quinta-feira, outubro 15, 2020

    Tag: Reaja ou Será Morto

    Hamilton Borges

    Objeto de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), a morte de jovens negros é um dos focos do movimento Reaja ou Será Morto/ Reaja ou Será Morta. Em entrevista ao Bahia Notícias, o líder do grupo, Hamilton Borges, acredita que a luta contra o genocídio negro ainda esteja muito longe de terminar. A Marcha contra o Genocídio é realizada desde 2006 e vem ganhando força inclusive internacionalmente. “A Reaja ninguém conseguiu e nem vai conseguir calar”, afirmou. Mesmo com o fortalecimento do movimento, a violência com os negros não cessou. Para o líder, para que as pessoas consigam ver a verdade e a necessidade de ações é preciso fazer mudanças na estrutura do governo, tido por ele como “um monstro”. Como nasceu o movimento Reaja e a Quilombo Xis? A Quilombo Xis é uma espécie de produtora cultural e nasceu em Belo Horizonte, em 2000. Eu e Sérgio Soares, escritor ...

    Leia mais

    Quer debater Unidade? Vem com Nós, por Hamilton Borges dos Santos ( Walê)

    Quer debater Unidade? Vem com Nós. Rompa com o sistema de supremacia branca, instituições dominadas por brancos, traia essa ideologia com a qual a Europa te escraviza enquanto você goza antevendo lucro. “Pra bater de frente com os bota preta. Os camisa preta, os camisa preta” (Bonde da Reaja de Cachoeira e Feira de Santana) no Das Lutas por: Hamilton Borges dos Santos ( Walê)  Diante de um tumultuado ano de violações sistemáticas aos direitos humanos; diante da reiterada posição do Governo do Estado da Bahia (Rui Costa), contrariando a nossa humanidade, revelando seu ódio através de seus projetos e programas de segurança pública que compõem a “necropolítica” que nos caça, nos elimina e que silencia algumas lideranças negras; diante dessas lideranças que deveriam se manifestar, deveriam romper com o projeto genocida e estabelecer outra tática politica, já que a ocupação dos partidos e dos governos e dessas supostas instituições ...

    Leia mais
    Hamiltonbirge

    A marcha contra o Genocídio do Povo Negro incomoda os inimigos

    A marcha contra o Genocídio do Povo Negro incomoda os inimigos por que nos tira do controle da Supremacia Branca: lamentamos o rancor de quem come no prato que cuspiu Há 10 anos um grupo de aproximadamente 300 pessoas vindas de vários pontos da Bahia ocupou a Secretaria de Segurança Pública do Estado e proclamou um estatuto de enfretamento ao poder estruturador do Estado Brasileiro, que são o racismo e o neocolonialismo alicerçados para dar proteção a politica de supremacia branca. Declaramos os mortos como nossos companheiros de jornada, seus familiares e as mulheres entre nós como nosso comando, a rua como palco, a solidariedade, a ação comunitária e a auto defesa como métodos. Nascia a Campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto. por Hamilton Borges dos Santos enviado para o Portal Geledés Há uma semana, dia 24 de agosto de 2015, um cordão de pretas e pretos ...

    Leia mais
    conen

    Nota da Conen sobre a agressão de Reaja

    Consciência Pan-africana é preciso! Enviado para o Portal Geledés O uso de bandeiras por parte dos movimentos sociais é um ato identitário e de grande relevância política. É através dos seus símbolos de luta que os movimentos são identificados e também transmitem as suas mensagens, os seus anseios e sonhos de um mundo melhor. A campanha Reaja ou será morto, Reaja ou será morta em seu comunicado nacional sobre a III Marcha contra o genocídio do povo negro traz uma reflexão interessante sobre o uso ou não de bandeiras, ao informar que “não aceita em suas fileiras bandeiras, panfletagem ou propaganda que não seja compatível com a construção de uma organização internacional de luta Panafricanista, Quilombista, Negro-Comunitária.” Ou seja, enquanto organização Panafricanista, Quilombista, Negro-Comunitária, a campanha REAJA expõe a não aceitação do uso de bandeiras que não estejam compatíveis com os seus anseios, mensagens e sonhos de um mundo melhor a partir das perspectivas citadas. Respeitamos a decisão da campanha e ...

    Leia mais
    Está tudo sob controle?

    Não precisava cuspir no prato

    A Campanha Reaja ou Será Morto ou Será Morta foi à rua segunda-feira em Salvador (24.08.2015), com participação expressiva da juventude. Uma indicação bastante concreta de que se amplia a mobilização dos jovens negros e negras, principais vítimas da violência homicida. Uma disposição e um estado de ânimo cujos reflexos devem acelerar mudanças nas práticas de Movimento Negro, em suas várias orientações político-ideológicas. Por Edson Lopes Cardoso Enviado para o Portal Geledes A questão é: a consciência crescente de que nenhuma discussão de agenda política, que leve em conta o enfrentamento do racismo, é viável sem referência às altas taxas de homicídio da juventude poderá produzir o milagre da unidade de ação? Quando se corre o risco de desaparição completa, a defesa do direito à vida obviamente se impõe sobre tudo o mais e não pertence ao reino da fantasia a ideia de que aqueles que podem sumir na próxima esquina mobilizem-se, como “espécie em extinção”, para dialogar sobre os meios ...

