quinta-feira, novembro 26, 2020

    Tag: Dia da Consciência Negra

    Divulgação

    N’KANDA: patrimônio afrodiaspórico em Minas Gerais

    Como parte das reflexões sobre o Dia da Consciência Negra (20 de novembro), entre os dias 25 e 29 de novembro, o Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) e a APPA – Arte e Cultura oferecem programação gratuita com o projeto N’KANDA: patrimônio afrodiaspórico em Minas Gerais. Durante os cinco dias, estarão em pauta discussões sobre a presença da negritude no patrimônio material e imaterial de Minas Gerais. Com a programação, o objetivo é também construir narrativas sobre a participação das matrizes africanas na formação do estado que, neste ano, completa 300 anos. As atividades de reflexão contarão com lives transmitidas pelo canal do Iepha-MG no YouTube, a partir do dia 25, além de ações presenciais em Belo Vale, município onde se localiza a Fazenda Boa Esperança. Entre os convidados, estão a professora Mara Evaristo e o multi-instrumentista mineiro Sérgio Pererê. Temas como a ressignificação de ...

    Leia mais
    Caso Carrefour: "Será que esse comportamento agressivo e covarde de seus seguranças no Brasil, mesmo que terceirizados, teria lugar na França?" - Guilherme Gonçalves/Fotos Públicas

    Mais um brutal episódio que se encaixa no racismo patente no país

    No Dia da Consciência Negra deste ano a notícia mais comentada na imprensa e nas redes sociais foi o assassinato brutal de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, negro, jardineiro, cometido por dois seguranças do Supermercado Carrefour, em Porto Alegre, acompanhado de perto por funcionária da empresa que nada fez para impedir a ação violenta. A primeira negra eleita para a Câmara de Vereadores de Joinville, a professora Ana Lúcia Martins, pelo Partido dos Trabalhadores, recebeu uma mensagem virtual ameaçadora – “agora só falta a gente matar ela e entrar o suplente que é branco (sic)” -, além de ter, logo após o resultado das urnas, suas redes sociais invadidas. Embora elogiada no trabalho, uma recepcionista negra de clínica médica em Nova Lima, Grande Belo Horizonte, foi demitida porque apareceu, depois do período de férias, com tranças, visual que “não combinaria com a imagem da clínica”. A recepcionista se recusou ...

    Leia mais
    A pesquisadora Ana Flávia Magalhães Pinto no Instituto Central de Ciências (ICC), da Universidade de Brasília (Foto: Arquivo Pessoal)

    20 de Novembro e a defesa de nossos melhores sonhos de liberdade

    Em algum momento entre 1962 e 1976, o poeta afro-gaúcho Oliveira Silveira encarou suas angústias acerca da gravidade dos vazios históricos produzidos pelo racismo brasileiro e deu ao mundo o poema “Pobre Menino Preto”. Os versos publicados no livro "Praça da Palavra" reconstroem as tentativas frustradas de uma criança negra para associar sua imagem às dos heróis disponíveis à época: “brincando com a turma: / se imagina mocinho / não cola / os mocinhos são brancos / como os outros”. Ao querer se inventar Tarzan, é logo derrubado do galho por quem o vê apenas como “chita / macaco / chimpanzé / orangotango”. Não fosse tudo isso cruel o bastante, faltava a ele repertório para defender seu íntimo desejo de ser: “não pode brincar de Zumbi / ou Toussaint-Louverture / porque são heróis de verdade / que ninguém conhece / nem ele mesmo nunca ouviu falar”. O menino com o qual Oliveira ...

    Leia mais
    Membros do Movimento Negro em marcha em comemoração aos 300 anos de morte de Zumbi dos Palmares, em 1995, em Brasília (Foto: Jefferson Rudy/ Folhapress)

    20 de Novembro e a defesa de nossos melhores sonhos de liberdade

    Em algum momento entre 1962 e 1976, o poeta afro-gaúcho Oliveira Silveira encarou suas angústias acerca da gravidade dos vazios históricos produzidos pelo racismo brasileiro e deu ao mundo o poema “Pobre Menino Preto”. Os versos publicados no livro "Praça da Palavra" reconstroem as tentativas frustradas de uma criança negra para associar sua imagem às dos heróis disponíveis à época: “brincando com a turma: / se imagina mocinho / não cola / os mocinhos são brancos / como os outros”. Ao querer se inventar Tarzan, é logo derrubado do galho por quem o vê apenas como “chita / macaco / chimpanzé / orangotango”. Não fosse tudo isso cruel o bastante, faltava a ele repertório para defender seu íntimo desejo de ser: “não pode brincar de Zumbi / ou Toussaint-Louverture / porque são heróis de verdade / que ninguém conhece / nem ele mesmo nunca ouviu falar”. O menino com o ...

    Leia mais
    Divulgação

    Intolerável e criminoso: O racismo mata e precisa ser punido e combatido

    No país da desigualdade e do racismo genocida, o Dia da Consciência Negra começa assim: abrindo os jornais, tomamos conhecimento de que João Alberto Silveira Freitas, um homem negro, morreu espancado por seguranças terceirizados de um supermercado multinacional – o Carrefour. Trata-se, sem dúvida, de um assassinato criminoso, que deixa um rastro de dor e trauma para quem fica e luta. Mas devemos ter a responsabilidade de olhar além. No caso em questão, o que grita é um padrão: o padrão racista de uma sociedade que dirige violência moral, física e simbólica contra a sua população negra cotidianamente. Não se trata de um “caso isolado”, há um histórico de violência racista – e, portanto, criminosa - dentro da mesma cadeia de supermercados Carrefour. As redes, organizações e movimentos abaixo assinados solidarizam-se com a família de João Alberto e com todas as pessoas negras de nosso país, sujeitas diariamente à violência ...

    Leia mais
    Arte: Romulo Arruda

    Dia da Consciência Negra e luta antirracista

    “O racismo não é um ato ou um conjunto de atos e tampouco se resume a um fenômeno restrito às práticas institucionais; é, sobretudo, um processo histórico e político em que as condições de subalternidade ou de privilégio de sujeitos racializados é estruturalmente reproduzida²”. Impera no Brasil uma normalidade na forma subalternizada como o negro ocupa lugar na sociedade. Assim, ver “pessoas de cor” em estratos sociais inferiores é percebido como algo dentro da ordem das coisas, seja pedindo esmola na rua, limpando espaços públicos e privados ou residindo em lugares sem o mínimo de infraestrutura e dignidade humana. Isto se deve a uma ideologia arraigada pelos séculos de escravidão que o país viveu a maior parte de sua História. Características de uma sociedade escravocrata são muito mais comuns em nosso cotidiano do que se supõe, elas se manifestam e se reproduzem no discurso dominante, na mídia, nos espaços de ...

    Leia mais

    Líderes negras abalam as estruturas do racismo

    No Dia da Consciência Negra, conheça 10 profissionais que, contra as estatísticas, furaram a bolha do preconceito e se destacaram em suas áreas Por Nayara Fernandes e Deborah Bresser, Do R7 (Foto: reprodução Instagram @nichollekobi ) Elas são médicas, educadoras, empreendedoras sociais, advogadas, empresárias e negras que, para concretizar suas maiores ambições, tiveram de driblar as estruturas de gênero e raça que mostram um Brasil que nem todos querem ver. Um país onde 56% da população é autodeclarada preta e parda e constitui a maior parcela da força de trabalho. Desse contingente, mais de 60% é composto de trabalhadores desocupados ou subutilizados. Quando se trata das mulheres negras, o cenário é ainda mais desfavorável. Elas têm 50% mais chances de ficarem desempregadas (Ipea) e ganham 58 centavos para cada real que entra no bolso de mulheres brancas. Mesmo contra todas as estatísticas, a população negra movimenta, ...

    Leia mais

    Centenas fazem marcha da Consciência Negra em SP

    Passeata percorre ruas da região central; confira eventos para celebrar o feriado na cidade Da Folha de S. Paulo  Foto: Rede Brasil Atua Centenas de pessoas se reuniram, na tarde desta quarta-feira (20), no vão-livre do Masp para participar da 16ª Marcha da Consciência Negra. Organizada por entidades sociais, a manifestação seguiu até a região do Theatro Municipal, no centro. O tema desta edição foi “Vida, Liberdade e Futuro. Contra o Genocídio e Criminalização do Povo Negro”. Em frente ao museu, os participantes criticaram as gestões do prefeito Bruno Covas e do governador de São Paulo João Doria, ambos do PSDB. Também fizeram coro contra o pacote anticrime, um dos projetos do ministro Sergio Moro (Justiça). Entre os participantes está o Bloco Anti-cárcere, que denuncia o alto índice de encarceramento de negros pobres no Brasil. “A prisão desde seu surgimento cumpre a função de castigo e ...

