sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioQuestões de GêneroMulher NegraStill I Rise... Eu me levanto!

Still I Rise… Eu me levanto!

A queridíssima amiga Dra. Ana Flávia Magalhães Pinto, jornalista como eu, me comoveu demais ao postar no Facebook a notícia sobre a breve publicação de sua tese de doutorado: “Fortes laços em linhas rotas: literatos negros racismo e cidadania na segunda metade do século XIX”, depois de concorrer e ser indicada a vários prêmios por essa pesquisa e vencer uma grande quantidade de empecilhos.

 

Por Oswaldo Faustino

A comoção foi mais forte ao ler o segundo parágrafo da postagem: “Agradeço a todas as pessoas que fazem parte dessa história e contribuíram de maneira construtiva para que aquela menina que ouviu: ‘A UnB (Universidade de Brasília) não é lugar de gente cor de kichute, como você’ não perdesse a fé em si e na força que a mantém em pé até hoje.”… Lendo esse trecho, entendi que RESILIÊNCIA não é apenas uma palavra da moda, mas a principal propriedade e capacidade do povo afro, no mundo todo.

 

E Aninha fez ainda mais: postou em português o poema Still I Rise! (Eu me levanto!), da mega premiada escritora, poeta, atriz e ativista afro-americana Maya Angelou, falecida em 8 de maio de 2014, aos 86 anos. A postagem se completou com um vídeo em que a própria autora declama essa pérola de poema. Amei!

Foi, então, que abri o Youtube e encontrei outro vídeo legendado em que a declamadora de um trecho de Still I Rise! é simplesmente a tenista Serena Williams… que tal deixarmos nossa ALMA PRETA refletir um pouco sobre o conteúdo desse poema?

Leia também

Maya Angelou

RELATED ARTICLES