Mostra de Cinemas Africanos traz a São Paulo 24 filmes de 14 países do continente

10 a 17 de julho. Evento promove janela de exibição da cinematografia africana contemporânea no Brasil, com diversos títulos inéditos no país. Em sua quarta edição, chega ao CineSesc em julho de 2019.
Reprodução/Facebook
A Mostra de Cinemas Africanos, com curadoria de Ana Camila e Beatriz Leal, entra em sua quarta edição, desta vez no CineSesc em São Paulo. Durante uma semana, o público poderá conferir uma cuidadosa seleção de filmes africanos e afrodiaspóricos reconhecidos em grandes festivais e respaldados pela crítica e públicos internacionais.
Com o objetivo de mostrar a explosão de riqueza, criatividade e diversidade na última década de uma cinematografia com um pouco mais de meio século de vida, a Mostra reúne 23 títulos procedentes de 14 países, com atenção especial à produção contemporânea. A maioria dos filmes é inédita no Brasil ou em São Paulo, chance rara de assistir a importantes produções que circularam em grandes festivais e talvez nunca cheguem ao circuito comercial do Brasil. Ao total, são 14 longas e 9 curtas de ficção e documentário projetados no CineSesc.
A Mostra de Cinemas Africanos se estabelece como um evento itinerante que coloca o Brasil na rota de circulação dos cinemas produzidos na África e sua diáspora. O evento possibilita que o público brasileiro acompanhe anualmente os lançamentos da cinematografia do continente e que crie repertório sobre ela. Nesta edição em São Paulo, a Mostra ganha um catálogo com apresentação dos filmes e debates com especialistas de renome internacional, sendo mais uma forma de incentivar a produção de conhecimento sobre um cinema inovador, original e com narrativas as mais diversas.
CineSesc
Rua Augusta, 2075 – metrô Consolação
01413-000 São Paulo/SP
Fone: (11) 3087-0500

+ sobre o tema

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto

No ano em que estátuas que homenageiam bandeirantes, colonizadores,...

“Terra deu, terra come”: Documentário resgata a cultura de quilombo mineiro

Por: MAURÍCIO STYCER  Pedro de Almeida, conhecido como Pedro...

Estilo Negro

Estilo negro. Inscrições abertas para o Curso de Entrelaçamento....

Lei cria fundo e coordenadoria de igualdade racial

Com 65,9% da população betinense se declarando negra ou...

para lembrar

Museu de NY vai retirar estátua de Teddy Roosevelt por simbologia racista

O Museu de História Natural de Nova York anunciou...

Mário Soares: ‘Os mercados não podem ser os senhores do Estado’

Por: SIMONE DUARTE O antigo Presidente da República diz...

Conheça a arquitetura contemporânea africana além dos estereótipos

A África é um continente diverso e com diferentes contextos que vão...

Veja a foto de João Vicente filho de Taís Araújo e Lazaro Ramos

Veja a foto de João Vicente: Jovi, como é...
spot_imgspot_img

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...
-+=