Kendrick Lamar é o grande vencedor em VMA com tom político

Enviado por / FontePor AFP, no EM.com

O rapper Kendrick Lamar venceu no domingo o prêmio de melhor vídeo do ano com “Humble” no MTV Video Music Awards, realizado em Los Angeles, em uma cerimônia com forte tom político.

O rapper, que competia em oito categorias, levou seis prêmios, incluindo clipe de hip-hop e direção.

Natural de Compton, sul de Los Angeles, Lamar abriu a festa com uma performance incendiária de “Humble”.

O prêmio de canção do ano foi vencido por Lil Uzi Vert por “XO Tour Llif3”. Ed Sheeran foi considerado o melhor artista do ano.

A cerimônia também reservou prêmios para Fifth Harmony, Twenty One Pilots, Kanye West, Khalid, Zayn em colaboração com Taylor Swift, e Zedd e Alessia Cara.

A premiação teve um forte tom político. Na abertura, a apresentadora da cerimônia, a cantora Katy Perry, exigiu um jornal anunciando que o “mundo está em chamas”.

Paris Jackson, filha do falecido rei do pop Michael Jackson, defendenu a resistência aos neonazistas.

Pela primeira vez, o MTV Video Music Awards concedeu um prêmio para “melhor combate ao sistema”. E nesta categoria, todos os indicados foram considerados vencedores.

O anúncio do prêmio foi feito pela mãe de Heather Hayer, que morreu há duas semanas em um ataque de um simpatizante nazista em Charlotsville (Virginia) quando protestava contra o fascismo.

“Há apenas 15 dias minha filha morreu ao protestar contra o racismo. Eu sinto muita falta dela. Fico emocionada ao ver que tantas pessoas no mundo encontram inspiração em sua coragem”, declarou Susan Bro.

Os indicados na categoria foram John Legend por “Surefire”, Logic e Damian Lemar Hudson por “Black SpiderMan”, The Hamilton Mixtape por “Immigrants (We Get the Job Done)”, além de Sean por “Light”, Alessia Cara por “Scars To Your Beautiful” e Taboo e Shailene Woodley por “Stand Up / Stand N Rock #NoDAPL”.

Em um reflexo das mudanças das normas culturais, os VMA eliminaram as separações entre categorias para homens e mulheres e rebatizaram a estatueta entregue aos premiados. Antes chamada de “Homem na Lua”, agora é conhecida como “Pessoa na Lua”.

A cerimônia também foi marcada pela estreia do novo clipe da estrela pop Taylor Swift, “Look What You Made Me Do”, canção lançada na sexta-feira e que já lidera as listas de mais ouvidas nas plataformas de streaming.

+ sobre o tema

O poder da beleza negra, na Vogue Itália

O poder da beleza negra, na Vogue Itália. A Vogue...

Beyoncé contrata 200 dançarinos africanos para novo clipe

Beyoncé contratou mais de 200 bailarinos africanos para o...

Camila Pitanga conta que faz terapia desde os 16 anos

Camila Pitanga falou com a Marie Claire e contou que faz...

Hoje na História, 1973, nascia Isabel Filardis

Isabel Cristina Teodoro Fillardis mais conhecida como Isabel Fillardis...

para lembrar

John Legend é o 1º negro a conquistar os prêmios Emmy, Grammy, Oscar e Tony

Astro completou o EGOT neste domingo (9) ao ganhar...

Anelis Assumpção: Meu feminismo está em mutação assim como o feminismo no mundo

A cantora e compositora Anelis Assumpção, que fala sobre...
spot_imgspot_img

Beyoncé revela ter psoríase e fala sobre sua relação com o cabelo ao lançar linha de cosméticos

Beyoncé revelou em uma entrevista ter psoríase no couro cabeludo. Ela falou sobre o assunto em uma entrevista à revista "Essence", publicada no site no...

Por que Bob Marley é um ícone dos direitos humanos

Ao se apresentar em junho de 1980 na cidade alemã de Colônia, Bob Marley já estava abatido pela doença. Ainda assim, seu carisma fascinou...

Saiba quem é o neto de Bob Marley que emplacou sucesso na Billboard; ouça a canção

YG Marley, nome artístico de Joshua Marley, neto do icônico cantor de reggae Bob Marley, estreou no Billboard Hot 100 com o single “Praise Jah...
-+=