    Leia mais
    Imagem enviada ao Portal Geledés

    Diretor executivo da Raça Brasil faz palestra gratuita na Livraria do Comendador

    No dia 20 de novembro – data que homenageia Zumbi dos Palmares, o principal líder do maior quilombo do Brasil, a Livraria do Comendador traz o escritor e diretor executivo da Revista Raça Brasil – pioneira e mais antiga publicação dedicada à população negra do país, Maurício Pestana, para o bate papo gratuito “Construção de narrativas: onde negros encontram espaço para disseminar suas ideias”. O objetivo é fazer uma reflexão sobre a importância do povo e da cultura africana no Brasil. O convidado também vai analisar o impacto que os negros tiveram no desenvolvimento da identidade cultural brasileira. Para participar, é necessário fazer uma inscrição prévia pelo e-mail [email protected] Na semana do dia 18 a 24 de novembro, haverá uma vitrine temática na loja em que o público poderá adquirir títulos da obra literária de Pestana, além de outras publicações relacionados ao tema, como: Quem tem medo do feminismo negro, ...

    Leia mais
    Arte: Romulo Arruda

    O que é Consciência Negra?

    Celebrado pela primeira vez em 1971, o conceito evoca o sentimento de aclamação e aceitação das origens africanas na formação do povo brasileiro. Por Renato Soares, do Escola e Educação  Arte: Romulo Arruda Consciência negra pode significar, em suma, a percepção da pessoa negra em relação às suas origens, no entendimento das raízes culturais e históricas dos seus antepassados. A consciência negra também representa a identificação da causa e luta dos ancestrais africanos que desembarcaram no Brasil e trouxeram consigo toda a cultura, costumes e tradições do seu povo. É ter em mente que a escravidão foi abolida, mas que ainda há muita coisa a ser mudada no que diz respeito aos direitos da pessoa negra. O conceito também traduz o sentimento de pertencimento do negro, não como apenas um “apêndice” da sociedade dominada pela classe branca, mas como um ser de valor e que faz ...

    Leia mais
    (Larissa Isis/Veja SP)

    Prefeitura de São Paulo promove Mês da Consciência Negra

    De 01 a 30 de novembro, a Secretaria Municipal de Cultura apresenta mais de 750 atividades. Nomes como Jorge Ben Jor, Conceição Evaristo, Emicida, Liniker, Drik Barbosa, Thaide, Negra Li, Edi Rock, Tássia Reis, KL Jay, Linn da Quebrada, MV Bill, Zézé Mota, Majur e Aláfia são alguns dos destaques do evento Da Prefeitura de São Paulo Tássia Reis (Larissa Isis/Veja SP) Um dos destaques do calendário integrado da cidade, o Agendão, do programa São Paulo Capital da Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, o Mês da Consciência Negra celebra a importância da cultura negra na formação do povo brasileiro e promove a reflexão da ancestralidade africana, fundamental para a identidade do país. Realizado entre os dias 01 e 30 de novembro, o evento conta com mais de 750 atividades, majoritariamente protagonizadas por artistas negros, entre encontros, shows, palestras, cinema, dança, circo, teatro, ...

    Leia mais
    Baile charme vai celebrar o Dia da Consciência Negra em Cabo Frio, no RJ — Foto: Divulgação | Fresh Baile Charme

    Baile charme vai celebrar o Dia da Consciência Negra em Cabo Frio, no RJ

    Evento será realizado às 17h deste domingo (25), na casa de show Closet Pub, no Boulevard Canal. Ingressos custam R$ 15 antecipados e R$ 20 no local. Do G1 Baile charme vai celebrar o Dia da Consciência Negra em Cabo Frio, no RJ — Foto: Divulgação | Fresh Baile Charme O "Fresh Baile Charme" vai celebrar o Dia da Consciência Negra às 17h deste domingo (25) na casa de show Closet Pub, no Boulevard Canal, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Os ingressos antecipados custam R$ 15 e podem ser comprados nas lojas Fly (Praia do Forte), Love Salad e Chilli Beans (Shopping Park Lagos). Na bilheteria, a entrada custa R$ 20. De acordo com a organização, o evento terá atrações como os DJs Lucas Barna e Brunin Show. Durante o evento, serão realizados sorteios, feira afro, entre outras surpresas. O baile terá ...

