terça-feira, dezembro 6, 2022
InícioÁreas de AtuaçãoDireitos HumanosMulheres negras na resistência e mobilização por direitos humanos

Mulheres negras na resistência e mobilização por direitos humanos

O lançamento do relatório anual “O Estado dos Direitos Humanos no Mundo 2016-2017” é a primeira atividade sob liderança de Jurema Werneck, nova diretora executiva da Anistia Internacional Brasil, e terá um importante debate sobre violência, justiça e direitos humanos nas Américas com mulheres negras que estão na linha de frente da resistência e mobilização por direitos humanos.

Da Anistia Internacional 

Além de Jurema, participam da conversa Djamila Ribeiro, mestre em Filosofia Política pela Unifesp,Marion Gray-Hopkins, ativista e mãe de Gary Hopkins Jr. (19), morto pela polícia nos EUA,Shackelia Jackson, ativista e irmã de Nakiea Jackson (27), morto pela polícia na Jamaica, e Vilma Reis, socióloga e ouvidora geral da Defensoria Pública do Estado da Bahia, com mediação de Sueli Carneiro, integrante do conselho consultivo da Anistia Internacional Brasil, doutora em Educação pela USP e diretora do Geledés Instituto da Mulher Negra. A escritora Ana Paula Lisboa é a mestre de cerimônias da noite.

Marca na agenda: 22 de fevereiro, quarta-feira, das 18h às 21h, no Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, que fica na Cinelândia, Rio de Janeiro.

Confirme sua presença >http://bit.ly/AIR17noOdeon

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench