Polícia desqualifica estupro ao afirmar que adolescente de 14 anos se prostituía

A ocorrência envolvendo uma adolescente de 14 anos e um homem teve uma reviravolta surpreendente. Nesta quarta-feira (15), após a Polícia Militar divulgar o flagrante de estupro feito por um militar, o delegado da 20ª DP desqualificou o crime e disse que, na ocasião, a garota estava fazendo programa por R$ 20. Segundo a Polícia Civil, a menina é usuária de drogas. Tanto ela quanto o suspeito, que tem passagem criminal pela Lei Maria da Penha, foram liberados após a decisão.

Do Jornal de Brasilia 

Relembre o caso

Nesta quarta-feira (15), um homem foi preso no momento em que supostamente estuprava uma adolescente de 14 anos ao lado de uma escola na quadra 401 de Santa Maria.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 14h, os policiais desconfiaram de um carro que estava parado em um matagal próximo ao colégio e foram até o local. Lá, encontraram o homem e a menina no interior do veículo. Segundo os militares, ambos estavam nus. A garota, no entanto, pedia socorro.

+ sobre o tema

Sem Terra é a única brasileira premiada em Conferência Internacional

Estudante de Agronomia do Instituto Educar representou, em seu...

O casal transgênero em que o pai deu à luz um menino

Diane Rodríguez e Fernando Machado são um dos casais...

Permanência e mudanças: mulheres negras no trabalho

Reivindicações de escravos do século XVIII guardam semelhanças com...

Justiça veta parte de lei do ABC Paulista que proíbe o aborto legal

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu...

para lembrar

O primeiro soldado abertamente transexual do Exército americano

Com alegria e cautela, o sargento Shane Ortega recebeu...

Em carta, José Mayer admite que errou e pede desculpas por assédio sexual

por Michael Sá e Thayná Rodrigues no Extra Acusado de...

Doméstica ou diarista: veja como a Justiça define quem é quem

Para maioria dos Tribunais do Trabalho, mensalista é aquela...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=