Tag: Feminista

    Dilma-e-as-donzelas

    Feministas comemoram escolha de nova ministra das Mulheres

    Companheiras de cadeia. Dilma, Eleonora, Guiomar, Cida e Rose na época em que foram presas. Eleonora é uma das Donzelas da Torre   Eleonora com a presidenta Dilma em janeiro de 2012 por Conceição Lemes A presidenta Dilma deve anunciar ainda hoje a nova ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres. É Eleonora Menicucci de Oliveira, pró-reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A ministra Iriny Lopes deixa o governo, para disputar a Prefeitura de Vitória pelo PT. A escolha de Eleonora está sendo comemorada pelas feministas do Brasil inteiro. Fátima Oliveira, médica e escritora: "Pela primeira vez a Secretaria de Mulheres será ocupada por uma feminista histórica, comprometida com as lutas populares e democráticas. Eleonora foi uma das mulheres que ajudaram a construir a política brasileira de Atenção Integral à Saúde da Mulher. Axé, Eleonora! Temos certeza de que você saberá levar adiante as nossas batalhas, considerando ...

    Leia mais
    luka

    A autonomia política das mulheres só é válida para as feministas?

    Algo muito importante que precisa ser relembrando vez ou outra é a necessidade de reconhecer a autonomia política das mulheres, ou seja, a possibilidade de nós podermos formular, pensar e resolver questões políticas sem necessariamente ter por trás de nós um homem pensando ou formulando. É por isso a reivindicação de termos mais mulheres nas direções das organizações políticas, pois como pensar política feminista não sendo objeto da opressão machista? por Luka   Coloco esta discussão por não ser nada eventual depararmos entre as próprias mulheres e feministas questionamentos se esta ou aquela figura organiza sua vida política por conta do seu relacionamento pessoal com alguém, não é raro ouvirmos que uma estudante começou a acompanhar as atividades do movimento por causa do carinha barbudo com quem ela começou a namorar, ou a sindicalista que defendeu em assembléia do sindicato política tal por ser apaixonada pelo dirigente y da entidade. ...

    Leia mais
    Homem feminista-ser ou no ser

    Homem feminista: ser ou não ser?

    No último texto, expliquei as razões que me fazem acreditar porque homens podem, sim, ser feministas. Agora, pretendo explicar os motivos que me levam acreditar porque, além de poder, nós, homens, devemos ser feministas. A opressão machista não recai apenas sobre as mulheres, mas entendo que recaia de uma outra forma e, provavelmente, de forma mais violenta. Não só quanto à violência simbólica, mas também a violência física. Deve ser mais difícil um homem apanhar de suas companheiras, pelo menos não vemos isso na mídia o tempo todo. Contudo, não podemos negar que o machismo também oprime os homens. Todo aquele estereótipo sobre o que os homens devem ser ou não, o que eles podem fazer ou não, está estabelecido na nossa sociedade justamente porque ela é machista. Um homem que chora, e não tem vergonha disso, é um alvo fácil para piadas, que partem dos mais diferentes lugares. E ...

    Leia mais
    io3-12 encuentro feminista

    Inscrições para o 12º Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe até 15/10/2011

    As interessadas em participar do 12º Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe têm até o próximo dia 15 de outubro para realizar a inscrição. O evento acontecerá de 23 a 26 de novembro em Bogotá, na Colômbia, e reunirá 1.200 mulheres da América Latina e do Caribe para celebrar os 30 anos de feminismo na região. Organizações feministas apontam que a ideia é, a partir de uma perspectiva feminista, avançar na agenda política que promova dignidade e liberdade para as mulheres e que respeite a igualdade, diferença e diversidade. A intenção é, portanto, reunir não só mulheres que estão no movimento desde o início, mas também novas feministas para, juntas, proporem estratégias de luta diante da realidade latino-americana e caribenha. Para realizar a inscrição, basta ler as recomendações e preencher o formulário disponível no site do Encontro Fonte: Mulher Negra    

    Leia mais
    mulher saude

    XI Encontro Nacional da Rede Feminista de Saúde

    O XI Encontro Nacional da Rede Feminista de Saúde Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, que acontece entre os dias 29 de setembro e 1° de outubro, conjugará diversas atividades, uma delas é o Seminário Nacional sobre a Saúde Integral das Mulheres Negras. O seminário vai enfatizar a saúde das mulheres negras levando em conta a diversidade, o recorte de gênero e as necessidades específicas dessa população feminina. O debate deverá aprofundar a discussão sobre o racismo e suas conseqüências perversas sobre a vida e a saúde da mulher negra. Outra atividade, será a Assembléia Geral Ordinária da Rede Feminista de Saúde onde serão deliberadas as diretrizes e prioridades políticas da Rede Feminista de Saúde e eleitas suas instâncias diretivas Além desta, o Encontro marcará as ações comemorativas dos 20 anos da Rede. Datas: 29, 30 de setembro e 1º de outubro Local: Salão de Eventos do City Hotel - Rua ...

    Leia mais
    feminismo

    Feministas denunciam publicidade sexista em data comemorativa

    Exposição do corpo feminino de forma acentuada, mulheres mostradas apenas como frágeis, doces e românticas ou como simples objeto de desejo masculino. Esses são exemplos de situações sexistas observadas em alguns anúncios publicitários. O tema foi lembrado esta semana por organizações feministas por ocasião do Dia Internacional da Imagem da Mulher nos Meios de Comunicação – 14 de setembro. As cervejarias são uma das mais denunciadas por publicidade sexista. Em um documento publicado no sítio da Federação de Mulheres Progressistas, as feministas chamam a atenção para propagandas em que as mulheres aparecem como público exclusivo, mesmo que o produto seja para uso masculino e feminino. Outro caso de anúncio sexista é aquele em que a mulher é invisível, ou seja, a propaganda utiliza apenas o masculino para se referir aos dois gêneros. Leia também: EBC e ONU Mulheres comemoram 30 anos do programa Viva Maria Para elas, também são exemplos ...

    Leia mais
    Conferncia Municipal de Mulheres em Fortaleza

    Nágyla Drumond: Diálogo sobre Estado, Mulheres e Feminismos

    Participando intensamente e observando o processo de III Conferência Municipal de Mulheres em Fortaleza, concluído no último dia 28 de agosto de 2011, fiquei a pensar sobre o papel das institucionalidades governamentais neste início da segunda década do século XXI. O Brasil, este ano, realizará 13 conferências temáticas, capilarizadas por etapas municipais e estaduais. A III Conferência de Mulheres, em especial, marcada pelo ineditismo de termos uma presidenta da república vem anunciando em suas etapas municipais e regionais que se estenderão até o final de setembro, a pujante necessidade das gestões públicas ousarem mais em seu leque de políticas públicas de governo e de estado. Por: Nágyla Drumond Tomo como exemplo o cenário da Conferência de Mulheres pela proximidade e por militância de quase 20 anos no movimento feminista. Iniciei, quando ainda era uma adolescente de 17 anos que acabará de ingressar na universidade. Aos 35 anos de idade, sou da ...

    Leia mais
    DSK AFP

    Feministas protestam em frente tribunal de Nova York contra Dominique Strauss-Kahn

    Cartazes carregam a frase 'Nafissatou, acreditamos em você'   Vinte e cinco feministas protestavam na manhã desta terça-feira (23) diante do tribunal de Manhattan contra Dominique Strauss-Kahn. A manifestação aconteceu a duas horas de uma audiência crucial na qual o juiz deve arquivar a causa penal contra o ex-diretor do FMI (Fundo Monetário Internacional). "DSK, que vergonha!" e "Nafissatou, acreditamos em você", afirmavam os cartazes exibidos pelas manifestantes diante do imponente edifício no sul de Manhattan. Alison Turkos, da Slut Walk (Marcha das Prostitutas, em português ), uma associação que milita para acabar com a violência contra as mulheres disse o que espera do promotor. - Queremos que o promotor continue com o processo contra Strauss-Kahn. Dominique Strauss-Kahn deve entrar no tribunal na companhia dos advogados Benjamin Brafman e William Taylor para, provavelmente, ser comunicado sobre o arquivamento do processo penal. Strauss-Kahn foi acusado de cometer crimes sexuais contra Nafissatou ...

