Suspeito de envolvimento na morte de Marielle é preso no Rio

Um dos suspeitos de envolvolvimento na morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, Thiago Bruni Mendonça, conhecido como Thiago Macaco, 33 anos, foi preso, nessa terça-feira (29), por policiais da Delegacia de Homicídios da Capital. Ele é acusado de executar a tiros o colaborador do vereador Marcello Siciliano (PHS), Carlos Alexandre Pereira Maria, o Cabeça, assassinado no dia 8 de abril, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com informações do O Globo, Thiago Macaco, citado por uma testemunha-chave do caso Marielle, foi detido dentro do Shopping Nova América, em Del Castilho, Zona Norte da capital fluminense, graças ao mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal. Um ex-miliciano revelou que Thiago seria ligado a Orlando de Curicica, chefe da milícia da Boiúna, que está preso.

A motivação do crime que vitimou a parlamentar é que ela estaria atrapalhando os negócios do grupo paramilitar na Zona Oeste. Confrontado sobre o assunto, Siciliano nega as acusações sobre interesse nesses negócios. A testemunha também contou à polícia que Thiago Macaco clonou a placa do Colbat prata, utilizado pelos criminosos para matar Marielle e Anderson, no dia 14 de março, no centro do Rio.

Pelo mesmo delito, já havia sido preso Rondinele de Jesus da Silva, o Roni, no último dia 19. Agora, a corporação está à procura de Ruy Ribeiro Bastos, 38 anos, que seria um dos executores do duplo homicídio. A polícia não descarta a possibilidade de haver um quarto autor como mandante do crime.

+ sobre o tema

Veto Já! Contra o golpe em nossos corpos e direitos

Contra o retrocesso, o racismo, a violência e Pelo...

Quase 50 anos depois, clássico da literatura negra chegará ao Brasil

Clássico da literatura negra chegará ao Brasil: chegará às...

estilista baiana, Mônica Anjos, apresenta sua nova coleção em São Paulo

Bazar VIP será promovido, neste sábado dia 9, para...

Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo com Baile de Favela nas Olimpíadas

Um passo. Foi isso que separou Rebeca Andrade de...

para lembrar

1,5 milhão de mulheres negras são vítimas de violência doméstica no Brasil

Elas representam 60% das 2,4 mi de agredidas. Reportagem...

A primeira juíza mulher da NBA e sua história de resistência

“Eu sabia que todo mundo estava esperando que eu...

É Tempo de Anastácia!

Quantas de nós, mulheres negras, ainda somos silenciadas nos...
spot_imgspot_img

‘Questão do racismo tem a ver com a sobrevivência do capitalismo’, diz Diva Moreira, intelectual negra de MG

"A despeito da rigidez da estrutura de dominação, eu sou uma mulher de muita esperança." É assim que a jornalista, cientista política, ativista e...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...
-+=