sexta-feira, outubro 7, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalLuciana Oliveira canta Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana Dia 21/11

Luciana Oliveira canta Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana Dia 21/11

Luciana Oliveira canta Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana
Dia 21/11 as 20h30 pelo projeto Sankofa – memórias de mão dupla

por Luciana Oliveira  via Guest Post para o Portal Geledés

A cantora Luciana Oliveira participa do projeto Sankofa – memórias de mão dupla homenageando a cantora Jovelina Pérola Negra no SESC Vila Mariana dia 21/11.

A programação faz parte das comemorações do mês da Consciência Negra, e tem como objetivo trazer a resignificação das heranças da diáspora africana, em especial na cultura brasileira, a partir da idéia de memórias de mão dupla.

Sankofa é um ideograma adinkra da arte tradicional do povo Ashanti, do Golfo da Guiné, que está associado às ideias de retorno, olhar para trás, buscar, ir ao passado.

Essa é a segunda homenagem que Luciana Oliveira realiza à dama do samba Jovelina Pérola Negra. A primeira vai ao ar dia 20/11 pelo Canal Brasil e faz parte da série Cantoras do Brasil, onde a cantora interpreta No Mesmo Manto e Sorriso de Banjo.

O convite para a execução ao vivo do show/homenagem permitiu um mergulho ainda maior na obra de Jovelina, que teve uma carreira curta, porém expressiva.

Sua aparição ao público se deu em 1985 no disco Raça Brasileira. Gravou 5 discos individuais e chegou a ganhar disco de platina.

Os sambas interpretados por Jovelina podem ser ouvidos até hoje na voz de diversos intérpretes e compositores como Arlindo Cruz, Leci Brandão, Marcelo D2, Seu Jorge, dentre outros.

O show no SESC Vila Mariana conta com um time de primeira. Na direção o contrabaixista e produtor baixista Marcos Paiva, responsável pela produção musical de dois álbuns de Fabiana Cozza, no cavaco e bandolim Henrique Araújo, Douglas Alonso na percuteria e Marcelo Miranda nos teclados, cavao e percussão. No repertório músicas presentes em álbuns como Luz do Repente, Sorriso Aberto e Sangue Bom.

Luciana Oliveira é brasiliense e filha de cariocas. Cresceu ouvindo muito samba e pagode por influência de seu pai. Músicas da Jovelina sempre estiveram presentes nos encontros e festas familiares. Poder realizar essa homenagem a essa partideira, dama do samba e herança da música brasileira é realmente uma honra. Jovelina é uma pérola e deve ser sempre lembrada e tratada com tal.

A cantora que lançou seu álbum Pura em 2014, vem realizando uma série de shows de divulgação do seu disco. Passou pelo SESC Vila Mariana e recentemente se apresentou em Brasília e no Rio de Janeiro. Pura ganhou destaque em jornais, revistas como Isto é, Carta Capital e Brasileiros e entrou na lista de melhores álbuns de 2013/2014.

Com participação de Elza Soares e produção musical de Alê Siqueira o álbum ainda teve uma de suas músicas como parte da trilha sonora do game oficial especial Copa do Mundo da EA Sports.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench