Sobe para 24 o número de mortos na chacina do Complexo da Penha; há também 7 pessoas feridas

Enviado por / FonteVozdascomunidades

Desde às 5h da manhã de hoje (24), agentes do BOPE e PRF realizam incursão repleta de letalidade e relatos de abuso de poder

Nesta terça-feira (24), uma chacina policial realizada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Vila Cruzeiro, Complexo da Penha, ocasiono na segunda maior letalidade em operação de agentes de segurança pública na cidade do Rio de Janeiro, com 24 mortos e sete feridos até o momento.

A ação, que iniciou-se às 5h da manhã, ainda não teve conclusão. Cerca de 32 escolas, juntando Penha e Alemão, tiveram fechar para os estudantes, devido ao clima tenso, mas ofereceram ennsino online, para que não fossem prejudicados. Algumas Unidades de Saúde dessas comunidades só funcionaram de maneira interna.

Em forma de protesto, moradores e mototaxistas realizaram uma manifestação na região conhecida como Matinha, no alto da Penha. Pois, conforme relato local, todas as atividades relacionadas ao comércio, que geram renda, sofreram grandes danos pela intervenção dos agentes. Anonimamente, uma pessoa revelou que os agentes circulavam pela região gritando a seguinte frase: “todo mundo vai morrer”.

Importante ressaltar que a chacina de Jacarezinho, a mais violenta da história dos agentes de segurança pública, completou um ano no dia 06 de maio. Movimentos sociais, familiares inauguraram um memorial em homenagem aos 28 mortos da chacina do Jacarezinho. Porém, foi destruído por policiais uma semana depois.

+ sobre o tema

Estudantes realizam protesto contra racismo no Colégio Universitário

O Diretório Central dos Estudantes “17 de setembro”,...

Cliente relata caso de racismo na sorveteria Bacio di Latte

Um segurança teria pedido para o frequentador se retirar...

Protesto: mulher negra pinta seu corpo de branco

"Se você quiser sobreviver, vire branco", diz a americana...

O assassinato do trabalhador Carlos Braga: uma polícia sem autoridade

Por Tomaz Amorim Izabel do blog de Douglas Belchior Isaías de...

para lembrar

Juntas ressaltam que músico morto por policiais foi mais uma vítima de racismo institucional

A deputada Jô Cavalcanti, do mandato coletivo Juntas (PSOL), afirmou,...

Número de pessoas mortas pela PM paulista cresceu 138% no 1º trimestre

Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública de...

Configuração de racismo ainda gera polêmica

Arlindo Novais Na terça-feira, um policial militar foi...
spot_imgspot_img

Portões da universidade

"Nós queremos é que uma filha de uma empregada doméstica possa ser médica, possa ser dentista, possa ser engenheira. Nós não queremos uma sociedade...

Desaparecidos assombram país mesmo após redemocratização

Quando o presidente Lula assinou o decreto de reinstalação da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, no início de julho, emergiu como prioridade na retomada...

Racista é condenado a oito meses de prisão por ataques a Vini Jr

O Real Madrid anunciou, nesta quarta-feira, que um racista foi condenado a oito meses de prisão por ataques a Vinicius Junior e Rüdiger. As agressões foram...
-+=