Lázaro Ramos e Taís Araújo se emocionam ao dedicar peça à vereadora Marielle Franco

Enviado por / FonteDo Extra

Em cartaz com a peça “O topo da montanha”, que acontece nas últimas horas de vida do dia do ativista Martin Luther King, no ano de 1968, o casal Lázaro Ramos e Taís Araújo dedicou a sessão da noite da sexta (16) à vereadora Marielle Franco, brutalmente assassinada dois dias antes, no Rio de Janeiro. Os dois atores chegaram a chorar durante a homenagem.

 

Lázaro e Taís dedicaram espetáculo à vereadora morta no Rio Foto: Reprodução/Instagram

Lázaro lembrou que Luther King foi um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

E lamentou que, 50 depois, uma mulher que lutava pelos mesmos direitos saia de cena da mesma forma que ele. A plateia, que já estava emocionada, aplaudiu bastante o discurso dos atores.

+ sobre o tema

Veto Já! Contra o golpe em nossos corpos e direitos

Contra o retrocesso, o racismo, a violência e Pelo...

Quase 50 anos depois, clássico da literatura negra chegará ao Brasil

Clássico da literatura negra chegará ao Brasil: chegará às...

estilista baiana, Mônica Anjos, apresenta sua nova coleção em São Paulo

Bazar VIP será promovido, neste sábado dia 9, para...

Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo com Baile de Favela nas Olimpíadas

Um passo. Foi isso que separou Rebeca Andrade de...

para lembrar

1,5 milhão de mulheres negras são vítimas de violência doméstica no Brasil

Elas representam 60% das 2,4 mi de agredidas. Reportagem...

A primeira juíza mulher da NBA e sua história de resistência

“Eu sabia que todo mundo estava esperando que eu...

É Tempo de Anastácia!

Quantas de nós, mulheres negras, ainda somos silenciadas nos...

Maria Júlia Coutinho será a primeira mulher negra a apresentar o Jornal Nacional

Jornalista entra para o rodízio de apresentadores do noticiários...
spot_imgspot_img

‘Questão do racismo tem a ver com a sobrevivência do capitalismo’, diz Diva Moreira, intelectual negra de MG

"A despeito da rigidez da estrutura de dominação, eu sou uma mulher de muita esperança." É assim que a jornalista, cientista política, ativista e...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...
-+=