    Leia mais
    Divulgação/Reprodução/Facebook

    São Paulo: XV Marcha da Consciência Negra

    Divulgação/Reprodução/Facebook Dia 20/11/2018, concentração ás 13h,* no Vão do Masp. Do Facebook  RACISMO NÃO!!! Negros e Negras resistem e marcham por direitos, pela democracia e contra o fascismo. MARCHAM pelo Poder para o Povo Preto MARCHAM pela Liberdade de expressão e a Liberdade Religiosa. MARCHAM por Marielle, Anderson, Moa do Catende e Charlione Lessa. MARCHAM por Marcelo Dias, por cada jovem negro morto pelo genocídio e por cada Mulher Negra morta pelo feminicido. MARCHAM contra a Homofobia, contra toadas as formas de Violência, contra a Intolerância o descaso e a Xenofobia. NEGROS e NEGRAS * *MARCHAM pelo direito a viver uma vida digna, sermos livres e respeitados na nossa Diversidade, Pluralidade. #RACISMONÃO #20NOV #VidasNegrasImportam #DiadeResistencia

    Leia mais

    Agenda única de eventos em novembro celebra a consciência negra na UFMG

    Iniciativa, que une comunidade e gestão, integra formação, informação e expressão cultural Da UFMG A obra 'Nina Simone' (aquarela sobre papel) lembra a cantora e ativista pelos direitos dos negros/ Arte:Adriana Santana Estudantes, servidores técnicos e docentes e instâncias diversas da UFMG uniram-se para construir uma agenda de atividades que celebra neste mês a consciência negra. A programação do Novembro negro: reflexões e práticas sobre ser negro,  que será realizado de 5 a 23 de novembro, tem o intuito de promover reflexão sobre a presença do negro na sociedade e na Universidade. “A iniciativa visa à troca de afetos, à valorização e à visibilidade das práticas e saberes da negritude, bem como à formação e ao debate sobre asas relações raciais, a fim de promover uma cultura antirracista”, diz a diretora de Ações Afirmativas da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, Daniely Reis Fleury. Segundo ela, as atividades vão abordar ...

    Leia mais
    Arquivos pessoais

    Uma lista para 365 dias de consciência negra

    CERTA VEZ, A ESCRITORA Ana Maria Gonçalves me disse que novembro é o mês em que ela mais trabalha. Muitos convites de palestras, bate-papos e seminários. Cruza o país de cabo a rabo. Outro dia, encontrei o empreendedor e comunicador Raull Santiago, e ele me disse que está cansado de ser convidado para falar sobre favela, violência, morte de jovens negros. Que é muito mais do que isso. Mas ser negro e morar no Complexo do Alemão, na percepção de muitos, o reduz. Por Cecília Olliveira, do The Intercept Foto: Arquivos pessoais Leia a matéria completa aqui   

    Leia mais
    Divulgação:E.C. Bahia

    Bahia homenageará mês da Consciência Negra em camisa contra a Chapecoense

    O Bahia aproveitará o jogo deste domingo (4), contra a Chapecoense, na Arena Fonte Nova, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro, para realizar uma ação em homenagem ao Mês da Consciência Negra. no Esporte UOL Divulgação:E.C. Bahia O time tricolor irá estampar nas costas de suas camisas os nomes de 20 homenageados para destacar o início do 'Novembro Negro'. "O período é dedicado à reflexão sobre a inserção do povo negro na sociedade brasileira e a data exata (20/11) foi escolhida por coincidir com a morte de Zumbi dos Palmares, em 1695", diz nota divulgada pelo clube tricolor neste sábado (3). Ao longo de 2018 o Bahia já realizou ações em homenagem à luta dos povos indígenas (contra o Atlético-PR), das pessoas com deficiência (Palmeiras) e das mães com filhos desaparecidos (São Paulo), assim como iniciativas contra intolerância religiosa, machismo e homofobia, entre outros temas. Confira as histórias dos homenageados divulgadas pelo Bahia: ZUMBI (1655-1695) Conhecido como ...

    Leia mais
    Divulgação

    Semana da Consciência Negra da UFABC

    De 05 a 09 de novembro de 2018 Do UFABC Divulgação Apresentação O evento tem como objetivo reunir pesquisadores/as, ativistas e estudantes da área de relações étnico-raciais para debater as principais tendências e desafios dos temas que a integram. A ação proposta tem como principal justificativa a necessidade de visibilizar, no interior da Universidade Federal do ABC, as reflexões políticas e os estudos acadêmicos sobre a realidade da população negra brasileira. Nesse sentido, a ação se concretizará por meio da realização de mesas temáticas, minicursos, atividades culturais e oficinas.   Programação 05 de novembro (segunda-feira) Horário Atividade Palestrantes 14:00-16:00 Mesa: “Ações afirmativas na pós-graduação” - Márcia Lima (USP) - Paris Yeros (UFABC) 19:00-21:00 Mesa: “Existência, resistência e (re)existência negra na sociedade do esquecimento: entre o racismo e os saberes tradicionais do candomblé” - Sidnei Barreto Nogueira (Professor Doutor e Babalorixá) - Iyá Omin Efun Lade Jiku (Ilê Asé Jiku ...

    Leia mais
    imagem- PublishnNews

    Blooks Livraria realiza seu primeiro ciclo ‘Outras histórias do Brasil’

    Durante o mês de novembro livraria realiza uma série de debates sobre racismo e antirracismo no Rio no Publish News imagem- PublishnNews A Blooks Livraria prepara para o mês de novembro, uma série de debates sobre racismo e antirracismo no 1º Ciclo Outras histórias do Brasil: Resistências e reparações, confirmando sua vocação de investir e dar visibilidade aos eixos temáticos Africanidades, Estudos de Gênero e Indígenas em seu acervo. No mês da Consciência Negra, a livraria reservou quatro segundas-feiras para inaugurar as homenagens do período e consolidar sua atuação como espaço ininterrupto de diálogo e novos debates para a reparação histórica da população negra. O ciclo começa no dia 5, com o tema Militância e o Protagonismo Preto, no dia 12 o assunto será a Dororidade e Feminismo Negro. Na segunda-feira seguinte (19), será a vez de falar sobre Ficção, Não-Ficção e as Histórias Afro-Atlânticas, e ...

    Leia mais
    Foto- Divulgação - O Parana

    Mês da Consciência Negra terá mais de 90 eventos no Paraná

    A Secretaria de Estado da Cultura promoverá eventos em todo o Paraná em celebração ao Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro. São 92 atividades culturais durante todo o mês, incluindo oficinas, palestras e debates que colocam a questão do negro, do preconceito e do papel dele na sociedade no centro das discussões. As ações são desenvolvidas com a participação de parceiros e dos municípios. por AEN no O Parana De acordo com o secretário estadual da Cultura, João Luiz Fiani, as comemorações do Mês da Consciência Negra contribuem para fortalecer o papel de protagonista do negro na sociedade, em especial na área da cultura. “O Mês da Consciência Negra é uma forma de valorizarmos as manifestações culturais e de aumentarmos a representatividade do negro nas decisões das políticas públicas, em especial, na área da cultura”, destaca o secretário. A programação tem início no dia 1º com ...

    Leia mais
    Contos Negreiros do Brasil - foto: Leticia Godoy

    No mês da Consciência Negra, Contos negreiros do Brasil realiza temporada especial por cidades do Rio de Janeiro e São Paulo

    Com texto de Marcelino Freire, espetáculo desconstrói o mito da democracia racial e apresenta a realidade enfrentada pela população negra no Sopa Cultural Contos Negreiros do Brasil - foto: Leticia Godoy O estudante, o gay, o menor infrator, a prostituta e a idosa. Em comum, a cor da pele. São todos negros. Esses personagens ajudam a traçar o panorama histórico-social do projeto “Contos negreiros do Brasil”, um espetáculo-documentário sobre a condição de homens e mulheres cuja pele escura determina a maneira como são vistos, retratados e julgados pela sociedade. Desde a estreia, em maio de 2017, a peça com texto de Marcelino Freire e direção de Fernando Philbert acumula elogios e olhares atentos do público e da crítica. Mexe numa ferida que muitos, ingenuamente, julgavam cicatrizada. Aborda as dores e os medos de parte tão expressiva da população, mas não se esquece também de suas paixões, ...

    Leia mais
    Página 1 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist