Tag: Relacionamentos

    (Foto: Day Rodrigues)

    Carta às mulheres solteiras: agência, amor próprio e a solidão da mulher negra

    Nesse dia dos namoradXs, eu fiquei com vontade de falar sobre algumas coisas que têm visitado os meus pensamentos. Não me dirijo a vocês com a intenção de fazer generalizações sobre as vivências das mulheres negras, mas se a minha experiência servir para acalentar algumas das minhas irmãs, esse texto fica como um presente pelo dia de hoje. Se isso não acontecer, tudo bem! Seguimos no caminho de aprender com as nossas diferenças! Faz tempo que eu tenho refletido em relação os rumos que a discussão sobre a solidão da mulher negra tem tomado. Entendo a gravidade do fato de mulheres como eu se casarem menos e enfrentarem problemas sexistas e racistas nos relacionamentos, sendo eles interraciais ou não. Contudo, eu, também, sinto a necessidade de trazer para esse debate mais reflexões sobre amor próprio e as escolhas que nós, mulheres, fazemos. Decisões que estão inseridas em um conjunto de ...

    Leia mais
    blank

    Seu ‘amor livre’ não chega na favela

    Durante minha vida nunca havia imaginado que existiria uma outra forma de relacionamento. O contexto que estou inserido, é um contexto extremamente machista e LGBTfobico. Enviado por  Ítalo Barbosa de Oliveira para o Portal Geledés  Foto: Kevin Kozicki/Image Source/Getty Images Vivenciava, dentro de casa, um relacionamento extremamente abusivo. O machismo sempre esteve presente por onde andei, seja em casa ou na rua, onde passava maior parte do meu tempo. Durante minha infância/adolescência, sempre estive muito próximo dá vida real nas ruas. Cresci muito próximo de traficantes, usuários, aviãozinho, assaltantes, enfim, mais uma vez, o machismo esteve próximo de mim. O crime é machista. Meus pais, com muito esforço, me puseram pra estudar fora do bairro, para me afastar das amizades que fiz aqui. Chegando na escola, um outro mundo. Eu era o que pode-se dizer, o mais vivido. Era o negro, gordo, numa escola particular. Entre os homens, era o ...

    Leia mais
    blank

    O relacionamento aberto da Jout Jout e o que os fãs não entenderam

    A polêmica do dia é que a Jout Jout falou do término do namoro com o Caio em um vídeo no qual ela comenta, de passagem, que eles tinham um relacionamento aberto. Ela introduz o assunto quando fala que ela e Caio estão se divertindo com as especulações sobre a causa do término e diz que, pra quem já viu Caio ficando com meninas em festas, calma, não foi traição, afinal, o relacionamento deles era aberto. Fonte: Trend por, Laura Pires   *BOOM* Choque geral da nação. 1. É igual ser solteiro! Reprodução/ Facebook Miga, não é. Sabe por quê? Uma pessoa solteira não tem um relacionamento e uma pessoa que tem relacionamento aberto tem. TCHARÃM. Isso deveria ser óbvio, mas pelo visto não é. Credito isso à associação comum entre namorar e ser sexualmente exclusivo, como se só fosse possível fazer uma coisa tendo também a outra. Você pode ...

    Leia mais
    Portrait of Anne Morrow Lindbergh (1906 - 2001), pioneering aviator and wife of Charles Lindbergh, sitting at the side of an airplane on the ground in Chicago, Illinois, 1929. She is wearing a flight jacket with a fur collar, aviator cap and goggles (on top of her head). From the Chicago Daily News collection. (Photo by Chicago History Museum/Getty Images)

    Anne Morrow Lindbergh sobre a simplicidade, a condição feminina e os relacionamentos humanos

    Os trechos usados nesta Conversa com Escritores Mortos pertencem ao livro “Presente do Mar”, da escritora e aviadora americana Anne Morrow Lindbergh (1906 – 2001). Fonte: DCM por Camila Nogueira  (Photo by Chicago History Museum/Getty Images)   Mrs. Lindbergh, quais são as regras de conduta e os estilos de vida que mais contribuem para uma harmonia interna e externa? Que caminhos devemos trilhar?  O primeiro passo consiste em simplificar a vida, cortando algumas de suas complicações. Mas como? Não é possível alcançar um isolamento total. Não podemos abandonar todas as nossas responsabilidades. A solução não seria, com certeza, nem a renúncia total, nem uma aceitação total do mundo. É necessário encontrar um equilíbrio em algum lugar, ou um ritmo que se alterne entre estes dois polos; a oscilação do pêndulo entre afastamento e retorno, solitude e comunhão. Quais as consequências positivas da simplicidade? Falemos, por exemplo, ...

    Leia mais
    blank

    Pare de querer consertar os homens com quem você se relaciona

    É, amor, eu sei que você é tão viciada nisso quanto eu. Mas não se iluda, não. Por Débora Nisenbaum, do Medium  Você não vai transformar esse cara através da onipotência do seu amor. Ele não vai mudar e se tornar uma pessoa carinhosa, cativante e cheia de vontade de criar um futuro contigo se agora ele já não é. Sabe por que? Porque isso vem de dentro. E se não está dentro, não vem de fora. Se quando vocês começaram essa história, ele não te fazia sentir respeitada, amada e querida, ele não vai fazer isso em nenhum momento futuro. Te faz sentir como uma vagabunda suja? Uma burra inútil? É, isso não vai parar. Se ele não te dá a nítida sensação de que você é uma rainha, de que seu tempo com ele é precioso, de que você é uma puta mulher foda e ele tem sorte de estar contigo, ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist