Jovens fazem protesto contra o racismo nas abordagens policiais em Fortaleza (CE)

No último dia 21, jovens negros da periferia de Fortaleza (CE) fizeram um protesto em frente ao Ministério Público do Estado (MPE) do Ceará. O protesto, repleto de discursos e apresentações artísticas, denunciou o racismo das abordagens policiais na capital cearense.

Do  Causa Operaria TV

Foto: Michel Victor/G1 Ceará

Nesta semana, um caso emblemático da perseguição dos negros pela Polícia Militar completou cinco anos. Rafael Braga, preso pela primeira vez por portar frascos de detergente e preso pela segunda vez por causa de um flagrante forjado, é um caso claro da seletividade penal do Brasil dominado pelos golpistas.

As intervenções dos manifestantes, que ocorreram em meio à leitura de poesias e à apresentações de rap, foram bastante incisivas em relação à perseguição que os jovens negros sofrem nas periferias de Fortaleza: “entrou em um ponto de saturação. Nós não queremos respostas, nós queremos não ser suspeitos. Dos casos de agressão e racismo, a maioria é no terminal do Siqueira, justamente uma das áreas mais pobres”.

A PM é uma máquina do Estado burguês para massacrar os trabalhadores e o povo negro. Por Isso, é necessário lutar pela dissolução da PM e o direito de autodefesa e de organização do povo negro.

 

 

+ sobre o tema

CBV repudia ato de racismo contra Wallace e estuda levar caso ao STJD

Entidade divulga nota oficial condenando agressão verbal sofrida pelo...

Tempo da maldade

Ampliar militarização da segurança pública, proposta de muitos candidatos,...

Conselho da Europa: “Políticos italianos, basta com os slogans racistas sobre imigrados”

O Comissário Thomas Hammarberg: "Nos últimos três anos, poucos...

para lembrar

Negros são mais condenados por tráfico e com menos drogas em São Paulo

Levantamento inédito analisou 4 mil sentenças de tráfico em...

Especialista diz que racismo na internet também é crime

A sociedade brasileira vem acompanhando diversos casos de ofensas...

O peso do levantamento: “Disseram que não iriam me patrocinar, pois preto não vende”

Josélia Oliveira, 35 anos, tem voz pausada, muito bem...

USP rejeita 50% dos alunos de escola pública até 2016

Proposta do governo de curso preparatório também não foi...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=