Rafaela Silva namora há três anos uma ex-judoca: ‘Agora eu me realizo nela’

Não foi apenas a medalha de ouro e a glória olímpica que o judô deu para Rafaela Silva: o esporte também lhe trouxe um amor. Foi também no Instituto Reação, onde treina, que ela conheceu Thamara Cezar, com quem comemora três anos de namoro no próximo dia 27.

no Extra

Na hora da conquista da medalha, na última segunda-feira, Thamara estava longe da família de Rafaela porque prefere assistir às lutas afastada, e por isso as duas ainda não se viram. Mas a moça conta o que falou para a namorada quando conversaram pelo telefone, logo após o ouro:

01-thamara-rafaela11 thamara-rafaela thamara-rafaela5

— Disse que ela era f@$% e que tinha conseguido o que queria. Campeã sul-americana de judô duas vezes antes de encerrar a carreira , ela se derrete ao falar da amada: — Agora eu me realizo nela, a acompanho sempre nas lutas e treinos.

Nos perfis da medalhista nas redes sociais, não faltam fotos ao lado de Thamara. Rafaela, porém, nunca comentou publicamente sua homossexualidade. — Não falamos sobre isso porque não há motivo, é algo natural — comenta ela.

+ sobre o tema

Técnica de enfermagem é morta pelo marido a facadas na frente da filha de 15 anos

Pedreiro Edvaldo dos Santos Félix é considerado foragido da...

Por que o poliamor e as relações livres podem ser privilégios para os homens?

Você já ouviu falar de poliamor e/ou relações livres?...

para lembrar

Marta, por Sueli Carneiro

A derrota de Marta Suplicy à reeleição para a...

Uma magistrada negra: história e um Judiciário para além da exceção

Karen Pinheiro, magistrada negra do Rio Grande do Sul...

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala será a primeira mulher africana a dirigir a OMC

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala, de 66 anos, será a...

Urge sensibilizar candidaturas ao Executivo para o SUS – Por: Fátima Oliveira

Nas campanhas eleitorais, causa indignação o tanto que os...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=