    Leia mais
    For-Colored-Girls-Tyler-Perry-Cast-3-9-10-kc

    Denegrindo e Feminizando o cinema estadunidense

    O Filme baseado em poemas da feminista Ntozake Shange, For colored Girls who have considered suicide when the rainbow is Enuf (algo como "para garotas negras que consideraram o suicídio quando o arco-íris já não basta"), conquistou as mulheres negras norte americanas e vai conquistar as brasileiras também. O filme é tão genial que se tornou base para as discussões feministas e Afro-feministas nos EUA. Assistam e percebam que ser feminista é mais simples do que parece! O Filme retrata os problemas enfrentados pelas mulheres negras nos Estados Unidos e também no Brasil. Sabemos que hoje as maiores vitimas de violência doméstica são as mulheres negras, e também são as maiores vitimas de aborto clandestino, abandono, exclusão social e tantos outros problemas que irei abordar aos poucos aqui. Agora vamos nos concentrar no trabalho maravilhoso que foi feito em Colored Girls e prestigiar os nossos talentos! O Maravilhoso filme Afro-feminista ...

    Leia mais
    Literatura e ideologia: uma entrevista com Alice Walker

    Literatura e ideologia: uma entrevista com Alice Walker

    Gostaria de dizer que planejamos tudo desde o começo, mas foi coincidência, mesmo. A capa do Sabático de hoje é um texto, veja bem, cedido pessoalmente pelo Prêmio Nobel de Literatura de 2000, Gao Xingjian, ao repórter Jotabê Medeiros durante um evento em Turim, algumas semanas atrás. O tema: os embates entre ideologia e literatura. "Podemos dizer que a ideologia foi o mal do século", argumenta Xingjian. E tive a confirmação da entrevista por telefone com Alice Walker, Pulitzer de ficção e National Book Award de 1983 por A Cor Púrpura, só na quarta-feira à noite, quando a capa já estava diagramada. Conversei com ela na quinta à tarde, horas antes do fechamento, sobre o livro Rompendo o Silêncio, da Bertrand Brasil, uma seleção de narrativas sobre os dias que ela passou no Congo Oriental, em Ruanda e no Oriente Médio. E a questão é que a literatura de Alice ...

    Leia mais
    feministas

    Feministas saúdam novo momento com parlamentares

    No encontro anual de recepção da bancada feminina, ativistas festejam a presença de uma mulher no Planalto e manifestam esperança de avançar na pauta legislativa Na recepção da bancada feminina, ativistas comemoraram o aumento da participação feminina na política brasileira Por: Renata Camargo A eleição da primeira mulher para a Presidência da República garantiu aos movimentos feministas um novo gás e uma força a mais para ampliar os direitos das mulheres no Brasil. A conquista do maior posto político da democracia brasileira pela presidenta Dilma Rousseff foi exaltada na noite da última terça-feira (15) no apartamento da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), em Brasília, em uma recepção que reuniu mulheres representantes de várias entidades feministas do país e parlamentares da bancada feminina no Congresso. Em tom de confraternização e entusiasmo, o encontro, que se realiza em todo início de ano legislativo, teve nesta edição um gostinho a mais: comemorar o ...

    Leia mais
    feminismo

    Universidade Livre foi Atacada: quiseram nos destruir … novamente. Mas resistimos

    Por quase duas semanas o portal de notícias da Universidade Livre Feminista ficou fora do ar. Fomos atacadas por um cracker (nome que se dá a um hacker - quem invade computadores alheios - que quer fazer o mau, quer prejudicar alguém). Ele foi meticuloso. Preparou o ataque com um mês de antecedência. Conseguiu invadir nosso servidor e instalo u programas que começaram a funcionar somente um mês depois. Isso paralisou nosso sistema. A equipe de informática ficou trabalhando no período de festas de final de ano. O site foi liberado hoje, mas mesmo assim, estamos fazendo um monitoramento rigoroso, pois é possível que algumas áreas ainda estejam contaminadas e exista a possibilidade do cracker ter deixado outras armadilhas. As informações que temos, nos dão conta de que os sites mais atacados no mundo são justamente aqueles com o perfil semelhande ao nosso. São os sites que tratam dos direitos ...

    Leia mais
    HeleiethSaffioti

    Obrigada Heleieth Saffioti pela vida e obra dedicadas a emancipação das mulheres

    (1934 2010) "Obrigada Heleieth I.B. Saffioti pela vida e obra dedicada a emancipação das mulheres" Aos 76 anos, faleceu ontem, 13/12/2010, a professora Heleieth Saffioti, professora, pesquisadora e autora de livros sobre a situação das mulheres, incluindo "Gênero, patriarcado, violência" pela EFPA, em 2004 (o livro está esgotado e terá uma segunda reimpressão (atualizada segundo o novo acordo ortográfico) logo nos primeiros meses de 2011   Nota de Tatau Godinho* sobre a professora Heleieth Heleieth Saffioti é conhecida internacionalmente como uma das mais importantes pesquisadoras feministas do país. Seus estudos sobre a situação das mulheres no mercado de trabalho no Brasil, desde a década de 1960, são pioneiros na análise sobre as desigualdades entre mulheres e homens, as diversas formas de opressão e exploração no trabalho. Professora de Sociologia, aposentada, da UNESP, e do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP, nos últimos anos dedicou-se também ao estudo sobre ...

    Leia mais
    6a010536c5bef0970b011570990ff8970b-800wi

    “Mulheres não são chimpanzés”, diz Elisabeth Badinter

    A filósofa francesa Elisabeth Badinter entrou para o movimento de liberação feminina nos anos 70. Numa entrevista à Spiegel, ela discutiu seus temores de que um novo movimento de volta à natureza esteja persuadindo muitas mulheres ocidentais a abandonarem as conquistas da emancipação e em vez disso abraçarem os valores de suas avós. Spiegel: Você tem três filhos já crescidos. Foi uma boa mãe? Elisabeth Badinter: Que a verdade seja dita, como a maioria das outras mães, eu fui uma bem medíocre. Sempre tentei fazer o máximo que eu podia para meus filhos. Mas, a partir de uma perspectiva mais atual, também fiz muitas coisas erradas. Então, eu descreveria a mim mesma como uma mãe totalmente comum. Spiegel: Você é uma seguidora da escritora feminista francesa Simone de Beauvoir, que rejeitou categoricamente a maternidade. Você nunca achou que havia nenhuma contradição entre ser uma feminista e uma mãe? Badinter: Não. Eu quis ...

    Leia mais
    genero

    Questões de Gênero no Geledés

    Nas questões de gênero Geledés alinha-se à agenda feminista, trabalhando contra a violência doméstica e sexual contra a mulher, pela realização da igualdade no mercado de trabalho, em defesa dos direitos reprodutivos e sexuais das mulheres, pela descriminalização do aborto, contra os estereótipos e estigmas que se reproduzem sobre as mulheres nos meios de comunicação. Posiciona-se também contra outras formas de discriminação como a lesbofobia e a homofobia.

    Leia mais
    feminismo

    8 de março 2010 – 100 anos de luta feminista

    ARTICULAÇÃO DE MULHERES BRASILEIRAS Neste 8 de março, há cem anos instituído como dia de luta das mulheres feministas, estaremos de novo nas ruas e praças enfrentando os conservadores e representantes do sistema de dominação que nos oprime e explora: as transnacionais beneficiadas com os grandes projetos de desenvolvimento, os latifundiários, expressão mais antiga do patriarcado no país, a igreja conservadora e os fundamentalistas que criminalizam, humilham, perseguem e maltratam as mulheres que recorrem ao aborto ou que defendem a LEGALIZAÇÃO DO ABORTO. 8 DE MARÇO 2010100 ANOS DE LUTA FEMINISTA: E mais mil anos se for preciso! Em muitos estados, não estaremos sozinhas. Movimentos de defesa dos direitos humanos, movimentos de luta por terra, movimentos diversos de mulheres do campo e da cidade, diversas expressões do feminismo se juntarão contra as forças militares, da grande mídia, das oligarquias e agronegócio, e todos e todas que, desde janeiro deste ano, ...

    Leia mais
    igualdade

    Em Porto Alegre, feministas, homossexuais e políticos protestam contra a presença do presidente do Irã no Brasil. RFS defende o estado laico e os direitos das mulheres

    A Rede Feminista de Saúde esteve entre as organizações promotoras do ato público chamado pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos do Rio Grande do Sul contra a presença do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, realizado às 12 horas de hoje,23/11, na Esquina Democrática, ponto central de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, e palco histórico de manifestações populares. Fonte: Lista Racial - O protesto acusou o governo iraniano de manter impunes assassinatos de mulheres e manter a prática da lapidação de esposas consideradas infiéis, a valoração pela metade da voz feminina em tribunais, a perseguição a homossexuais e minorias religiosas. O centro da defesa das entidades foi a necessidade de estados laicos e democráticos, que respeitem os direitos humanos. O ato reuniu ainda Themis - Assessoria Jurídica e Estudos de Gênero, Nuances - Grupo Pela Livre Expressão Sexual, Organização Sionista do Rio Grande do Sul, representantes da Câmara Municipal ...

    Leia mais
    feminismo

    Rede Feminista de Saúde apresenta, no dia 14/10, projeto sobre os marcos da saúde sexual e reprodutiva das mulheres brasileiras na Câmara Federal

    A Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos - RFS apresenta na próxima quarta-feira, 14/10, às 14 horas, em audiência pública da Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados - Anexo II - Plenário 03, Brasília/DF, o projeto Trilhas da Saúde das Mulheres, um conjunto de ferramentas para a capacitação de mulheres em advocacy e controle social da saúde, direitos sexuais e direitos reprodutivos. Fonte: Rede Feminista de Saúde A iniciativa é da Deputada Federal Emília Fernandes, PT/RS, visando promover debate sobre este projeto desenvolvido pela Rede com o apoio do Fundo de População das Nações Unidas - UNFPA. Nesta mesma ocasião, a Entidade estará sendo homenageada pelos seus 18 anos de atuação na defesa dos direitos sexuais e direitos reprodutivos e na luta pela implementação de políticas públicas de saúde integral das mulheres. O projeto Trilhas da Saúde das Mulheres consiste num conjunto de materiais ...

    Leia mais
    feminismo

    Feminismo: Agora é preciso reinventar

    Entrevista com Carla Rodrigues sobre seu mais novo  livro "Coreografias do Feminismo" Fonte: Clan - "Esse negócio de ser mulher é mais difícil do que parecia originalmente". A frase, da filósofa pós-estruturalista norte-americana Judith Butler, foi a epígrafe escolhida pela jornalista Carla Rodrigues para abrir seu mais novo livro, "Coreografias do feminino", um desdobramento de sua dissertação de mestrado defendida em marçoo de 2008 no Programa de Pós-graduação em Filosofia da PUC-Rio. Ao desafio inicial da autora nos dois anos de mestrado - pensar sobre o feminino e o feminismo no âmbito da filosofia a partir da obra de Jacques Derrida - somou-se a intenção de analisar a possível contribuição do pensamento da desconstrução do filósofo francês da teoria feminista e a crítica que este faz ao chamado falo-logo-centrismo. No livro, Carla Rodrigues busca demonstrar de que maneira a política feminista ainda pode contribuir para o questionamento de estruturas hierárquicas ...

    Leia mais
    Foto: Marcus Steinmayer

    Sueli Carneiro – Coordenação Executiva – Portal Geledés – app JUNTAS

    Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo; coordenadora executiva de Geledés Instituto da mulher Negra; coordenadora da área de Direitos Humanos de Geledés; editora do Portal Geledés e coordenadora do Projeto PLP 2.0 aplicativo de combate a violência contra a mulher vencedor do Desafio de Impacto Social Google .  É também diretora vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos. É ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil; autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em diversas publicações nacionais e internacionais. É também membro do Grupo de Pesquisa “Discriminação, Preconceito e Estigma” da Faculdade de Educação da USP, membro do Conselho Consultivo do projeto Saúde das Mulheres Negras do Conectas em parceria com o Geledés, do Conselho Consultivo da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, do Conselho Consultivo do Projeto Mil Mulheres, e membro da Articulação ...

    Leia mais
    Página 11 de 12 1 10 11 12

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist