Ministra Luiza Bairros é condecorada com a medalha Mérito Santos Dumont

A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, foi condecorada hoje (20) com a medalha “Mérito Santos-Dumont”. Autoridades civis e militares foram agraciadas com a insígnia, em cerimônia presidida pelo vice-presidente da República, Michel Temer, na Base Aérea de Brasília.

A imposição das condecorações integrou as comemorações pelo 138º aniversário do Marechal-do-Ar, Alberto Santos Dumont, que é patrono da Aeronáutica.

Além da execução dos hinos da bandeira e dos aviadores, o ritual incluiu um desfile em continência ao vice-presidente, que transmitiu os cumprimentos da presidenta da República, Dilma Rousseff, em seu pronunciamento. Temer também destacou a disciplina, a ética e o respeito à hierarquia como traços da personalidade de Santos Dumont que determinaram o pioneirismo do brasileiro na aviação mundial.

A Medalha “Mérito Santos-Dumont” foi criada pelo Decreto nº 39.905, de 5 de setembro de 1956, em homenagem ao espírito de Alberto Santos Dumont. A distinção é concedida a militares da Força Aérea Brasileira que se destacaram no exercício de sua profissão; a militares das Forças Armadas nacionais ou estrangeiras, que se tornaram credores da homenagem; e a cidadãos e cidadãs brasileiras ou estrangeiras, que tenham prestado notáveis serviços à Aeronáutica Brasileira.

Também foram condecoradas, entre outras autoridades, as ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Anna Buarque de Hollanda (Cultura), Tereza Campello (Desenvolvimento Social e Combate à Fome), Miriam Belchior (Planejamento), Izabella Vieira Teixeira (Meio Ambiente), Helena Chagas (Comunicação), Iriny Lopes (Política para Mulheres), Maria do Rosário (Direitos Humanos).

Os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Antonio Patriota (Relações Exteriores), Garibaldi Alves Filho (Previdência Social), Alexandre Padilha (Saúde), Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Paulo Bernardo (Comunicações), Fernando Souza Coelho (Integração Nacional), Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira (Pesca e Aquicultura), Wellington Moreira Franco (Assuntos Estratégicos), José Leônidas Wagner Bittencourt (Aviação Civil), Alexandre Tombini (presidente do Banco Central), Luiz Fux (Supremo Tribunal Federal).

Fonte: Clipping SEPPIR

+ sobre o tema

Autora de ‘Um Defeito de Cor’, Ana Maria Gonçalves fala de adaptação da obra para TV

A autora esteve no II Seminário Internacional Arte, Palavra...

Brasil tem maior parada gay, mas lidera em violência contra homossexuais

País que sedia a maior parada gay do mundo...

Jovem denuncia motorista de aplicativo por se masturbar durante corrida em Salto

Uma jovem de 19 anos registrou boletim de ocorrência...

para lembrar

Mortes precoces

O Brasil é o sexto país em mortes de...

Grupo questiona prefeitura de SP sobre abertura de Centro de Referência para Mulher

O movimento de mulheres "Abra os olhos companheiras" está...

Documentário com história de Clementina de Jesus pode ser visto na internet

O média-metragem é dirigido por Wertinon Kermes, com roteiro...

O Brasil estaria pronto para uma presidenta idosa e negra?

O cenário da pandemia ainda não passou e, curiosamente...
spot_imgspot_img

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...

1ª Parada Negra LGBT de BH acontece no próximo sábado (25/5)

No próximo sábado (25/5), data que marca o Dia da África, acontece em Belo Horizonte, a 1ª edição da Parada Negra LGBT. O evento acontece...

Em ano olímpico, Rebeca Andrade ganha homenagem da Barbie e quer inspirar outros sonhos

Rebeca Andrade, 25, possui uma longa lista de conquistas. A ginasta é medalhista olímpica, vencedora de ouro e prata, bicampeã mundial, medalhas nos jogos Pan-Americanos...
-+=