KBELA é selecionada para Festival de Roterdâ

Kbela e mais 14 títulos brasileiros estarão na programação do 46º Festival Internacional de Cinema de Roterdã (IFFR). O evento que ocorre entre os dias 25 de janeiro e 5 de fevereiro é dividido entre mostras competitivas e não competitivas. O filme dirigido por Yasmin Thayná, será exibido na mostra “Black Rebels”, que tem como foco cineastas da diáspora africana que debatem e enfrentam o racismo em suas obras.

Por Aline Ramos, para ONDA

Todos os anos, o Festival Internacional de Cinema de Roterdã examina temas relevantes da sociedade com filmes, debates, convidados especiais e programas paralelos. A mostra “Black Rebels” faz parte dessa seção que busca dialogar com temas atuais.  O cineasta norte americano Barry Jenkins, que recebeu no último domingo, dia 08, o Globo de Ouro de Melhor Filme de Drama por Moonlight, participa da mesma mostra com uma masterclass.

Kbela traz um olhar sobre a experiência do racismo vivido cotidianamente por mulheres negras e mostra a descoberta de uma força ancestral que emerge de seus cabelos crespos transcendendo o embranquecimento. O roteiro do filme é baseado no conto da MC K_bela, que narra a história de uma menina negra, moradora da Baixada Fluminense, que passou por um processo de embranquecimento durante a sua vida e decidiu se libertar disso, deixando o cabelo natural crescer de novo, se livrando das interferências químicas.

O conto da MC K_bela foi publicado pela editora Aeroplano, e adaptado para o teatro. Em 2013 o conto passou a ganhar vida quando Yasmin convocou mulheres, que tivessem uma história parecida com a da Mc k_bela, para contar. Em três dias mais de 100 mulheres de todo o Brasil responderem à convocação. Deste grupo, sete mulheres, atrizes e não atrizes foram selecionadas. A narrativa do curta passa pela história dessas mulheres, não há uma atriz principal. O ponto em comum são os processos de embranquecimento e a relação com a própria identidade e cabelo crespo.

Veja o teaser do filme:

Veja a programação completa do Festival aqui. E acompanhe mais notícias de Kbela pela página no Facebook.

+ sobre o tema

O direito de recorrer à própria consciência: Sobre a renuncia do Papa

A renúncia do Papa Bento XVI surpreendeu o mundo....

A cruzada contra as mulheres brasileiras

Em um primeiro momento, as forças que sustentam movimentos...

10 mulheres negras ativistas de destaque no Brasil

Sabemos que existem muitas mulheres negras brasileiras que contribuem...

para lembrar

Biblioteca Cora Coralina, em São Paulo, ganha primeira sala com foco na temática feminista

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, em...

Mulheres respondem por 32% das candidaturas apresentadas e 40% das consideradas inaptas

Levantamento do G1 analisa a participação das mulheres nas...

Relações de gênero na infância: a experiência em uma escola democrática

Como mulher, assim como professora, minha percepção sobre a...

Estudante da Uerj desaparecido foi executado, diz polícia

Matheus Passarelli Simões Vieira, de 21 anos, foi assassinado...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=