Tag: França

    O produtor musical Michel Zecler depois de ser agredido por policiais em seu estúdio, em Paris O produtor musical Michel Zecler depois de ser agredido por policiais em seu estúdio, em Paris - Reprodução/Loopsider

    Quatro policiais são indiciados por agressão a homem negro na França

    Quatro policiais foram indiciados e dois deles detidos no âmbito das investigações sobre o espancamento de um produtor musical negro em Paris, no caso mais recente de violência policial que ocorre em meio ao debate sobre a Lei de Segurança Global. O juiz de instrução acusou três dos quatro policiais de "violência voluntária por parte de pessoa detentora de autoridade pública" (similar ao crime de lesão corporal dolosa) e de "mentir em documento público" (falso testemunho), como havia requisitado o Ministério Público de Paris. Os acusados são os três policiais que aparecem em um vídeo divulgado na quinta-feira (26) e que foi gravado pelas câmeras de segurança do estúdio musical da vítima. As imagens mostram os agentes espancando o produtor Michel Zecler, um ato que foi chamado de vergonhoso pelo presidente Emmanuel Macron. O policial suspeito de lançar gás lacrimogêneo no estúdio foi indiciado por lesão corporal dolosa contra o ...

    Leia mais
    Elisabeth Moreno (Foto: GALLO IMAGES VIA GETTY IMAGES)

    França: Quem é Elisabeth Moreno, ministra para a igualdade de género ?

    Após a derrota nas eleições municpais em França, o Presidente Emmanuel Macron tenta retomar o pulso com um novo governo e assim relançar o seu quinquénio, que termina em 2022 e cujas linhas mestras serão por ele definidas no discurso para assinalar o 14 de julho, dia.da festa nacional em França. Dos 31 ministros nomeados esta segunda-feira 18 são mulheres e entre elas figura Elisabeth Monteiro, a nova ministra delegada junto do primeiro-ministro para a Igualdade de Género, Diversidade e Igualdade de Oportunidades. De origem cabo-verdiana, ela sucede no cargo à até então secretária de Estado Marlène Schiappa, nomeada ministra delegada junto do ministro do Interior, para a Cidadania. Desconhecida do grande público e sobretudo na política, Elisabeth Moreno, hoje com 49 anos de idade, é divorciada e mãe de duas filhas. Ela nasceu em Casa Choca, Santo Amaro, no concelho do Tarrafal, norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde, a 20 de setembro de 1970 e ...

    Leia mais

    Porta-voz negra e feminista de Macron quebra códigos da política francesa

    A nova porta-voz do governo francês, a franco-senegalesa Sibeth Ndiaye, 39 anos, uma fiel assessora de comunicação do presidente Emmanuel Macron, foi destaque em todas as revistas e jornais nesta semana. Negra, feminista, mãe de gêmeas de 7 anos e de um menino de 4 anos, fruto de um casamento misto com o francês Patrice Roques, Sibeth ocupa um posto de secretária de Estado e nomeou uma equipe de primeiro escalão composta exclusivamente por mulheres, revela a revista Le Point. Por Adriana Moysés, Do RFI Sibeth Ndiaye, a franco-senegalesa porta-voz do governo Macron. (Foto: Fotomontagem RFI) A nova porta-voz tem personalidade e trajetória peculiares. Filha de um casal que militou pela independência do Senegal na década de 1950, Sibeth chegou à França quando tinha 15 anos e só se naturalizou francesa há três anos, em 2016. Ela terminou seus estudos no Liceu Montaigne, um dos melhores ...

    Leia mais

    Ativista gay é sequestrado, agredido e estuprado por dois dias na França

    Ativista gay e Argelino que deixou seu país para fugir de homofobia foi espancado em Marselha Do O GLOBO Zak Ostmane se recupera de seus ferimentos - Facebook / Reprodução MARSELHA, França - Dois suspeitos de sequestrar, agredir e estuprar um ativista gay por dois dias, na cidade de Marselha, na França, foram indiciados pelos crimes. O argelino Zak Ostmane, de 35 anos, que saiu de sua terra natal há três dias justamente para fugir de ataques homofóbicos, sofreu diversos ferimentos pelo corpo durante o ataque. A vítima é um dos fundadores da ONG "Shams - France", que atua em defesa da população LGBT refugiada em território francês. Por nota, a organização classificou o ocorrido com um ato "bárbaro". Segundo Ostmane, no último dia 3, ele estava em uma bar consumindo bebidas alcoólicas na companhia de amigos, quando começou a se sentir mal. Ele contou que, então, foi levado pelos suspeitos ...

    Leia mais

    Milhares de pessoas marcham em Paris no maior protesto contra a reforma trabalhista

    Pelo menos 60 presos e 40 feridos na marcha que foi o ponto alto das mobilizações sindicais Por CARLOS YÁRNOZ, do El Pais  Philippe Martinez, o líder da CGT, o principal sindicato da França, queria desmentir na rua aqueles que predizem um declínio da pressão social contra a reforma trabalhista. A mobilização, que começou há três meses, culminou na terça-feira com a primeira demonstração de nível nacional em Paris, em plena Eurocopa. Participaram cerca de 80.000 pessoas, segundo a polícia (um milhão, segundo os organizadores) e houve confrontos com policiais, pelos quais foram presas 60 pessoas e 40 ficaram feridas (incluindo 29 policiais), segundo a direção da polícia. A CGT deu, assim, uma demonstração de força em um braço de ferro com o Governo que Martinez quer levar “até o fim”, apesar de já ter consumido seus principais trunfos. Desde o início dos protestos, em março, houve dezenas de manifestações, mas ...

    Leia mais
    FOTO: CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS - 27.01.2015

    Quem é a ministra que renunciou em protesto contra a lei antiterror da França

    Líder negra, anticolonialista, independentista e feminista deixa o Ministério da Justiça e abandona Hollande para se manter fiel a uma trajetória de 40 anos de ativismo Por João Paulo Charleaux, do Nexo Jornal  Ao renunciar nesta quarta-feira (27) ao cargo de ministra da Justiça da França, Christiane Taubira se manteve fiel a uma trajetória de 40 anos em defesa de causas minoritárias e, muitas vezes, impopulares. A ministra deixou um dos postos mais importantes da França por princípio. Taubira discorda da proposta governista de cassar a cidadania francesa de terroristas que possuam dupla nacionalidade. A decisão não surpreende os que conhecem a trajetória da ministra, que lutou contra o colonialismo francês, viveu na clandestinidade, defendeu a união homoafetiva e o direito dos negros. A ministra, que já foi retratada como uma macaca pelo jornal satírico francês “Charlie Hebdo”, abriu mão da pasta da Justiça por considerar injustas as medidas antiterror do ...

    Leia mais
    Class of primary school kids studying in a classroom

    Por que as crianças francesas não têm Deficit de Atenção?

    Nos Estados Unidos, pelo menos 9% das crianças em idade escolar foram diagnosticadas com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), e estão sendo tratadas com medicamentos. Na França, a percentagem de crianças diagnosticadas e medicadas para o TDAH é inferior a 0,5%. Como é que a epidemia de TDAH, que tornou-se firmemente estabelecida nos Estados Unidos, foi quase completamente desconsiderada com relação a crianças na França? Por Marilyn Wedge, Ph.D, no Equilibrando monkeybusinessimages/Thinkstock/Getty Images   TDAH é um transtorno biológico-neurológico? Surpreendentemente, a resposta a esta pergunta depende do fato de você morar na França ou nos Estados Unidos. Nos Estados Unidos, os psiquiatras pediátricos consideram o TDAH como um distúrbio biológico, com causas biológicas. O tratamento de escolha também é biológico – medicamentos estimulantes psíquicos, tais como Ritalina e Adderall. Os psiquiatras infantis franceses, por outro lado, vêem o TDAH como uma condição médica que tem ...

    Leia mais

    Ocidente se posiciona para futuro milagre cubano

    Enquanto o 'vai pra Cuba' se transformou num mote pejorativo da direita brasileira, países ocidentais se aproximam da ilha para tentar estreitar laços econômicos com o governo de Raúl Castro; visita de François Hollande, a primeira em 55 anos de um chefe de estado francês, é considerada histórica pela imprensa francesa; ontem, Raúl Castro agradeceu ao papa Francisco seu apoio na reaproximação com os Estados Unidos, de Barack Obama; perspectiva de abertura econômica demonstra acerto da estratégia brasileira incentivada pelo ex-presidente Lula de fazer investimentos em Cuba, como no porto de Mariel Do Brasil 247 O Ocidente redescobriu Cuba. A visita do presidente da França, François Hollande, que chegou nesse domingo, 10, a Havana para uma visita oficial à ilha está sendo comemorada pela imprensa francesa com um dia histórico. Há 55 anos um chefe de estado francês não aparecia por lá. Hollande se reúne nesta segunda-feira, 11, com o ...

    Leia mais

    União dos Estudantes Judeus e SOS Racismo apresentam queixa contra 10 candidatos da Frente Nacional em França

    Dez candidatos autárquicos do partido de extrema direita, liderado por Marine Le Pen, são acusados de "incitação pública ao ódio e difamação racial". Por LILIANA COELHO, do Expresso    A cerca de duas semanas do arranque das eleições autárquicas em França é o tudo por tudo dos candidatos no final da campanha, enquanto os partidos de esquerda tremem com um possível bom resultado da Frente Nacional (FN), depois da vitória nas eleições europeias em maio do ano passado. Entretanto, a União dos Estudantes Judeus de França (UEJF) e a Associação SOS Racismo apresentaram na quarta-feira uma queixa contra 10 candidatos da FN, por alegados comentários racistas ou anti-semitas. Os dois orgãos acusam esses candidatos do partido de extrema direita liderado por Marine le Pen dos crimes de "incitação pública ao ódio e difamação racial", segundo o jornal francês "Libération." A UEJF e a Associação SOS Racismo dizem ter recolhido centenas de ...

    Leia mais

    Consulesa da França: “Para eles, talvez nós é que sejamos terroristas”

    Alexandra Baldeh Loras, 37, francesa de origem muçulmana e judaica, vive no Brasil há dois anos como consulesa do país em São Paulo. Ela deu o seguinte depoimento à Folha: No DCM “Após os ataques, tenho escutado: “Temos que matar esses terroristas”. Vamos matar como eles mataram? É essa a solução? Sou contra a pena de morte. Gostaria de conhecer as reivindicações deles. Por que se tornaram loucos assim? Por que caíram no extremismo? Para eles, talvez nós é que sejamos terroristas. Quantas atrocidades foram cometidas nas ex-colônias? Pegaram argelinos, marroquinos, senegaleses para lutar pela França e defendê-la para ser um país livre. Aprendi na escola que eram voluntários. Hoje, documentários mostram que não tiveram escolha, as famílias eram ameaçadas. Há um lado da história da França muito obscuro, que ela não quer assumir. A pátria mãe francesa parece ter esquecido os 400 anos de escravidão e 300 de colonização. ...

    Leia mais

    Antirracistas atacam obra que critica preconceito usando negros em jaulas

    Breyten Breytenbach, sul-africano de nascimento e francês de coração, disse no dia 28 de novembro que "se a França se tornou isso, é triste". O escritor, que passou nove anos nos cárceres do regime do apartheid, falava sobre os atos de violência da véspera durante uma apresentação de Exhibit B no teatro Gérard Philipe, em Saint-Denis. Por Michel Guerrin no UOL Com esse espetáculo, o sul-africano Brett Bailey pretendia denunciar o sofrimento infligido aos negros no século 19, quando eles eram exibidos em zoológicos humanos.  Dentro das jaulas há atores, alguns deles nus, mudos, mas com um olhar fuzilante para o espectador que se vê remetido à sua culpabilidade e sua animalidade. Foi desconcertante para uns e escandaloso para outros, o que causou algo inédito na França: ativistas antirracistas atacando um espetáculo antirracista. E eles não o fizeram só brandindo cartazes, mas com as armas da intimidação, do insulto, do soco. ...

    Leia mais

    O que acontece com os Bolsonaros fora do Brasil?

    Países da Europa sofrem episódios parecidos com alguns dos seus políticos, mas estes pedem perdão, demissão ou são expulsos e condenados Por M. MARTÍN, no El Pais  Meio Brasil levou as mãos à cabeça após escutar o deputado Jair Bolsonaro berrar no Congresso: “Eu não te estupro porque você não merece”. A frase, dedicada à deputada federal Maria do Rosário, indignou todo tipo de organizações feministas, de direitos humanos e quase 250.000 pessoas que assinaram pelo #ForaBolsonaro no site Avaaz.org, além de mobilizar os parlamentares. Há quem tenha se animado a exclamar o "isso só no Brasil”, mas há Bolsonaros em muitos países e eles, acreditem, acabam se desculpando ou pagando o preço da pérola.   Leia Mais aqui 

    Leia mais

    França garante “fazer da luta contra o antissemitismo uma causa nacional”

    O governo francês garante que vai "fazer da luta contra o racismo e o antissemitismo uma causa nacional", após a agressão contra um casal de judeus. Do: observador O governo francês garantiu que vai “fazer da luta contra o racismo e o antissemitismo uma causa nacional”, após a agressão contra um casal de judeus. Há seis dias, um casal de judeus foi agredido no bairro de Créteil, no sudeste de Paris, tendo a mulher sido violada e o seu apartamento saqueado. Segundo a investigação, os três agressores — suspeitos de terem espancado um judeu septuagenário na mesma localidade, em novembro — “partilham a ideia de que ser judeu significa ter dinheiro”. O ato causou indignação no país e o presidente francês, François Hollande, denunciou “o mal” que atravessa a sociedade francesa. Este domingo, o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, reconheceu que a agressão está a gerar “um sentimento de preocupação” ...

    Leia mais

    Técnico provoca polêmica ao falar de ‘típico jogador africano’

    O técnico do Bordeaux, Willy Sagnol, provocou polêmica nesta terça-feira ao citar as supostas qualidades do "típico jogador africano", ao comentar os desfalques em sua equipe devido à Copa Africana das Nações (CAN). Do: Yahoo "O certo é que enquanto eu for treinador do clube, teremos menos jogadores africanos chegando ao Bordeaux, já que não quero atletas que a cada dois anos desapareçam durante dois meses", afirmou Sagnol em entrevista ao jornal Sud Ouest. "São critérios que precisamos levar em conta quando contratamos", disse Sagnol sobre a ausência dos jogadores africanos convocados para a próxima CAN, que deve ocorrer em janeiro e fevereiro de 2015. Ao assinalar a importância para os clubes franceses dos jogadores da África, o técnico do Bordeaux citou a "vantagem do típico jogador africano, que não é caro, geralmente está preparado para o combate e pode ser qualificado de potente sobre o gramado". "Mas o futebol ...

    Leia mais
    Revista francesa é multada por racismo

    Revista francesa é multada por racismo

    Da AFP Publicação comparou a ministra da Justiça a um macaco A revista semanal francesa de extrema direita "Minute" foi condenada a pagar uma multa de 10 mil euros por comparar a ministra da Justiça, Christiane Taubira, nascida na Guiana Francesa, a um macaco. Na capa de sua edição de 13 de novembro de 2013, o periódico publicou uma foto da ministra com a seguinte manchete: "Esperta como um macaco, Taubira acha a banana" (em tradução livre do francês). A Procuradoria pediu, além do dinheiro, três meses de prisão. Pouco antes dessa publicação, Christiane Taubira havia sido alvo de afirmações racistas nesse mesmo estilo, por parte de uma garota em uma manifestação de pessoas contrárias ao casamento homossexual - uma reforma apoiada pela ministra da Justiça. Também foi agredida por uma ex-candidata da Frente Nacional, de extrema direita, às eleições municipais. Esta última foi condenada a nove meses de prisão ...

    Leia mais

    Tribunal europeu mantém proibição de uso de véu na França

    O Tribunal Europeu de Direitos Humanos confirmou a proibição pela França do uso do véu muçulmano que cobre quase inteiramente o rosto - o niqab. A lei de 2010 foi questionada por uma mulher francesa de 24 anos, que argumentou que a proibição de usar o véu em público violou sua liberdade de religião e de expressão. A decisão dos juízes de Estrasburgo é final - não há apelação contra ela. A lei, criada pelo ex-presidente conservador Nicolas Sarkozy, diz que ninguém pode usar em espaço público uma roupa que esconda o rosto. Quem fizer isso pode receber uma multa de 150 euros (cerca de R$ 450) e ter que se submeter a aulas de cidadania. A França tem cerca de cinco milhões de muçulmanos - a maior comunidade na Europa Ocidental - mas acredita-se que aproximadamente 2 mil mulheres usam os véus que cobrem o rosto, deixando apenas uma ...

    Leia mais

    Artilheiro da França não canta o hino do país em protesto contra xenofobia

    Na primeira vez que a Marselhesa foi entoada na Copa do Brasil, Karim Benzema ficou calado. O artilheiro e principal jogador da seleção francesa escolheu não cantar o hino nacional de seu país em um protesto silencioso contra a xenofobia presente na letra e na sociedade multicultural da França. Benzema, como milhões de franceses, é filho de imigrantes de uma das colônias que o país teve no século 20, no caso dele, a Argélia. E a letra da Marselhesa diz: "Às armas, cidadãos / formai vossos batalhões / marchemos, marchemos! / Que um sangue impuro / banhe o nosso solo." As palavras são de 1792, uma época em que a França estava dominada por exércitos estrangeiros, contra os quais a Marselhesa invocava sua ira. Mas, na leitura moderna, a expressão "sangue impuro" é interpretada como uma referência aos imigrantes e seus filhos, cujos direitos civis vêm sendo cada vez mais ...

    Leia mais
    Filme francês que debocha de clichês racistas bate recorde de bilheteria

    Filme francês que debocha de clichês racistas bate recorde de bilheteria

    Cíntia Cardoso O roteiro é simples. Um casal francês conservador e algo preconceituoso tem quatro filhas. E, na hora do casamento, todas se casam com homens de origem estrangeira. O filme, que poderia ser apenas mais uma comédia engraçadinha, porém, seduziu o público francês e bate recordes de bilheteria no país. Após três semanas em cartaz, a comédia « Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu? » (que mal fizemos a Deus, em uma tradução livre) já levou quase 5 milhões de pessoas aos cinemas na França. No final de semana passado, o filme ficou em 8° lugar na lista do Rentrak, um ranking mundial que classifica as maiores receitas de vendas de ingresso. No total, as bilheterias francesas no último sábado e domingo arrecadaram US$ 11 milhões, o que coloca a comédia do diretor Philippe de Chauveron atrás apenas das grandes produções de Hollywood como “Divergent”. Com o número ...

    Leia mais
    Harry Roslemack (Foto: Imagem retirada do site World)

    O primeiro âncora negro de um jornal televiviso na Europa

    Quando Harry Roslemack começou a ler o noticiário para um grande canal de televisão na França, pareceu que o rosto da Europa estava mudando.  Harry Roslemack é o primeiro âncora negro de um jornal televiviso na Europa Porém, desde a vitória de Obama, a Europa negra ainda se vê às voltas com seu progresso no decorrer dos anos.  Embora os âncoras negros do noticiário televisivo sejam um signo visível desse progresso, algumas histórias dos primeiros âncoras negros demonstram que a mudança não ocorre facilmente. (Foto: Reprodução/ ANP) Eugenie Herlaar é oficialmente a primeira noticiarista negra do rádio, na Holanda.  Herlaar foi repórter de 1965 a 1969.   Em 1975 ela se tornou a primeira âncora negra a apresentar o noticiário da noite, na Holanda.  Foi também a primeira mulher a exercer tal função.  Por ocasião de uma entrevista, Herlaar declarou que jamais teve consciência do fato de que ...

    Leia mais
    Harlem Désir (Foto: Nadezda Buran, TUT.BY)

    Harlem Désir

    Harlem Désir é um político francês, nascido em 25 de novembro de 1959 em Paris, filho de pai da Martinica e de mãe francesa. Harlem Désir fundou a instituição SOS Racisme em 1984, presidindo-a até 1992. Foi uma experiência que se espalhou por vários países da Europa. O SOS Racismo de Geledés foi lançado em 1991 com a presença de Harlem Désir. SOS Racismo Fenômeno da moda, fogo de palha, construção da mídia.O que não se ouviu falar sobre o SOS Racismo após sua criação, em 1984, os fatos, porém, aí estão: SOS Racisme tem 20 anos e desmentiu os comentários de quem queria – ou esperava – ver nele apenas uma realidade passageira. Decorridos vinte anos de seu nascimento, poucas associações podem reivindicar o estar sempre no âmago da atualidade e dos debates. SOS Racisme, com seus altos e baixos, durante todos esses anos, jamais deixou de angariar adeptos, interpelar, propor, ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist