Pai fotografa filha de 5 anos vestida como heroínas negras

Tendo como objetivo a nobre missão de ensinar sua filha o valor de ser mulher e de ser negra, dois pais criaram um projeto de fotografia incrível, que pode ser considerado uma verdadeira aula de história.

Do Estilo Catraca 

“Meu foco principal sempre foi a minha filha Lily. Eu e minha esposa queríamos mudar a forma como ela se via”, explica Marc Bushelle, pai, fotógrafo e idealizador do projeto, ao The Huffington Post.

Caracterizando a pequena, de apenas 5 anos de idade, como algumas das mais impressionantes heroínas negras da história, como Josephine Baker, Toni Morrison e Mae Jemison,  ao lado dos retratos icônicos originais, Bushelle e sua esposa, Janine Harper, sintetizaram em seu projeto o poder de influência do passado sobre o futuro, quando os dois se encontram no presente.

“Decidimos focar em mulheres que foram de alguma forma pioneiras, seja no entretenimento, literatura ou espaço exterior”, contou Bushelle. “Esperamos transmitir confiança para nossa filha, para que ela se sinta a vontade em se aventurar em um território inexplorado.”

Para Bushelle, esta ideia é um passo importante, pois e é algo que ele espera que sua filha também tome para si como valor. “Toda a história é importante para o futuro e a história do negro não foge dessa regra. Eu acho que é importante reconhecer o que aconteceu antes, aprender com ele e melhorá-lo. ”

Confira todos os retratos de Lily Bushelle abaixo:

fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-1 fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-2 fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-3 fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-4 fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-5 fotografia-filha-vestida-heroínas-negras-6

11066647_579492028819798_811929422296025580_o

 

 

Leia Também:

Josephine Baker

Toni Morrison

 

+ sobre o tema

Barbie homenageia Madam C.J. Walker, primeira milionária dos EUA

A Barbie acaba de lançar mais uma boneca em...

Marco Feliciano tira sarro da cara de todo mundo porque pode

A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE NÃO PERDE BALCÃO DE NEGÓCIOS Por: Fátima...

Seppir e Mp de Minas Gerais firmam parceria pela promoção da igualdade racial

Assinatura de cooperação será nesta segunda (03/06), na sede...

para lembrar

Ferramenta anticolonial poderosa: os 30 anos de interseccionalidade

Carla Akotirene, autora de Interseccionalidade, pela Coleção Feminismos Plurais,...

Rosana Paulino: a mulher negra na arte

Longe de negar sua realidade e condicionar sua produção...

Carta aberta a Beatriz, Joacine e Romualda

Mais de 45 anos depois da ditadura, temos a...

Raça e educação por Sueli Carneiro

Os estereótipos dos professores a respeito da educabilidade das...
spot_imgspot_img

Ela me largou

Dia de feira. Feita a pesquisa simbólica de preços, compraria nas bancas costumeiras. Escolhi as raríssimas que tinham mulheres negras trabalhando, depois as de...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Andréia Regina Oliveira Assunção Santos e os desafios da maternidade são destaque do mês no Museu da Pessoa

Quando estava no último ano do curso de administração de empresas, Andréia engravidou pela primeira vez e enfrentou uma série de desafios, como as...
-+=