Tag: No Orun

(Foto: Reprodução/ Facebook)

Brasileiros fazem a diferença: Marcos Romão deixa um legado dos dois lados do Atlântico

Dias conturbados, acontecimentos trágicos que fazem difícil cair no sono. E quando você finalmente consegue cair na cama para aquele dia finalmente acabar, durante a madrugada no horário berlinense, chega a notícia do fim da trajetória que exige respeito e admiração, para dizer ao mínimo. O Blog tem um tópico sobre, Brasileiros que fazem a diferença“, neste caso, o diferencial vem de Hamburgo. De um brasileiro que viveu mais de 20 anos na Alemanha. Marcos Romão, niteroiense de coração e cidadão da cidade hanseática de Hamburgo (norte da Alemanha) perdeu a luta contra o câncer na madrugada de 04/09. Uma das muitas lutas que travou durante a vida de afrodescendente e pobre no RJ e estrangeiro, afrodescendente e pobre em sua vida no Hemisfério Norte. Seu corpo descansou. Sua instigante (e por vezes irritante) teimosia, fará muita falta num mundo de valores tão equivocados, convicções tão pérfidas e avassaladores regressos ...

Leia mais
Marco Romão - Reprodução Facebook

Marco Romão chega ao Orun

Com pesar Geledés comunica que Marco Romão, companheiro, militante, articulista incansavel entra no Orun e de lá continuará olhar por nós.  Leia alguns texto de Marco Romão A mulatice intelectual e o racismo no Brasil Responda-me rápido: Mérito é hereditário? por Marcos Romão Privacidade e vida pública de Joaquim Barbosa, não é “casa de mãe Joana” – por Marcos Romão Pare de chorar negro! REAJA! Por Marcos Romão

Leia mais
Aretha Franklin se apresenta em cerimônia da fundação no combate à AIDS do cantor Elton John, na Catedral de São João, O Divino, em Nova York, em novembro de 2017 (Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images via AFP)

No orun: Aretha Franklin, rainha do soul, morre aos 76 anos

Aretha Franklin morreu aos 76 anos, informou o empresário da cantora. Diagnosticada com câncer em 2010, ela estava "gravemente doente". A causa da morte foi "câncer de pâncreas em estágio avançado", segundo comunicado divulgado para a imprensa, citando o médico de Aretha. Ela deixa quatro filhos. “Em um dos piores momentos das nossas vidas, não conseguimos encontrar as palavras certas para expressar a dor em nosso coração. Perdemos nossa matriarca e a sustentação da nossa família. O amor que ela tinha por seus filhos, netos, sobrinhos e primos não tinha limites", disse a família da cantora por meio de comunicado. "Estamos emocionados com todo o amor e apoio que recebemos de amigos e fãs. Obrigado pela compaixão e orações. Sentimos o amor de vocês por Aretha e ele nos trouxe conforto para entender que o legado dela vai permanecer. Em nosso luto, pedimos respeito e privacidade nessa hora difícil". Ainda ...

Leia mais
Zé Roberto trabalhou em diversas escolas particulares do DF  (Foto: Divulgação/ Facebook)

Morre, aos 73 anos, o professor de literatura José Roberto da Silva

“Ei, você já sorriu hoje?”. Era assim que o professor de literatura José Roberto da Silva, ou apenas Zé, recepcionava os alunos, e é essa a lembrança que ele vai deixar em familiares, amigos e alunos. O docente morreu na noite de quinta-feira (26/7), em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) sofrido em janeiro de 2016. Desde abril, após uma crise de convulsão, precisou ser internado na unidade de terapia intensiva de um hospital particular de Brasília. Nascido na Bahia, em 1945, foi criado no Rio de Janeiro e veio para Brasília na década de 1960. Zé se formou em Letras pela Universidade de Brasília (UnB) e trabalhou em escolas como Notre Dame, Visão e diversos cursos pré-vestibulares. Ele deixa um casal de filhos, uma neta, amigos e incontáveis alunos. José Roberto militava pela valorização da cultura afro-brasileira e era apaixonado pelo escritor Guimarães Rosa. O amigo de longa ...

Leia mais
Maria Lúca morreu nesta quarta-feira (Foto: Reprodução/G1 Bahia)

Morre Maria Lúcia Pereira, líder do Movimento de População de Rua da Bahia

Morreu nesta quarta-feira (25), aos 51 anos, Maria Lúcia Pereira, líder do Movimento de População de Rua da Bahia (MNPR-BA). A informação foi confirmada pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS), que através de nota lamentou o ocorrido. "Mulher negra, desafiadora e ícone de resistência, Lúcia sempre acreditou na capacidade das pessoas em alcançar seus sonhos e lutou para dar mais dignidade à vida das pessoas em situação de rua. Grande parte das pessoas assistidas pela iniciativa em Salvador e em Feira de Santana também fazem parte do Movimento e possuem afeto e inspiração pela liderança. Sempre disposta a defender os direitos da população de rua, Maria Lúcia colocava as suas opiniões de forma precisa e lutou para contribuir na melhoria dos serviços públicos para aqueles que mais precisam", diz a nota. Ainda não há informações sobre as circunstãncias da morte de Maria ...

Leia mais
Dona Ivone Lara Foto: Silvana Marques/Divulgação

Como Dona Ivone Lara se afirmou, “pisando devagarinho”, no mundo masculino do samba

Se até hoje contam-se nos dedos as mulheres que compõem sambas nas escolas do Rio, a prerrogativa estava há décadas de ser "coisa de mulher" quando Dona Ivone começou a desbravar um território até então estritamente masculino, em sua adolescência, nos idos dos anos 1930. Dona Ivone nasceu no meio do samba e revelou desde cedo talento para a música, mas seguir o chamado não foi fácil. Os primeiros passos foram acompanhados por puxões de orelha da tia e incluíram pedido dela para que um primo sambista apresentasse suas composições sob seu nome - para ver se, ocultando a autoria feminina, eles seriam acolhidos. Ela morreu na segunda-feira no Rio de Janeiro, após duas semanas internada com infecção renal. Tinha completado 97 anos na última sexta-feira. Seu corpo foi velado na quadra da escola de samba da Império Serrano, e a prefeitura do Rio declarou luto oficial de três dias. A ...

Leia mais
(Foto: Rafael Ohana/CB/D.A Press)

Dona Ivone Lara no Orun

A cantora Dona Ivone Lara morreu na noite desta segunda-feira (16), no Rio de Janeiro, por conta de um quadro de insuficiência cardiorrespiratória. Ela estava internada desde sexta-feira (13), data em que completou 96 anos, no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) da Coordenação de Emergência Regional (CER), no Leblon, na Zona Sul da cidade. Dona Ivone Lara já vinha apresentando um quadro de anemia e precisou receber doações de sangue. O estado de saúde dela já era considerado bastante grave. No hospital, a família comentou a morte da sambista. "Ela estava sempre procurando um caderninho pra escrever uma música, estava sempre cantarolando pro neto. Até a última semana ela estava super bem, com a cabeça ótima. Ela estava muito fraquinha, mas a cabeça estava ótima", contou a nora Eliana Lara Martins da Costa O filho, Alfredo Lara da Costa, destacou a mulher forte e guerreira que ela foi, ...

Leia mais
Foto: DANIEL VILAÇA / GAZETA DE S. PAULO

No Orun: Morre, aos 81, a escritora e artista plástica Raquel Trindade

Morreu na madrugada deste domingo, dia 15, a escritora, artista plástica, folclorista e dançarina Raquel Trindade, uma das figuras mais importantes da cultura regional e do país. Filha do poeta Solano Trindade, fez de Embu das Artes não só local de sua residência, mas também palco de toda sua obra. Raquel tinha 81 anos e a causa da morte não foi informada pela família. O velório acontece no Teatro Popular Solano Trindade a partir da tarde deste domingo. Amanhã seu corpo será enterrado por volta das 14 horas. O poeta Sérgio Vaz lamentou a morte da amiga escritora. “Raquel era um ser humano maravilhoso, uma mulher que através da sua arte e sabedoria nos ensinou que a luta contra o racismo, é uma luta de todos que acreditam na dignidade humana. Foi e será sempre uma honra ser contemporâneo dela. Tem gente que morre e fica ainda mais viva. Raquel ...

Leia mais
Winnie Madikizela-Mandela, ex-mulher de Nelson Mandela (Foto: Siphiwe Sibeko/ Reuters)

Winnie Mandela, militante sul-africana contra o apartheid, morre aos 81 anos

Winnie Madikizela-Mandela, militante sul-africana que lutou contra o apartheid, morreu aos 81 anos nesta segunda-feira (2) . Ela era ex-esposa do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que se tornou um ícone na defesa da igualdade racial. O porta-voz da família, Victor Dlamini, disse em comunicado que ela morreu em um hospital de Joanesburgo depois de “uma longa doença”, que a obrigou a ser internada várias vezes desde o início do ano. "Ela sucumbiu pacificamente nas primeiras horas da tarde desta segunda-feira cercada por sua família e entes queridos." Winnie e Nelson se casaram em 1958, seis anos antes de ele ser condenado à prisão perpétua pelo regime de minoria branca. Durante os 27 anos de prisão de Mandela, Winnie continuou com a luta anti-apartheid, passou pela prisão, por prisões domiciliares, e confinamentos em uma localidade afastada de todos. O casal se divorciou em 1996 - dois anos depois que Mandela se ...

Leia mais
FILE - This undated file photo, location unknown, shows Linda Brown. Brown, the Kansas girl at the center of the 1954 U.S. Supreme Court ruling that struck down racial segregation in schools, has died at age 76. Peaceful Rest Funeral Chapel of Topeka confirmed that Linda Brown died Sunday, March 25, 2018. (AP Photo, File)

Morre Linda Brown, ícone da luta contra a segregação racial nas escolas dos EUA

Após ser rejeitada em uma escola primária por ser negra, Brown foi o principal nome no processo judicial que pôs fim à divisão que regia a educação pública americana no Estadão WASHINGTON - Linda Brown, uma mulher do Kansas que na década de 1950 ficou famosa por um processo que proibiu a segregação racial nas escolas dos Estados Unidos, morreu aos 76 anos nesse domingo, 25, segundo a imprensa americana.  Nascida em Topeka, capital do Kansas, Brown tinha nove anos quando o seu pai, o reverendo Oliver Brown, tentou inscrevê-la em 1950 na escola pública primária mais próxima à casa da família. A recusa da escola Summer School a aceitá-la por ser negra provocou quatro anos mais tarde a histórica decisão do processo "Brown vs. Board of Education" (Brown contra a Junta de Educação), no qual a Suprema Corte dos Estados Unidos pôs fim à doutrina "segregada, mas igual" que ...

Leia mais
Auristela Sá será enterrada em Alagoinhas, cidade natal (Foto: Maise Xavier / Divulgação)

Morre em Salvador a atriz Auristela Sá do Bando de Teatro Olodum

A atriz baiana Auristela Sá, do Bando de Teatro Olodum, morreu na madrugada desta terça-feira (12) em Salvador. Auristela passava por tratamento contra um câncer de pulmão no Hospital Jorge Valente e por volta das 4h da manhã a atriz não resistiu, segundo informações do Portal Ibahia. Auristela fez história no teatro baiano ao participar de produções importantes para a dramaturgia negra, como a peça "Bye, Bye Pelô" e "Cabaré da Rrrrraça" do Bando de Teatro Olodum. A atriz ficou mais conhecida  nacionamente quando participou como 'Carmen' do filme 'O Pai, Ó'. Na trama, a sua personagem era irmã de 'Piscilene', interpretada pela atriz Dira Paes. A produção reuniu um elenco, que teve como protagonista o ator Lázaro Ramos, ex-integrante do Bando. Outro filme que teve participação da atriz foi 'Jardim das Folhas Sagradas', do produtor e roteirista baiano Póla Ribeiro. O sepultamento será realizado às 17h desta terça (12), em Alagoinhas, ...

Leia mais
Foto : Arquivo Pessoal

Morre, aos 26, pós-doutor alagoano que era referência nos estudos do Bolsa Família

Foi em União dos Palmares, às margens do rio Mundaú, que nasceu uma das principais referências nos estudos sobre o Bolsa Família em Alagoas e tratado por todos com um futuro promissor na Geografia brasileira. De família humilde, o alagoano Fernando Antônio da Silva tinha 26 anos e já era doutor na área que mais gostava. Completaria 27 anos no dia 31 de março. Estava no Ceará, na cidade de Sobral, em um estágio de pós-doutorado na Universidade Estadual Vale do Aracaú (UVA), quando se sentiu mal no domingo, 4, e morreu em uma pousada. Ele teve um infarto. Fernando fez mestrado e doutorado em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Estava no pós-doutorado pela UVA. Parte de sua história de vida virou objeto de estudo. Ele buscou entender o funcionamento do programa Bolsa Família na região canavieira de Alagoas Em 5 de janeiro, escreveu em sua conta pessoal ...

Leia mais
Caó durante uma homenagem em 2013 (Foto: Eduardo Naddar / Agência O Globo)

Morre Carlos Caó, jornalista que criminalizou preconceitos de raça e sexo

O jornalista, advogado e militante do movimento negro Carlos Alberto Caó de Oliveira morreu neste domingo, aos 76 anos. O ativista foi o autor da Lei 7.437/1985, que mudou o texto da Lei Afonso Arinos, de 1951, tornando contravenção penal o preconceito de raça, cor, sexo e estado civil. Como homenagem, o texto ficou conhecido como Lei Caó. A legislação define como crime o ato de praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Como deputado constituinte, Caó regulamentou o trecho da Constituição Federal que torna inafiançável e imprescritível o crime de racismo, após dizer que todos são iguais sem discriminação de qualquer natureza. Leia também: O homem por trás da Lei Caó Nascido em Salvador, Carlos Alberto de Oliveira trabalhou na Luta Democrática em 1964. Nos anos seguintes, atuou como repórter nos jornais Diário Carioca, Tribuna da Imprensa, O Jornal e Jornal ...

Leia mais
Cyrille Regis, pela seleção inglesa, em 1982 (Peter Robinson/EMPICS/Getty Images)

Morre ex-atacante Cyrille Regis, símbolo da luta contra o racismo

O futebol inglês perdeu nesta segunda-feira um de seus ícones das décadas de 1970 e 1980. Nascido em Maripasoula, na Guiana Francesa, Cyrille Regis morreu aos 59 anos, vítima de infarto. Considerado um importante símbolo da luta contra o racismo, ele foi o terceiro negro a vestir a camisa da seleção inglesa, pela qual participou de cinco partidas e tornou-se inspiração para uma legião de jogadores que os sucederia no time. Regis mudou-se com a família para Londres aos cinco anos e iniciou a carreira no Molesey, clube das divisões inferiores da Inglaterra, ainda em 1975. Ganhou mais destaque em 1977, quando foi contratado pelo West Bromwich, das divisões principais. Passou por Coventry City, Aston Villa, Wolverhampton, Wycombe Wanderers e Chester City, mas teve maior sucesso no West Bromwich(que defendeu até 1984) e no Coventry, entre 1984 e 1991. Atacante de habilidade e força física, foi convocado à seleção inglesa e tornou-se o terceiro jogador negro a vestir a camisa do time, após Viv Anderson e seu companheiro de ...

Leia mais
(Foto: João Godinho)

Doutora Fátima de Oliveira, presente em nossa história e nossa luta

Fátima Oliveira, 63 anos, médica, feminista emancipacionista, escritora, avó de Maria Clara, Luana e Lucas e mãe de Maria, Débora, Lívia, Gabriel e Arthur, parte neste domingo 05 de novembro de 2017. Grande companheira na luta dos direitos reprodutivos e saúde da Mulher Negra, foi membro fundadora da Rede Nacional Feminista de Saúde e Direitos Sexuais Reprodutivos, deixa um legado inenarrável. Atuava no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte como médica, contribui com o estudo da Saúde da População Negra, Bioética, Programa Nacional de Anemia Falciforme, vários artigos de relevância. Foi Membro do Conselho Diretor da Comissão de Cidadania e Reprodução (CCR) e do Conselho Consultivo da Rede de Saúde das Mulheres Latino-americanas e do Caribe (RSMLAC) era uma grande ativista das questões étnico raciais e feministas, além ter sido uma árdua defensora do Sistema Único de Saúde e da Democracia. Começou a participar ...

Leia mais
Foto: João Godinho

Fátima Oliveira, uma nova estrela no Orun

É com grande pesar que informamos o falecimento de Fátima Oliveira , amiga, companheira de luta exemplo de coragem e  força da mulher , negra , nordestina. Honraremos sua memória sempre! Geledés Instituto da Mulher Negra.   Hoje perdi uma grande amiga. Amiga que me ofertou conhecimento. Amiga que trazia as boas pingas de Minas e Maranhão. Amiga que não queria comer outra coisa que não fosse carne. Amiga de risadas. E que risadas!!. Amiga que me (nos) ensinou que acima de tudo tínhamos direito à saúde com humanidade e dignidade, para todxs as nossas enfermidades, especialmente àquelas afeitas à população negra. Feminista até as entranhas, sua contribuição é inestimável. Amiga que dizia: “ Se complicar, vai pro SUS...”e foi por onde ela nos deixou. Ela sempre acreditou, se dedicou e lutou por esse acesso por todxs nox. As Deusas a receberão com a mesma paixão que nós a admiramos ...

Leia mais
Foto: Reprodução / Twitter @PauloCombate

Morre aos 60 anos o ex-deputado estadual Paulo Anunciação

O ex-deputado estadual e ex-vereador Paulo Anunciação faleceu na manhã desta segunda-feira (30), aos 60 anos. Após alguns dias internado, ele teve uma parada cardíaca e não resistiu. Natural de São Félix, no Recôncavo baiano, Anunciação foi atuante no movimento sindical, mais especificamente do ramo da limpeza, e também era ativo militante do Movimento Negro Unificado, tendo sido secretário municipal e estadual de Combate ao Racismo. “Paulo era um companheiro doce, com uma forte empatia. Nunca deixou de defender os seus ideais. Colaborou com as gestões petistas em Santo Amaro da Purificação. Lutador de primeira grandeza, militava na reestruturação do PT em sua terra querida”, afirma o petista Robinson Almeida, que lembrou um episódio dramático sofrido pelo ex-parlamentar como ativista. “Numa greve geral, ficou marcada no coração de todos humanistas a dura repressão praticada contra Paulo pela polícia, que além de espancá-lo violentamente, cortou seus cabelos rastafári”.

Leia mais
(Foto: Imagem retirada do site Mamapress)

Morre ativista negro Wilson Prudente

Inaiá Saraiva, esposa de Wilson Prudente nos infoma: Amigos o Velório do nosso querido Wilson Prudente será amanhã a partir das 10 horas Cemitério Parque da Paz Rua Adir Reis, 64 – Pacheco, São Gonçalo  Sepultamento 16 horas Inaiá Saraiva e filhas, a perda de um companheiro, pai, avô e amigo, deixa um vazio aparente, que no caso de Wilson Prudente, será sempre preenchido pelo rastro de luz e axé, que o grande coração de meu irmão de vitórias e derrotas, deixa, não só para as pessoas que estão próximas, mas para todas, mas para todas as pessoas que de olhos abertos, percebem as mudanças neste país, que desde os anos 70 Wilson Prudente ajudou a acontecer. Inaia Saraiva e filhas, quando um pedaço de nós se vai, faz falta. Quando o amigo Wilson Prudente se vai, está lacuna será sempre preenchida pelo rastro de axé deixado por seu grande coração. Vivemos muita ...

Leia mais
(Foto: Reprodução/ Coletivo de Entidades Negras)

Morre o professor Jorge Conceição, Militante histórico do Movimento Negro

Morre o professor Jorge Conceição, militante, histórico, do Movimento Negro e um dos fundadores do Coletivo de Entidades Negras – CEN. Na noite de ontem, na cidade de Alagoinhas, faleceu o geógrafo Jorge Conceição. Professor titular de Geopolítica, no curso de Geografia da UCSal; professor de teoria geográfica e de outras disciplinas, no curso de geografia da referida universidade, no período de 1982 até 1994; professor titular. visitante, na faculdade de formação de professores de Santo Antônio de Jesus – Uneb, lecionando várias disciplinas, de 1993 a 1994; professor de Geografia nos cursos de pós-graduação, em História das Culturas Africanas, ocorridos no CEAO/ UFBA, de 1982 a 1983 e de 1986 a 1987; professor visitante de outros cursos de graduação e pós-graduação em diversas outras unidades acadêmicas de outros estados brasileiros. (Foto: Reprodução/ Coletivo de Entidades Negras) Jorge fundou a Universidade de Reconstrução Ancestral Amorosa – ...

Leia mais
Página 2 de 5 1 2 3 5

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist