassinar jovens

De repente, a força tarefa montada para apurar a...

Debatendo racismo na infância, vídeo com MC Sophia repercute nas redes sociais

“Quando eu era de uma escolinha a minha amiguinha...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=