Consciência Negra: 10 livros para entender mais sobre a luta antirracista

Enviado por / FontePor Thiago Varella, de ECOA

Uma boa maneira que temos para ter mais consciência da realidade e o contexto que cerca nossas vidas é por meio da leitura. Por isso, neste Dia da Consciência Negra, separamos dez livros escritos por autores negros que falam de temas como racismo, igualdade e luta racial.

Escolhemos autores brasileiros de renome como Djamila Ribeiro, Conceição Evaristo, Silvio Almeida e Emicida, e também estrangeiros, como Michelle Obama e Angela Davis. Para você que prefere ler virtualmente, é possível encontrar essas obras no Kindle Unlimited, serviço da Amazon que reúne mais de um milhão de e-books.

Confira abaixo os livros indicados:

Pequeno manual antirracista – Djamila Ribeiro

Preço: R$ 14,10*

Comprar

A filósofa Djamila Ribeiro é uma das maiores autoridades do país quando o assunto é negritude e racismo. Este livro é um pequeno manual com onze lições curtas para entender as origens do racismo e como combatê-lo. Djamila explica que a prática antirracista é urgente, se dá nas atitudes mais corriqueiras e é uma luta de todas as pessoas.

Minha História – Michelle Obama

Preço: R$ 31,90*

Comprar

Michelle Obama foi a primeira negra a se tornar primeira-dama dos Estados Unidos. Além disso, ela se tornou uma porta-voz das mulheres e meninas no mundo todo. Neste livro, ela apresenta suas memórias, desde sua infância em Chicago, passando por seus anos como executiva até a chegada à Casa Branca, ao lado do marido, Barack Obama.

Racismo Estrutural – Silvio Almeida

Preço: R$ 18,90*

Comprar

Silvio Almeida é outro intelectual brasileiro contemporâneo que precisa ser lido. Neste livro, ele fala sobre o racismo institucional. Muito mais do que a ação de indivíduos com motivações pessoais, o racismo está presente nas instituições e na cultura. Isso gera condições desiguais para boa parte da população.

Olhos D’Água – Conceição Evaristo

Preço: R$ 17,50*

Comprar

Conceição Evaristo é uma das grandes escritoras brasileiras da atualidade. Em Olhos D`água, ela fala da população afro-brasileira e aborda a pobreza e a violência urbana que atingem em cheio essa parcela da sociedade brasileira. Seus contos sempre apresentam uma significativa galeria de mulheres, sempre com muitas mães. Nesta obra, são recriadas com firmeza e talento as duras condições enfrentadas por boa parte da comunidade afro-brasileira.

Mulheres, raça e classe – Angela Davis

Preço: R$ 40,50*

Comprar

Este é um dos livros fundamentais para entender as opressões. Angela Davis é uma das maiores ativistas norte-americanas e se tornou mundialmente famosa pela militância pelo direito das mulheres e contra a discriminação racial.

Racismo Recreativo – Adilson Moreira

Preço: R$ 17,90*

Comprar

Neste livro, o doutor em Direito Adilson Moreira explica detalhadamente os conceitos de racismo e injúria racial. O auto explicita, por exemplo, o viés racista da Justiça brasileira quando sentencia que programas humorísticos que reproduzem estereótipos raciais não são discriminatórias por promoverem a descontração das pessoas.

Americanah – Chimamanda Ngozi Adichie

Preço: R$ 39,99*

Comprar

Este romance conta a história de Ifemelu, que sai da Nigéria e muda-se para os Estados Unidos. Por lá, se depara pela primeira vez com a questão racial. Ifemelu vira uma blogueira de sucesso nos EUA, mas volta para a Nigéria para encontrar um país muito diferente do que deixou. Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero.

A autobiografia de Martin Luther King – Clayborne Carson e Martin Luther King

Preço: R$ 43,10*

Comprar

Martin Luther King foi um dos maiores símbolos da luta por igualdade, justiça e paz da humanidade. Este livro tem base em um arquivo inédito de textos autobiográficos do próprio King, incluindo cartas e diários não publicados, assim como filmes e gravações.

Amoras – Emicida

Preço: R$ 20,90*

Comprar

Essa lista também conta com livros infantis. Amoras é escrito pelo rapper Emicida, um dos artistas mais influentes hoje no Brasil. Na obra, ele fala da importância de nos reconhecermos no mundo e nos orgulharmos de quem somos.

O Pequeno Príncipe Preto – Rodrigo França

Preço: R$ 24,21*

Comprar

Em um minúsculo planeta, vive o Pequeno Príncipe Preto. Quando chegam as ventanias, o menino viaja por diferentes planetas, espalhando o amor e a empatia. Rodrigo França traz essa delicada história no formato de conto, fazendo uma narrativa que fala da importância de valorizarmos quem somos e de onde viemos.

*Os preços e a lista foram checados no dia 19/11/2020 para atualizar esta matéria. Pode ser que eles variem com o tempo.

+ sobre o tema

Brasil finalmente considera mulheres negras em documento para ONU

Finalmente o governo brasileiro inicia um caminho para a...

Fórum da ONU em Genebra discute desenvolvimento econômico dos negros

No terceiro dia do 3º Fórum Permanente de Pessoas...

Instituto Geledés promove evento sobre empoderamento econômico para população negra

O Geledés – Instituto da Mulher Negra realizou nesta...

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)...

para lembrar

A Invenção de Zumbi – por Sueli Carneiro

Bendito vidro moído nos bofes do Senhor bendita a...

O (polêmico) mês da Consciência Negra.

Para começo de conversa, vale explicar que o dia...

A Consciência de Todo Dia

Dia 20 já passou. O mês de novembro já...
spot_imgspot_img

Educação antirracista é fundamental

A inclusão da história e da cultura afro-brasileira nos currículos das escolas públicas e privadas do país é obrigatória (Lei 10.639) há 21 anos. Uma...

USP libera mais de 900 livros para baixar de graça; faça o download

A grana está curta para comprar livros? Temo uma excelente notícia! A Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza uma biblioteca virtual com mais de 900 livros...

“Perda de aulas por tiroteios na Maré agrava desigualdade”

Desde 2014 à frente da editora Caixote, a jornalista e escritora carioca Isabel Malzoni mergulhou no universo das violências sofridas por crianças e adolescentes que moram no complexo...
-+=