Preso japonês que tumultuou votação anti racismo

Durante votação sobre lei anti discriminação, um cidadão foi preso por tumultuar a sessão. “Protejam os japoneses” – gritava

no Portal Mie

Durante a discussão sobre a instauração da lei que oprimirá discursos com linguagem de incitação de ódio referente à discriminação de etnias, um homem foi detido após causar um grande tumulto na Câmara Municipal da cidade de Osaka.

Proteja os direitos dos japoneses”, gritava Matsumura Kazunori (50) após arremessar 2 cápsulas plásticas contendo tinta em direção ao presidente da câmara.

Matsumura estava sentado na área destinada aos cidadãos que queiram assistir às reuniões, e veio com a intenção de impedir que esta lei fosse aprovada durante a votação dos vereadores.

Matsumura disse que soube do tema através de noticiários locais e pela internet, e admitiu ter obstruído o procedimento da câmara com sua atitude intencional.

leia também: Racismo à moda da casa

Apesar do tumulto, a lei foi aprovada pelo voto da maior parte dos vereadores.

+ sobre o tema

Primeira mulher trans a liderar bancada no Congresso, Erika Hilton diz que vai negociar ‘de igual para igual’

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) foi aclamada nesta quarta-feira como...

Estrela do Carnaval, ex-passista Maria Lata D’Água morre aos 90 anos em Cachoeira Paulista, SP

A ex-passista Maria Mercedes Chaves Roy – a ‘Maria...

Aos ‘parças’, tudo

Daniel Alves da Silva, 40 anos, 126 partidas pela...

Iniquidades raciais e as mudanças do clima

O verão brasileiro, embora conhecido pelas belíssimas praias, férias...

para lembrar

Primeira bebé do ano em Viena é alvo de ataques xenófobos

Às primeiras horas de vida, Asel já era vítima...

Mulheres e negros são barrados em cargos de diretoria de grandes empresas, diz estudo

Apenas seis mulheres negras são executivas das 500 maiores...

A secretária Olívia Santana registra queixa após ser alvo de racismo em evento no Catussaba

A secretária Olivia Santana prestou queixa no final da...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=