quinta-feira, dezembro 1, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-americanosSem apresentar música, Beyoncé chama atenção para diferença racial entre vítimas do...

Sem apresentar música, Beyoncé chama atenção para diferença racial entre vítimas do coronavírus

Beyoncé foi uma das convidadas doOne World: Together at Home neste sábado, 18. O evento, organizado por Lady Gaga com parceria com a Organização Mundial da Saúde, procura levantar fundos para profissionais que trabalham diretamente com a contenção e tratamento do coronavírus.

A cantora, porém, não fez uma apresentação musical. Sua apresentação foi para passar uma mensagem sobre a diferença racial entre as vítimas do covid-19. Segundo Beyoncé, 57% dos mortos pela doença, dentro de cidades, são afro-americanos.

Isso pode ser consequencia da faixa de vulnerabilidade associada à posição socio-econônica. Pessoas negras, percentualmente, são mais marginalizadas, socialmente, e trabalham em empregos com maior contato humano – serviços básicos como mercado; não têm, tampouco, oportunidade de trabalhar de casa.

Beyoncé reforçou, porém, que é necessário que todos se cuidem e façam o possível para se manterem em segurança em meio à pandemia de coronavírus.

One World: Together at Home foi idealizado por Lady Gaga em parceria com a OMS e a ONG Global Citizen. Nomes como Elton John, Alanis Morissette, Lady Gaga (organizadora principal), Billie Joe do Green Day, Eddie Vedder do Pearl Jam, Billie Eilish foram confirmados.

No Brasil, a transmissão será feita pela Globo na TV Globo e Multishow. Online, o evento será exibido no Globoplay e canal do Multishow no YouTube. Além disso, a MTV dos EUA terá o festival em seus canais.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench