Tag: diversidade

    blank

    Pela primeira vez em 380 anos, Harvard tem maioria ‘não branca’ de calouros

    Entre os calouros que iniciam o ano letivo neste mês na universidade, que formou mais presidentes americanos do que qualquer outra, 50,8% vêm de minorias. Nos 380 anos de história da prestigiada instituição, é a primeira vez que isso acontece, segundo os números oficiais. No ano passado, o percentual foi de 47,3%. Americanos de ascendência asiática são 22,2% do total, seguidos pelos afro-americanos, com 14,6%. Os estudantes hispânicos e latinos respondem por 11,6% dos ingressantes e os descendentes de índios americanos e de habitantes das ilhas do Pacífico, juntos, somam 2,5%. O marco histórico foi divulgado apenas dias depois de Harvard se ver em meio a uma polêmica relacionada a ações afirmativas que envolveu o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e o jornal The New York Times. No dia 1º de agosto, a publicação afirmou em reportagem que o órgão estava se preparando para processar universidades cujas políticas de ...

    Leia mais
    blank

    ‘Nude não é uma cor, mas sim um conceito’

    Quando lançou sua primeira coleção de sapatos nudes em 2013, o designer Christian Louboutin definiu perfeitamente o “espírito da coisa”, ao explicar que ‘nude não é uma cor, mas sim um conceito’. no Hypeness Na época, 5 tons de um único modelo de sapato foram lançados. De lá pra cá, a marca adicionou alguns itens ao seu seleto catálogo, como uma linha de sapatilhas e mais duas variações de tons de pele para a linha lançada cinco anos atrás. E no último dia 28, ao lançar sua próxima coleção de verão, o designer anunciou mais dois modelos de sapato que estarão disponíveis em diversos tons de nude. Um deles é o Christeriva, uma sandália com tiras para amarrar no tornozelo, e o Cherrysandal, com salto plataforma com detalhes em PVC. Mesmo com um valor bastante elevado, esse é um importante passo para a indústria, uma vez que as grandes labels ...

    Leia mais
    blank

    Leonardo Vieira: “Tem gente desonesta por aí e estão se importando com a minha sexualidade?”

    Em um ensaio especial e colorido para a QUEM, Leonardo Vieira abre o coração. Fala sobre a homossexualidade e a lenta aceitação da família. E destaca a dificuldade de viver o preconceito também na carreira de ator. O carioca, criado no Leblon, afirma que as pessoas deveriam se preocupar mais com os rumos da política brasileira do que com quem ele beija na boca e aponta a importância de se falar sobre a diversidade sexual. Aos 48 anos, o ator, que já provou o estrelato na década de 90, vivendo Zé Inocêncio, de Renascer, acha que a TV não está preparada para dar o posto de galã a um gay. Na entrevista a seguir, ele, que namora há cinco anos, afirma que quer adotar um filho. Por Bete Antunes no Revista Quem Você divulgou uma carta falando sobre sua homossexualidade, em janeiro, depois de ser fotografado beijando outro homem. Por ...

    Leia mais
    blank

    9 novos super-heróis da Marvel contra o preconceito

    Homens fortes, viris, brancos e bonitos. Este era o padrão nas HQs de heróis. Super-Heróis estampando na capa um modo do público reconhecer que pra ser “super” em alguma coisa precisava se espelhar naquele homem de uniforme. As crianças - assim como adolescentes e adultos - ficam fascinadas com as tramas envolvendo poderes, garotas indefesas e vilões maléficos. No século XXI, a tendência para a desconstrução desses padrões, que refletiam a autoestima e identificação dos nossos jovens no mundo a fora, precisava ganhar ascensão. Contudo, pairamos no século XX. Heróis negros não são recebidos com tanto sucesso quanto um herói branco; heroínas são alvo de piadas - questionando o poder feminino; e heróis LGBTs são colocados contra a parede, num preconceito heteronormativo.  por Douglas Hinckel no Info Geek Corp A famosa marca editorial de quadrinhos Marvel Comics está pra lançar uma linha de histórias envolvendo os substitutos de heróis tradicionais, ...

