A História do Racismo

 Como parte da comemoração do bicentenário da Lei de Abolição ao Tráfico de Escravos (1807), a BBC 4, dentro da chamada “Abolition Season”, exibiu uma série composta por três episódios, independentes entre si sobre a História do Racismo, abordando a história e os aspectos do racismo pelo mundo. Com a direção de Paul Tickell, Racismo: Uma História (“Racism: A History”) é formado dessas partes:

A Cor do Dinheiro, Impactos Fatais e Um Legado Selvagem.

A Cor do Dinheiro

O programa examina as atitudes de alguns dos grandes filósofos em relação às diferenças humanas, incluindo a abordagem das implicações dos dogmas do Velho Testamento acerca dos atributos das diferentes raças, especificamente “A Maldição de Cam”. Analisa a fracassada experiência democrática da Serra Leoa, a Revolução do Haiti, a primeira revolução escrava bem sucedida da história, demonstrando como ele passou da colônia mais rica das Américas ao país mais pobre do hemisfério norte. Este episódio trata, ainda que de forma superficial, da chamada “democracia racial” brasileira. Por fim, conclui-se que a força motriz por trás da exploração e escravização dos chamados “povos inferiores” foi a economia, e que a luta para apagar e cicatrizar os feitos e legados deixados pelo sistema escravocrata ainda continua.


 

Impactos Fatais

 Imperialismo, Racismo & Extermínio

É a mais superficial das diferenças humanas, tem apenas a profundidade da pele. No entanto, como construção ideológica, a ideia de raça impulsionou guerras, influenciou a política e definiu a economia mundial por mais de cinco séculos. O programa aborda as teorias raciais desenvolvidas na era vitoriana, a eugenia, o darwinismo social e o racismo científico, desenvolvendo a narrativa a partir da descoberta dos restos mortais encontrados no deserto da Namíbia pertencentes às primeiras vítimas do que ficaria conhecido como campo de concentração, 30 anos antes de o nazismo chegar ao poder na Alemanha. Tais teorias levaram ao desenvolvimento da eugenia e das políticas raciais nazistas. O documentário sustenta que os genocídios coloniais, o campo de morte da ilha de Shark, a destruição dos aborígenes tasmanianos e os 30 milhões de indianos vítimas da fome, foram apagados da história da Europa, e que a perda desta memória encoraja a crença de que a violência nazista foi uma aberração na história daquele continente. Mas que, assim como os ossos ressurgidos no deserto da Namíbia, esta história se recusa a ficar enterrada para sempre.


 

Um Legado Selvagem

  O programa aborda o cruel legado deixado pelo racismo ao longo dos séculos. Iniciando pelos EUA, berço da Ku Klux Klan, onde o pesquisador James Allen, possuidor de vasta coleção de material fotográfico e jornalístico sobre linchamentos, defende que há um movimento arquitetado para apagar a mácula racial da memória do país. A seguir, remonta à colonização belga do Congo, por Leopoldo II, onde os negros que não atingiam a quota diária de borracha tinham a mão direita decepada. O documentário trata ainda da problemática racial na África do Sul (Apartheid) e Grã-Bretanha, abordando a luta do Movimento pelos Direitos Civis nos EUA e a desconstituição do mito da existência de raças.

completo

BBC Four – Título Original: Racism: a History. Título Traduzido: Racismo: uma História. Gênero: Documentário. Duração: 58 min/parte. Ano: 2007. Direção: Paul Tickell.

 

+ sobre o tema

Afrobetizar a educação no Brasil

No morro do Cantagalo, no Rio de Janeiro, a...

“Black Panther” chega ao Smithsonian no outono..

Sucesso de bilheteira mundial, “Black Panther” conquista agora um...

Marighella Vive

Manifesto Marighella Vive No  dia 4 de novembro se completam...

para lembrar

Campeã absoluta, Mangueira exalta Brasil que não te ensinaram na escola

Marielle, vive! Aceita. Dói menos. Pouco mais de uma semana...

Leonardo Boff – Ubuntu: O significado de Mandela para o futuro ameaçado da humanidade

Nelson Mandela, com sua morte, mergulhou no inconsciente coletivo...

Brasil tem ao menos 6.000 quilombos, mas age como se fossem invisíveis

"Quilombo é a possibilidade de humanizar corpos negros que...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=