    Leia mais

    Marcha internacional contra o ‘genocídio’ é realizada em Salvador

    Um ato na tarde de segunda-feira (24) foi iniciado no Largo dos Aflitos. Participantes vestidos de preto fecharam Rua Carlos Gomes ao marcharem contra o genocídio do povo negro. Um grupo se reuniu na tarde de segunda-feira (24) para realizar a "Marcha Internacional contra o Genocídio do Povo Negro". A concentração ocorreu no Largo dos Aflitos, em frente ao quartel da Polícia Militar, em Salvador. O ato foi promovido pelo Movimento Reaja ou Será Morto. no G1 Por volta das 16h45, o público caminhou em direção à Rua Carlos Gomes, onde bloquearam a passagem de veículos como forma de chamar atenção da sociedade para a situação. Os participantes seguiram pela Avenida Sete. Eles estavam de preto e caminharam com faixas que tinham frases como: "Reaja! Nós jamais nos calaremos", além cartazes que estavam escritos nomes das pessoas que foram mortas. Por conta da situação, o trânsito ficou completamente congestionado. Por ...

    Leia mais

    “Não vamos ser mortos e mortas sem reagir”

    III Marcha contra o Genocídio do Povo Negro mobiliza jovens de Salvador Do Correio nago A politica combativa de repúdio ao racismo e genocídio da população negra da campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto, mobilizou a população para mostrar nas ruas a revolta pelos casos de brutalidade nas ações policiais, como a chacina do Cabula, a morte de Geovane Mascarenhas e de muitos outros negros de periferia, na tarde da última segunda-feira (24) e juntou o povo negro, jovens em sua maioria, que caminharam pelo centro da capital baiana, na III Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro. Estavam presentes também vítimas da violência. Do Largo dos Aflitos à Praça da Piedade, cerca de cinco mil pessoas marcharam em um filão puxados pelos integrantes da “Campanha Reaja”, que formavam uma barreira uniforme, vestidos de luto, em memória aos negros violentamente assassinados pelas investidas policiais, não só em ...

    Leia mais

    Polícias Militares invadem com fuzil na mão o lançamento do Comitê da III Marcha contra do genocídio do povo negro em Cachoeira/ BA

    Em uma clara tentativa de intimidação, polícias invadem com fuzil na mão, o lançamento do Comitê do Recôncavo da III Marcha Contra do Genocídio do Povo Negro em Cachoeira. Câmeras amadoras registraram o momento em que a policia entra no espaço em que se estava apresentando o comitê, armada de fuzis, e cerca pelos dois lados as saídas da quadra onde estavam concentrados os ativistas do grupo “Reaja ou seja Morto, Reaja ou seja Morta”, que atua centralmente no estado baiano que desde 2005 organiza a marcha, que terá neste ano a sua terceira versão internacional, no dia 24 de agosto, contando com atos por todo o país nas principais cidades e em alguns países africanos e caribenhos. A Marcha está conectada pela IVª Internacional Garveista que articulará ações de apoio na América Latina, Europa, Estados Unidos e África. Por Lourival Aguiar X, do Esquerda Diário   A Campanha Reaja ou será ...

    Leia mais
    Hamiltonbirge

    Além da morte física a jurídica diz Hamilton Borges

    A decisão da Justiça de absolver os nove policiais militares que participaram de uma operação com saldo de 12 mortes, no bairro Cabula, causou a indignação de Hamilton Borges, fundador da Campanha 'Reaja ou será morta, reaja ou será morto!', que luta por direitos humanos e contra o racismo. "As famílias estão sofrendo mais uma morte dos entes queridos. Além da morte física,  agora é a morte jurídica. Como se as vidas dessas pessoas não valessem nada", afirma. Para Hamilton Borges, a decisão judicial não respeitou as fases legais do processo. O promotor do caso, Davi Gallo, informou que vai recorrer da decisão da Justiça. O advogado Dinoermeson Tiago Nascimento, que defende os nove policiais militares, afirmou que teve acesso à decisão de 15 páginas da juíza Marivalda Almeida Moutinho, pois representa uma das partes. Conforme Dinoermeson, a magistrada aceitou a tese de que houve legítima defesa dos policiais, embasada ...

    Leia mais

    Racismo e desigualdade na Bahia

    Nas falas de Hamilton Borges, coordenador da Campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto, durante a audiência pública na CPI que investigou o extermínio de jovens negros, o estado da Bahia é apontado como principal violador de direitos de negros da periferia. O racismo está nos cursos de formação de guardas municipais, policiais civis e militares com uso do Manual da Tatuagem, no Baralho do Crime, bem como nas operações policiais que remetem à ideia de higienização social, tendo como alvo prioritário comunidades negras do subúrbio. textos e fotos por Lena Azevedo para o Portal Geledés Na área de segurança pública baiana, vários símbolos, nomes de operações, veículos e lemas policiais deixam evidente o preconceito. Desde o início de 2013, a “Cartilha de Orientação Policial Tatuagens – Desvendando Segredos”, chamado também de Manual da Tatuagem, faz parte dos cursos de formação da Polícia Militar da Bahia e da Guarda Municipal. ...

    Leia mais

    CPI da Câmara dos Deputados apura o extermínio de jovens negros: Reaja!

    A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o extermínio de jovens negros e pobres da Câmara dos Deputados vai requerer os laudos necroscópicos das 13 vítimas da Chacina do Cabula, cometida por policiais da Rondesp (Rondas Especiais), em Salvador, em 6 de fevereiro, e pedir informações ao Secretário de Segurança Pública da Bahia sobre mortes cometidas pela PM, como o assassinato de três jovens em Cosme de Farias, no mesmo dia (6/02). O governo baiano também terá que explicar a falta de acesso ao inquérito da morte de Jackson Borgens de Carvalho, 15 anos, morto em Itacaré, em junho de 2013, além das execuções cometidas pela PM no período da greve de 2012. textos e fotos por Lena Azevedo para o Portal Geledés Além disso, a CPI quer saber porque o Executivo mantém a divulgação do Manual da Tatuagem, cartilha considerada racista por movimentos sociais e que, a despeito dos ...

    Leia mais

    Representante do movimento Reaja ou Será Morto pede desmilitarização da PM em audiência

    O representante do movimento Reaja ou Será Morto – Reaja ou Será Morta, Hamilton Borges, na manhã desta quinta-feira (25), durante sua participação na audiência pública que discutiu as 12 mortes no Cabula, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA), afirmou o movimento “representa mães que perderam filhos nessa guerra” e “mães que perderam filhos, que são membros da polícia”. Para ele, policiais não podem sair de suas casas, “em locais pobres, para ir combater pessoas que parecem com eles”. O ativista ainda repudiou os dispositivos criados pelo Legislativo baiano para estabelecer uma “distinção de quem deve ser abatido” com “etiquetamento” de “pessoas pretas, jovens, homens, que moram em locais em que o Estado nunca chegou”. “O baralho da tatuagem é um deles. É lombrosiano”, denúncia o ativista. Borges ainda defendeu o fim da Polícia Militar em sua fala. “Nós queremos o fim da Polícia ...

    Leia mais

    Sobre a Bahia, seus linxamentos e confinamento racial

    Escrevi dias atrás sobre a truculência das Rondas Especiais (Rondesp), seu caráter genocida, a forma com que zomba da vida e da dignidade humana. A Rondesp é uma polícia produtora e coletora de corpos pretos, agindo como uma ave de rapina que tem endereço certo. Sua forma de agir: nossos locais de moradia, nossas comunidades que nem sentem o cheiro das políticas públicas que essa gente perfumada tanto fala nas intermináveis conferências que se faz nos intervalos do circo eleitoral. Nossa gente vive sem a presença do Estado, com exceção do “ESTADO DE EXCEÇÃO” que a polícia incrementa. A quem é endereçada a máquina de guerra do governo de Rui Costa, que é veemente na defesa do indefensável modus operandi de uma polícia baseada no confronto, enfrentamento e morte, que afasta de si o princípio da legalidade que o governador tanto reclama sem entender?  O Governo acha que nossa vida ...

    Leia mais
    Hamiltonbirge

    Salvador Cidade Túmulo – A Reaja Segue a Luta Enfrentando Espinhos, Depositando Crisântemos e Plantando Girassóis.

    No Engenho Velho de Brotas, me ligou um amigo muito sentido, triste e angustiado. Um dos meninos que morreram na porta do Teatro Solar Boa Vista era surfista e adorava girassóis. Era uma noite como outra qualquer no bairro. A barraca de frutas seguiu aberta até mais tarde, a padaria fechou mais cedo porque acabou o pão, a turma do futebol se revezou na quadra, pois apareceu o time dos casados e teve que haver negociação; as tias desciam a Ladeira de Nanã com suas bolsas: uma pequena compra para os filhos e o cansaço vindo da casa de algum branco rico que a explora em mais de 12 horas de trabalho. Da laje, um casal olhava as luzes da Fonte Nova ao fundo, na esquina os mesmos olhadores da vida alheia observavam as moças passando para a academia. O pastor subiu apressado para o culto da noite, o Babalorisà passou com um mocó nas mãos para despachar ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist