Ministra Luiza Bairros discute parceria com EBC para projetos de valorização da cultura afro-brasileira

Possíveis parcerias terão como propósito a difusão de projetos e iniciativas focadas no respeito à diversidade étnico-racial e na valorização da cultura afro-brasileira

Difusão da cultura afro-brasileira será foco de parcerias

A Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Bairros, recebeu hoje (05), em seu Gabinete, o Diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Nelson Breve Dias. Na audiência, foram discutidas possibilidades de parcerias entre os dois órgãos para difusão de projetos e iniciativas focadas no respeito à diversidade étnico-racial e na promoção da cultura afro-brasileira.

A articulação entre as duas instituições, na opinião da ministra Luiza Bairros, é essencial à implementação de políticas públicas de promoção da igualdade racial. “A execução das ações da Seppir está sempre relacionada com a formulação de conceitos e a comunicação é fundamentação na consolidação de ideias e mudança de comportamentos”, afirmou.

Para Nelson Breve, que destacou o compromisso da EBC com a redução das desigualdades no Brasil, a promoção dos direitos humanos deve ser foco da atuação do sistema. A visita do diretor-presidente inaugura um diálogo que deve ter como consequências o estabelecimento de parcerias para realização de projetos jornalísticos e de utilidade pública a serem veiculados nos canais de Comunicação da EBC.

A NBR foi criada para suprir uma lacuna no sistema brasileiro de radiodifusão com o objetivo de implantar e gerir canais públicos, aqueles que, por sua independência editorial, distinguem-se dos canais estatais ou governamentais. O sistema é integrado por canais de televisão (TV Brasil), de notícias (Agência Brasil) e rádios (Rádio Nacional e Rádio MEC).

Ao iniciar suas transmissões em 2007, a TV Brasil veio atender à antiga aspiração da sociedade brasileira por uma televisão pública nacional, independente e democrática. Atualmente, a TV Brasil está presente em 23 estados e no Distrito Federal. Já a TV Brasil Internacional é transmitida para 67 países, entre os quais Estados Unidos, Portugal e Japão, toda a América Latina e mais 49 países africanos.

O controle social da TV Brasil e demais canais públicos geridos pela EBC fica a cargo do Conselho Curador, que tem representações de diferentes segmentos da sociedade.

Coordenação de Comunicação

 

Fonte: SEPPIR

+ sobre o tema

Chicago elege primeira mulher negra e homossexual para prefeita da cidade

Pela primeira vez, uma mulher negra e assumidamente homossexual...

“O protagonismo feminino veio para ficar” por Benedita da Silva

Em artigo para a Fórum, deputada federal afirma que...

para lembrar

TSE: 30% de mulheres é lei

Partidos terão de cumprir à risca a determinação do...

Após denúncia, família rejeita vitima estuprada pelo pai há 11 anos

Família nega acusações da garota, mas polícia sustenta haver...

Jovem gay manda recado para agressor e vira símbolo de luta contra homofobia

Na noite da última sexta-feira, o estudante da Universidade...

Luiza Brunet: “Escolhi a violência doméstica como bandeira da minha vida”

Dois anos após denunciar por agressão o ex-companheiro, o...
spot_imgspot_img

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Justiça brasileira não contabiliza casos de homotransfobia, cinco anos após criminalização

O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homotransfobia há cinco anos, enquadrando o delito na lei do racismo —com pena de 2 a 5 anos de reclusão— até que...

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...
-+=