    Leia mais
    blank

    Shonda Rhimes faz um discurso poderosíssimo sobre inclusão na TV

    Já está podendo colocar a coroa de “Rainha da TV” na Shonda Rhimes? Já não basta ela produzir as séries “Scandal”, “How to Get Away With Murder” e “Grey’s Anatomy”, ela ainda fez um discurso pra lá de incrível sobre seu papel em deixar a televisão mais inclusiva. Por Felipe Dantas Do Papel Pop O samba (podemos chamar assim?) aconteceu no baile da Campanha de Direitos Humanos neste sábado (14). Ela foi honrada no evento pela inclusão da comunidade LGBT em programas aclamados e arrasou demais dizendo o que leva ela a fazer tudo isso. Veja bem, Shondaland, o mundo imaginário de Shonda, tem existido desde meus 11 anos. Eu o criei na minha mente como um lugar para minhas histórias. Um lugar seguro. Um espaço para meus personagens existirem. Um espaço para EU existir até encontrar minha gente no mundo real. Eu odeio demais a palavra “diversidade”. Sugere…alguma coisa além. Como ...

    Leia mais
    blank

    Yung Mavu, rapper belga de 16 anos denuncia a falta de diversidade em Harry Potter

    O mundo precisa se renovar, e ninguém, nem mesmo o mais amado dos personagens recentes, está livre de ser questionado – de forma geral, é essa a grande questão ao redor do mais novo viral a surgir da internet. Trata-se do rap Black Magic, do rapper belga Yung Mavu, que alcançou dois milhões de visualizações em poucos dias ao escrever uma letra que, na mesma medida, elogiava a saga de Harry Potter, e a criticava pela falta de diversidade e pela pouca representatividade negra na história. Onde estão os protagonistas negros no universo do bruxo criada por J.K. Rowling? Vestido como um Harry Potter negro, utilizando como base samples dos temas do filme, Yung Mavu criou aos 16 anos uma música bem feita e um videoclipe eficiente e direto – misturando questionamentos importantes com um dos temas preferidos da juventude de hoje. O resultado não poderia ser outro: Yung se tornou ...

    Leia mais
    blank

    ‘Empresa com política de diversidade entende melhor o cliente’

    Especialista em diversidade étnico-racial, consultora Patrícia de Jesus defende que empresas que incluem minorias no corpo de funcionários estão mais aptas a ganhar mercado Por Nayara Fraga, para Época Negócios Em uma segunda-feira fria do inverno paulistano de 2005, Patrícia Santos de Jesus, à época com 25 anos de idade, chegou para trabalhar com um visual diferente. No lugar dos cabelos cacheados ou escovados, ela estava de trança estilo afro (um penteado que exigiu quatro horas do sábado no salão de beleza). Os colegas acharam lindo, com exceção da diretora. "Patrícia, esse cabelo é sujo, ele não representa o ambiente corporativo", ela ouviu da chefe. "Ele não representa o dress code da empresa. Vai para casa tirar a trança." Patrícia se recusou. A pouco tempo do casamento, foi demitida. Formada em pedagogia, com pós-graduação em gestão de pessoas e MBA em administração, Patrícia, hoje, trabalha para que episódios como esse ...

    Leia mais
    blank

    Alunos brancos são expulsos de universidade federal após fraudarem sistema de cotas

    Reitoria da UFPel (RS) decidiu cancelar as matrículas das 24 pessoas do curso de medicina por fraude em sistema de cotas. Denúncia foi publicada pela Ponte Jornalismo em 9 de dezembro deste ano Fonte: Ponte por Giorgia Cavicchioli Estudantes brancos que fraudaram o sistema de cotas para negros e indígenas para entrar no curso de medicina da UFPel (Universidade Federal de Pelotas), do Rio Grande do Sul, foram expulsos da instituição. A decisão foi confirmada nesta sexta-feira (30/12). A reitoria decidiu cancelar as matrículas e desligar, ao todo, 24 pessoas. Nota publicada no site da própria universidade diz que a resolução foi “em função do não reconhecimento da condição de cotistas”. Os estudantes que fraudaram o sistema, que tiveram seus recursos negados, já foram comunicados do desligamento. A faculdade de medicina também já foi notificada das expulsões. Para preencher as vagas, a reitoria da Universidade decidiu que abrirá um edital no ...

    Leia mais
    blank

    Empresária de SP cria bonecas que fogem do padrão e conquista clientes

    As chamadas bonecas inclusivas são de todas as raças e cores. Empresária transformou antigo desejo da infância em fonte de renda. Fonte: G1 Uma empresa em São Paulo fabrica brinquedos que ajudam a deixar o mundo melhor, para a criançada aprender, desde pequenininha a não ser preconceituosa. São as chamadas bonecas inclusivas, que são de todas as cores e raças. Uma empresária de São Paulo decidiu investir num sonho de infância e fazer bonecas de pano que fogem do padrão das grandes indústrias. “Na minha infância, eu queria a boneca negra para levar na escola, nos passeios, como extensão da minha família. Quando éramos pequenas, no dia do brincar, podia levar boneca e no Brasil os papais não encontravam, aí a vovó tinha que confeccionar pra gente poder realizar o sonho de ter a referência nossa, de conduzir a boneca negra”, conta a empresária Antônia Joyce Venâncio. Foram anos convivendo ...

    Leia mais
    blank

    Modelo negra recria campanhas de moda para criticar falta de diversidade na indústria

    É comum ver modelos brancas e magras em anúncios e campanhas de moda pelo mundo. Algo comum, porém, que serve de alerta para uma questão muito mais preocupante e relativizada em nossa sociedade. Para a modelo liberiana Deddeh Howard, trata-se pura e simplesmente de preconceito e falta de diversidade racial na indústria da moda. Na série fotográfica “Black Mirror” (sacou o trocadilho?), Deddeh aparece no lugar de modelos como Gisele Bündchen, Gigi Hadid, Kendall Jenner e Kate Moss, provando que esse universo permanece restrito e repleto de obstáculos para modelos negras. Do Virgula “Eu já frequentei inúmeras agências de modelos e sempre fui comparada a uma ou outra modelo negra que eles tinham no ‘catálogo’. Mesmo que elogiassem minha beleza, meu talento e meu estilo, eles costumavam afirmar que não poderiam me agenciar por já ter uma modelo negra para trabalhos, embora as modelos brancas não fossem dispensadas com a mesma ...

    Leia mais
    blank

    Conheça as 4 representantes da diversidade na política dos Estados Unidos

    Os Estados Unidos elegeram Donald Trump como seu presidente – mesmo que Hillary Clinton tenha ganhado por voto popular -, provando que o país está sim recheado de pessoas que compraram um discurso xenofóbico, racista e machista. Mas nem tudo está perdido. Essas eleições também colocaram 4 representantes da diversidade em cargos altos da política em diversos estados. por Isabela Faggiani no Ondda Quatro mulheres estão servindo agora como a esperança de milhões de mulheres estadunidenses que ficaram devastadas com a eleição de Trump. E não é só isso: as eleitas não representam apenas as mulheres, representam também os imigrantes, os negros e os LGBT. Conheça essas 4 representantes da diversidade que têm o poder de fazer a diferença até as próximas eleições dos EUA, em 2020: Kamala Harris – Senadora eleita pelo estado da Califórnia. Kamala é advogada e será a única senadora negra e também a primeira indiana-americana no senado estadunidense. Ela ...

    Leia mais
    blank

    Leandro Karnal: A Não Aceitação Das Diferenças Faz Do Mundo Um Lugar Horrível

    Nem todo preconceito gera uma discriminação. Mas toda discriminação parte de um preconceito. É necessário que estudemos os nossos preconceitos a fim de que eles não se transformem em discriminação. Pois, tudo o que o inferno significa está contido na palavra “discriminação” porque dela flui: a xenofobia, homofobia e todas as outras palavras usadas para conceituar o comportamento do indivíduo que não aceita as diferenças. Não aceita ao ponto de odiar aqueles a quem ele julga “diferentes”. Do Portal Raízes A discriminação quando não autocriticada pode desencadear fobias. Segundo o pesquisador Paul Errara, a palavra fobia é derivada da palavra grega para terror ou estrangulamento. Phobosera um deus grego que causava pânico e medo entre os inimigos daqueles que o adoravam. Nos últimos dias assistimos a notícia de um massacre numa boate gay em Orlando. O atirador homofóbico matou 50 pessoas e 53 ficaram feridas. Se ainda não sabemos lidar com as ...

    Leia mais
    blank

    Negros na publicidade: Apple faz diversidade racial parecer natural, como deveria ser

    Diversidade não deveria que ser tão relacionada à política, apesar da necessidade, porque é uma questão de representatividade. Negros na propagada não deveriam ser lidos como cotistas, dentro de um plano de ações afirmativas. Números não mentem e nós negros somos a maioria da população, portanto deveria ser normal ter mais negros nas propagandas. É coerente. Por Silvia Nascimento Do Mundo Negro No entanto, quando vemos negros e negras em campanhas de grandes marcas, celebramos e agradecemos as marcas por nos representar. Oras, eles estão fazendo o que a maioria dos competentes publicitários do planeta fazem, que é olhar o mundo fora da sua caixinha, fora do seu círculo social e familiar, sem filtro e com senso de realidade se apoiando em dados estatísticos e obviamente, visando o lucro. Os nossos publicitários das grandes agências que são tão bem-nascidos e viajados, amantes das novas tendências, deveriam se inspirar na Apple para o ...

    Leia mais
    Maurício Requião

    Quem É Ouro no Brasil

    As fotos revelam que a principal fonte de medalhas de ouro das Olimpíadas foi a população negra, que segundo o IBGE é formada por pretos e pardos. Por Helio Santos Do Brasil de Carneeosso Tenho dito que a periferia brasileira é ouro puro; figuração que faço para evidenciar a riqueza que ali sobrevive. Nada vale mais nesse planeta do que talento, mais que o próprio ouro. E convenhamos: esse material é abundante em nossos bairros periféricos, favelas, cortiços e invasões. As Olimpíadas que acabaram de se encerrar no Rio comprovou de forma cabal o que dissemos recentemente aqui nessa página. Sempre lembro que, apesar de dispormos de fartos veios de ouro puro, optamos pelas bijuterias. Ou seja: valorizamos os bem-nascidos que não precisam se empenhar para manter seus privilégios. O resultado é o país que nos resta: baixa capacidade de crescimento com inclusão; jejum completo de Prêmios Nobel e medíocre pontuação ...

    Leia mais
    blank

    ‘Agosto Negro’ traz debate sobre Ações Afirmativas, Gênero e Diversidade

    Durante todo o mês, a cidade de Lauro de Freitas recebe atividades do Agosto Negro, que é uma realização da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas (PMLF), através da Superintendência de Promoção da Igualdade Racial (Supir) e da Secretaria de Educação (Semed). Do Tribuna da Bahia  Ontem (10) aconteceu o IV Seminário Internacional de Ações Afirmativas, Gênero e Diversidade na Unime (União Metropolitana de Educação e Cultura), e hoje (11) haverá uma reapresentação do seminário das 8h às 12h. Já na terça-feira (23), será apresentado no Cine Teatro o Espetáculo Áfricas. O objetivo da ação é promover análises que auxiliem a superação do discurso e práticas hegemônicas, além de fortalecer a capacidade do setor público na identificação e prevenção a práticas discriminatórias de raça e gênero. Ao longo do mês serão realizadas diversas atividades para o fortalecimento da promoção da igualdade racial. Mais informações através do telefone 3369-9959 (Supir) e ...

    Leia mais
    blank

    Abertura da Rio 2016 acertou na diversidade

    Esta é a Olimpíada com mais mulheres da história e, também, é a primeira em que os atletas transgêneros poderão participar sem a necessidade da cirurgia Por Amanda Negri Do Azmina Apesar das inúmeras polêmicas nas obras das Olimpíadas, algumas hipocrisias na mensagem ambiental e a cara de “poucos amigos” de Michel Temer, precisamos falar que a abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 acertou no quesito diversidade. Conseguiu arrepiar até os mais críticos da realização do evento. Com efeitos visuais incríveis, fomos surpreendidos, finalmente, com uma representatividade fiel à nossa população. Durante a apresentação de nossa história nacional, o primeiro contato de indígenas e portugueses foi conduzido diferentemente da representação clássica da colonização, não de maneira amistosa, mas de estranhamento entre eles. Esta é a Olimpíada com mais mulheres da história e, também, é a primeira em que os atletas transgêneros poderão participar sem a necessidade da cirurgia. A modelo transexual Lea T. conduziu ...

    Leia mais
    blank

    Goethe-Institut seleciona dez projetos para o seu espaço de residência “Goethe na Vila” na Vila Itororó

    Conhecido globalmente por promover a aliança intercultural através do diálogo e do intercâmbio no campo das artes e da cultura, o Goethe-Institut concebeu o “Goethe na Vila”, um espaço para projetos culturais sem fins lucrativos no complexo da Vila Itororó, na Bela Vista, em São Paulo. Enviado para o Portal Geledés  Com o objetivo de potencializar e diversificar a participação de pessoas e coletivos interessados no espaço, o Goethe-Institut São Paulo lança chamada para projetos que se empenhem na dinamização e na experimentação do espaço na “Casa 8” da Vila Itororó, imóvel que integra o complexo que reúne 37 casas construídas na década de 1920. Serão selecionados 10 projetos que deverão ser executados de fevereiro a dezembro de 2017. O Goethe-Institut oferecerá suporte financeiro de até doze mil reais para cada projeto escolhido, que ativará a casa por um mês. Um júri selecionará esses projetos, a partir do interesse das ...

    Leia mais
    blank

    Emma Watson vai à peça de Harry Potter e tieta atriz que vive Hermione

    Conhecida por ter interpretado a personagem Hermione em todos os filmes da saga "Harry Potter", Emma Watson promoveu um encontro histórico em Londres na última quarta-feira (6).A atriz foi assistir à peça " Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" e se encontrou com Noma Dumezweni, atriz que vive a bruxinha no teatro. "Ontem fui assistir a 'Cursed Child'. Cheguei sem ter ideia do que esperar e foi incrível. Algumas coisas na peça foram, eu acho, possivelmente ainda mais lindas que nos filmes. Depois de assistir, me senti ainda mais conectada com Hermione e as histórias do que quando 'As Relíquias da Morte' foi lançado, o que foi uma bênção. Conhecer Noma e vê-la no palco foi como encontrar meu eu futuro e ouvir dela que tudo vai ficar bem, o que é bem reconfortante (e emotivo!), como você pode imaginar. O elenco e a equipe me receberam como se eu ...

    Leia mais
    blank

    O Oscar, enfim, escutou: diversidade importa

    Há algo de novo no reino dos homens brancos de mais de 60 anos que dominam a Academia de Hollywood – e tantos problemas de representatividade tem causado nos últimos anos. Por CLARICE CARDOSO, do Tela Tela  Após anos fazendo ouvidos moucos para as questões de diversidade apontadas por artistas, jornalistas e profissionais do audiovisual, os organizadores de um dos prêmios mais visados da categoria anunciaram esta semana que convidaram 683 artistas para integrar a Academia, com foco principal em mulheres e minorias. Deste total, 46% são mulheres e 41% são negros. Entre 2011 e 2013, as mulheres eram apenas 30% do total de convidados, número que caiu para 25% em 2014 e 2015. A lista de convidados traz pessoas oriundas de 59 países. De todos, 28 são vencedores do Oscar. As idades variam de 24 anos a 91 anos. Confira a lista completa. Há na lista 283 membros internacionais, entre os quais estão ...

    Leia mais
    Foto: Flávio Florido

    Escola Sem Partido: Doutrinação comunista, Coelho da Páscoa e Papai Noel

    O bicho está pegando na educação. É tanto problema que você pode montar o seu combo: roubo de merenda, escolas ocupadas, universidades em greve (e quebradas), proposta de teto orçamentário ameaçando investimentos na área, Plano Nacional de Educação completando dois anos sem NENHUMA meta cumprida e por aí vai. Foto: Flávio Florido Por Leonardo Sakamoto Do Blog do Sakamoto Mas a julgar pelo que se passa na Congresso Nacional e na mídia, o grande mal da educação brasileira tem outro nome: “Doutrinação Político-Partidária”. A questão é a bandeira principal do movimento Escola Sem Partido, aquele mesmo defendido por um dos maiores especialistas em Pedagogia (FROTA, Alexandre), em encontro com o ministro Mendonça Filho no fim do mês passado. O ESP não consta da pauta de reivindicações ao titular interino do MEC, como mostrou a agência Lupa. Mesmo assim, o papo descontraído agradou o presidente do movimento, o ...

    Leia mais
    Página 2 de 5 1 2 3 5

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist