quarta-feira, setembro 16, 2020

    Tag: Ufba

    Estudante negra é convocada após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da Ufba: 'Serei a 1ª médica da família' (Foto: Reprodução/TV Bahia)

    Estudante negra é convocada após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da Ufba: ‘Serei a 1ª médica da família’

    Uma estudante negra de Salvador foi convocada para o curso de medicina da Universidade Federal da Bahia (Ufba) após denunciar e provar fraudes em sistema de cotas sociorraciais da instituição. Pessoas brancas ocupavam as vagas destinadas a alunos negros e que estudaram em escola pública. Lindinês Jesus de Souza começou a saga para conseguir a vaga a que tinha direito há cerca de um ano, quando concluiu o bacharelado interdisciplinar (BI) em Saúde na Ufba. A notícia da lista de convocação, no entanto, só chegou na última sexta-feira (28), com o nome dela em 1º lugar. Das 32 vagas para medicina disponíveis em 2019, duas eram específicas para alunos negros e estavam sendo fraudadas por pessoas que não tinham as características exigidas pela Lei de Cotas Sociorraciais. A estudante conta então que, ao descobrir que os ocupantes não tinham fenótipo negro – ou seja, características físicas de pessoas negras, como ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

    ‘Me sinto um lixo, invisibilizada’, diz estudante que denuncia fraude em cotas na Ufba

    Irregularidade teria ocorrido no processo seletivo dos estudantes do BI para o curso de Medicina Por Gabriel Amorim, do Jornal CORREIO  (Foto: Reprodução/ TV Bahia) “Eu me sinto um lixo, invisibilizada, negligenciada.” As palavras são da estudante que denunciou, nessa terça-feira (4), uma suposta fraude no sistema de cotas no acesso de alunos egressos do Bacharelado Interdisciplinar (BI) ao curso de Medicina, do campus de Vitória da Conquista, da Universidade Federal da Bahia (Ufba). A estudante, que não quis ser identificada, alega, em denúncia protocolada na ouvidoria da universidade, que a fraude ocorreu na categoria de cotas A, que é destinada a candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas. No texto, ao qual o CORREIO teve acesso, ela diz que as alunas aprovadas nas duas vagas reservadas para a cota não teriam direito ao benefício. ...

    Leia mais
    blank

    15 anos de cotas na Ufba: onde eles estão e como estão vivendo?

    Como é a vida dos ex-cotistas da Ufba e quais os desafios do sistema Por Alexandre Lyrio, Do Correio  Pró-reitora de Ações Afirmativas da Ufba, Cássia Maciel: ex-manicure e garçonete mudou seu destino ao ingressar na instituição no curso de Psicologia pelas cotas (Marina Silva/CORREIO) “Onde estão essas pessoas? Como elas transformaram suas vidas? O que elas têm a dizer”. Os questionamentos partiam da pró-reitora de Ações Afirmativas da Ufba, Cássia Maciel, 15 anos após o início da política de acesso por cotas sociais e raciais na instituição. Em um evento do Novembro Negro, na quarta-feira (20), ela parecia apenas incentivar a pesquisa sobre a vida dos ex-cotistas para confirmar o sucesso do sistema, mas na verdade queria falar também de sua própria história. Não imaginávamos, mas Cássia se revelaria ali a personagem perfeita para esta reportagem, que se propunha a mostrar como está a vida ...

    Leia mais
    Photo by Startup Stock Photos from Pexels

    Congresso baiano de pesquisadores negros é realizado na Ufba

    A Universidade Federal da Bahia (Ufba) vai sediar entre os dias 17 e 19 de julho a sétima edição do Congresso Baiano de Pesquisadorxs Negrxs (CBPN). Com o tema “Políticas, saberes e tecnologias afro-diaspóricas: insurgências nas contemporaneidades negras”, o evento será realizado no Pavilhão de Aulas Glauber Rocha, no Campus de Ondina, em Salvador, com entrada gratuita. Do A Tarde  Photo by Startup Stock Photos from Pexels Conferências, mesas-redondas, minicursos, sessões de comunicação e atividades culturais compõem as atividades do congresso, que tem o objetivo de fomentar diálogos com pesquisadores e instituições de pesquisas nacionais e do exterior, intensificando e ampliando debates. Além disso, o evento visa a criação de redes de pesquisadores e pesquisadoras negros, divulgando os trabalhos realizados por intelectuais da afro-diáspora. MAIS INFORMAÇÕES VII Congresso Baiano de Pesquisadorxs Negrxs   Quando: De 17 a 19 de julho de 2019   Onde: Pavilhão de Aulas Glauber ...

    Leia mais
    imagem- facebook do autor

    Pele negra, máscaras brancas ou Frantz Fanon, o anjo anunciador

    Senta que lá vem... Para Alexandra Dumas por Alberto Heráclito Ferreira (Facebook) no Correio 24h Imagem da peça: Facebook do Autor Ainda estou sob o impacto do espetáculo Pele Negra, Máscaras Brancas, que o Departamento de Fundamentos de Teatro escolheu para montar esse ano na Escola de Teatro da UFBa. O texto é do grande teatrólogo negro baiano Aldri Anunciação e a direção (ma-ra-vi-lho-sa!) é da não menos competente Fernanda Júlia Onisajé. Escrevo à quente (sai há pouco do espetáculo e ainda tenho no rosto a lembrança das muita lágrimas que rolaram). Como bem diz o título da peça, trata-se de uma releitura da obra homônima do intelectual negro martinicano Frantz Fanon, e que foi escrito por este aos 25 anos para ser apresentado com tese de doutorado na Universidade de Lion. Mas a banca recusa, terminantemente, a cientificidade e importância da investigação original desse pensador ...

    Leia mais
    Universidade Federal da Bahia (Ufba) (Foto: Maiana Belo/G1 Bahia)

    Ufba abre seleção para 1.031 vagas residuais; veja disponibilidade para cada curso

    Processo terá duas etapas; veja datas de inscrição e valores Do Correio 24 Horas  Universidade Federal da Bahia (Ufba) (Foto: Maiana Belo/G1 Bahia) Alunos que querem entrar na Universidade Federal da Bahia (Ufba) terão a oportunidade de participar do processo seletivo para vagas residuais. O edital de seleção foi divulgado pela instituição nesta segunda-feira (8). Ao todo, serão 1.031 vagas para o segundo semestre letivo de 2019 - 78 a mais que no ano passado, quando foram 953 ofertadas. O processo abrange cursos presenciais de graduação e contemplará alunos de transferência interna, transferência externa, matrícula de portador de diploma de nível superior e integralização curricular de ex-aluno. O curso com maior número de vagas é Química, no turno da noite, com 80. Em seguida, está Fisioterapia diurno, com 50. Confira todas as vagas aqui. A seleção acontecerá em duas etapas. A primeira terá inscrições de 22 ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

    UFBA apura denúncia de racismo e assédio moral praticado por estudantes contra funcionárias de restaurante universitário

    Investigação foi iniciada pela instituição após carta aberta assinada por estudantes, funcionários do restaurante e representantes de movimentos sociais ser enviada à reitoria. Do G1 FBA apura denúncia de racismo e assédio moral praticado por estudantes contra funcionárias de restaurante universitário. (Foto: Reprodução/ TV Bahia) Universidade Federal da Bahia (UFBA) informou que está apurando uma denúncia de atos de racismo e assédio moral que teriam sido praticados por estudantes contra funcionárias do Restaurante Universitário do campus de São Lázaro, em Salvador. A investigação foi iniciada pela instituição de ensino após uma carta aberta assinada por estudantes, funcionários do restaurante e representantes de movimentos sociais ser enviada à reitoria da universidade, no domingo (17). A carta pede que três alunos, estudantes de Artes Cênicas, Ciências Sociais e do Bacharelado Interdisciplinar (BI) de Humanidades, sejam proibidos de frequentar o restaurante, por estarem supostamente submetendo as funcionárias a cenas ...

    Leia mais
    blank

    Coletivo aponta que só há 2% de professores negros na Ufba

    Enegrecer, para o Coletivo Luiza Bairros, vai além de tornar negro, como indica o dicionário – significa uma alternativa para que mais pessoas negras ocupem o corpo docente, o referencial teórico, quadro de funcionários e de alunos, a fim de combater o racismo institucional na Universidade Federal da Bahia (Ufba). Por Aina Soledad, do A TARDE  Foto: Adilton Venegeroles A Bahia está no 2º lugar no ranking nacional, com 76,3% dos cidadãos autodeclarados pretos e pardos, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2013. No entanto, isto não está refletido, por exemplo, no corpo docente da principal universidade do estado: levantamento do Coletivo indica que só há 2% de negros entre os três mil professores da instituição. Desde a fundação Segundo a docente Denise Carrascosa, do Instituto de Letras, “o racismo institucional está na universidade desde a fundação, em 1956, e estrutura toda a instituição, na ...

    Leia mais
    blank

    Intolerância: Professores da UFBA recebem ameaças de morte por pesquisa sobre gênero

    Além dos docentes, uma aluna do mestrado também foi ameaçada dias antes da apresentação de sua dissertação; as pesquisas estão relacionadas à divisão sexual do trabalho. Do Portal Fórum Foto: Reprodução/Portal Fórum A intolerância chegou no mundo acadêmico. Três professores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) foram ameaçados – um deles de morte -, recentemente, por conta do teor de pesquisas que desenvolvem dentro da instituição. Além do trio de docentes, uma aluna do mestrado também foi ameaçada dias antes da apresentação de sua dissertação. Todas as pesquisas estão relacionadas à divisão sexual do trabalho. Parte dos casos foi denunciada pelo reitor da universidade, João Carlos Salles, quando divulgou uma moção de repúdio contra os ataques, a maioria deles feita através das redes sociais. No comunicado, o reitor se manifesta contra “a opressão diante das tentativas de cerceamento de todo um campo de produção do conhecimento científico”, a qual ele atribui a uma onda de conservadorismo ...

    Leia mais
    blank

    Feminismo negro no Brasil é tema de evento gratuito na UFBA

    Iniciativa Opará Saberes oferece orientações gratuitas de suporte teórico e metodológico, além de apoio psicológico e acompanhamento de projetos acadêmicos  Enviado para o Portal Geledés  A segunda etapa do Ciclo Formativo Opará Saberes 2017 começa nesta segunda-feira (06), no auditório do PAF I da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Ondina, em Salvador (BA), e traz como debate ofeminismo negro. A formação iniciada em outubro com a participação de diversos acadêmicos e pensadores em níveis local e nacional, segue em novembro, mês em que se celebra a Consciência Negra, com o objetivo de apoiar a entrada e permanência negra nas vagas de mestrado e doutorado, por meio da valorização e instrumentalização dos saberes com epistemologias feministas. A coordenação do ciclo nesta segunda-feira é Lindinalva Barbosa, educadora e mestre em Estudos de Linguagens pela UNiversidade do Estado da Bahia (UNEB) e omorixá Oyá do Terreiro do Cobre. As mesas serão "O Feminismo ...

    Leia mais
    blank

    Moradora do subúrbio de Salvador passa em seleção para Universidade de Coimbra e faz ‘vaquinha’ para conseguir ir

    Estudante de Direito na UFBA, Rogilene Bispo foi aprovada em seleção para mobilidade acadêmica, para conseguir dupla titulação, que possibilitará exercer a profissão também na Europa. Por  Juliana Almirante, do G1 Estudante abriu uma conta em site de financimento cletivo, para conseguir fazar intercâmbio em Portugal (Foto: Reprodução/Vakinha) A estudante de Direito Rogilene Bispo, de 28 anos, moradora do subúrbio de Salvador, abriu uma “vaquinha” (acesse aqui) para arrecadar fundos a fim de realizar o sonho de estudar na Universidade de Coimbra, em Portugal. Ela está no 7º semestre do curso de direito Universidade Federal da Bahia (Ufba) e foi aprovada em uma seleção para mobilidade acadêmica, para conseguir dupla titulação, que possibilitará exercer a profissão também na Europa. Nascida no Subúrbio Ferroviário de Salvador, no bairro do Lobato, filha de mãe trabalhadora doméstica e pai feirante, ela conta que superou a origem humilde, ao ingressar no ensino superior, depois de muito esforço. ...

    Leia mais
    blank

    UFBA prepara-se para receber o Fórum Social Mundial em 2018

    Universidade será anfitriã de vários movimentos globais Do UFBA O processo de preparação para a realização do Fórum Social Mundial 2018, na Universidade Federal da Bahia já começou.  Com o tema “Resistir é criar, resistir para transformar”, o evento mundial acontecerá de 13 a 17 de março de 2018, reunirá movimentos sociais de todos os continentes com o objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global e tem a expectativa de atrair mais de 60 mil pessoas à cidade de Salvador. “Como anfitriã desse grande evento, as dependências da UFBA são um ambiente propício para refletir sobre o realismo e a utopia indispensáveis à transformação contínua e virtuosa da sociedade”, pois, observou o reitor João Carlos Salles, “a Universidade é um lugar de debates, críticas, questionamentos e interesses diversos”.  Além disso, a UFBA terá a oportunidade de reforçar os laços entre seus diversos grupos de pesquisas cujas temáticas são ...

    Leia mais
    Imagem retirada do site miltonsantos.com.br

    UFBA cria Programa de Bolsas Milton Santos voltado à graduação e pós

    Recursos virão de doações da viúva do geógrafo Do UFBA  Estudantes de graduação e de pós-graduação da Universidade Federal da Bahia poderão se beneficiar com bolsas de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado, financiadas com recursos do Programa de Bolsas Milton Santos, que será lançado às 17h, desta sexta-feira (17/06).  A cerimônia, que acontece na antessala do Gabinete do Reitor, contará com a assinatura do Termo de Doção pelo Reitor João Carlos Salles e pela viúva do professor Milton Santos, Sra. Marie-Hélène Tiercelin Santos, que doará os fundos para o financiamento de 10 bolsas de Iniciação Científica, 3 bolsas de Mestrado e 1 bolsa de doutorado, sendo que 5 delas sempre serão destinadas à área de Geografia. A finalidade é estimular estudantes a desenvolverem sua vida acadêmica, rememorando e mantendo viva a trajetória do geógrafo e intelectual baiano Milton Santos e incentivar o campo dos estudos sobre espaço, sociedade e cidade.  Os beneficiados deverão ...

    Leia mais
    blank

    “Vamos iniciar um debate? eu sou contra casamento de negros com humanos” racismo na página de alunos da UFBA

    O aviso de que não são permitidos o “desrespeito à opinião alheia e qualquer tipo de discurso de ódio/violência” não inibiu algumas pessoas de publicar uma série de ofensas racistas em um página identificada como de alunos da Universidade Federal da Bahia, UFBA. Mais tarde, as mensagens foram deletadas do grupo, que é fechado para não membros e conta com mais de 17 mil pessoas. Por Thais Carreiro no Extra Globo A publicação foi deletada do grupo após diversos integrantes denunciarem aos administradores Foto: Reprodução / Facebook / Grupo da UFBA Além de ofensas, que incluíam a comparação de pessoas negras com animais, os agressores usaram também a imagem de Adolf Hitler, líder do Partido Nazista durante a Segunda Guerra Mundial, para ilustrar as agressões. Os prints das publicações criminosas foram compartilhados e denunciados em outros grupos. Em um outro grupo, também identificado como reunião de alunos da universidade, diversos ...

    Leia mais
    blank

    Alunas apontam o professor como machista, preconceituoso e homofóbico

    Misoginia Geral, Introdução à Homofobia, Métodos de Machismo. Para um grupo de estudantes da Universidade Federal da Bahia (Ufba) essa era, mais ou menos, a ementa do curso, ou melhor, das disciplinas ministradas pelo professor Luiz Santiago de Assis, do Instituto de Física. Acusado de declarar frases como “mulher ou é bonita ou é inteligente” durante as aulas e de fazer piadas com conotação sexual que constrangia as alunas de Física e Engenharia, Santiago foi afastado por 60 dias das salas de aula para responder a um processo interno que deve apurar as acusações. por Alexandro Mota no, Correio 24h Meninas que foram alunas do professor em diferentes semestres se uniram após descobrirem que a postura do mestre não era algo isolado, mas já vinha acontecendo em turmas anteriores. Elas protocolaram na Ouvidoria da universidade uma denúncia que apontam terem vivido situações de “assédio sexual”. As estudantes relatam que foram encorajadas a ...

    Leia mais
    blank

    O estranho caso de um inocente boneco preto pendurado na UFBA

    No dia 02 de março de 2015, primeiro dia de aula, calouros da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia foram recebidos com um boneco preto enforcado por uma corda, e pendurado com esta na entrada da faculdade. Um curioso caso como este não poderia ter outra explicação, se não a convencional: Brincadeira, inocência, boa intenção, nenhum intuito racista. Ainda bem que podemos acreditar nisso, já que no Brasil não existe racismo, e se existe, é o racismo inverso. por Gabriela Bacelar via Guest Post para o Portal Geledés Para além de ironias, a nota emitida pela Faculdade de Arquitetura em conjunto com o Diretório de Estudantes de Arquitetura da UFBA e a Comissão do Trote 2015 da FAUFBA, que emitia as explicações acima mencionadas a respeito do boneco preto, teve também o cuidado oportunista de demarcar que o então confeccionador do boneco seria negro, tendo usado os únicos panos que havia em ...

    Leia mais
    blank

    Estudante da Ufba denuncia “brincadeira” racista em rede social; colegas rebatem

    Uma estudante da Universidade Federal da Bahia (Ufba) protestou numa rede social contra a forma que calouros da Faculdade de Arquitetura são recepcionados. no BocãoNews De acordo com ela, veteranos enforcam bonecos negros com os nomes dos calouros. Na postagem, a aluna identificada como Cynthia Araújo afirma que a “brincadeira” é racista, constrangedora e uma violência simbólica. “Coincidentemente, (esses bonecos são) são negros. Até quando as pessoas acharão este tipo de ‘brincadeira’ válida?”, questiona. Estudantes comentaram a postagem de Cynthia Araújo. Em tom irônico, uma aluna afirma: “nossa, cometi um crime, vou me explicar, pedir desculpas e tá tudo certo tsc tsc”. Outra estudante diz que “não é racismo só porque você interpretou assim. Vocês não são donos da verdade, entendam isso de uma vez”. Um aluno garante que “não houve intenção de racismo então não se caracteriza como tal. Tiveram um infeliz escolhe do material usado porque ainda é ...

    Leia mais
    blank

    Ex-aluno de escola pública conta como passou em 4 faculdades de medicina

    Wester Silva Vieira, 19, foi aluno de escola pública, estudou sozinho e passou em quatro faculdades públicas de medicina de Mário Bittencourt no UOL Wester Silva Vieira, 19, foi aluno de escola pública, estudou sozinho e passou em quatro faculdades públicas de medicina - (Foto: Mário Bittencourt) Sem fazer cursinho pré-vestibular e tendo estudado a vida toda em escolas públicas, um jovem de 19 anos de Condeúba (BA) foi aprovado em quatro cursos de medicina para 2015, um de universidade federal e três de instituições estaduais. A proeza é do estudante Wester Silva Vieira, que ainda teve de conciliar os estudos com o trabalho na Secretaria de Finanças da prefeitura de Vitória da Conquista (vizinha a Condeúba), onde é funcionário concursado desde julho de 2014. "Estudei sozinho. Não fiz cursinhos, pois achei que o que precisava estava além daquilo, e também porque o preço estava salgado para ...

    Leia mais
    blank

    Consciência negra: Série de eventos na Ufba discute imagem da população negra

    Eventos acontecerão entre os dias 11 e 14 de novembro com participação de representantes de grupos do movimento negro da Bahia No, Varela Noticias Entre os dias 11 e 14 de novembro a Universidade Federal da Bahia realiza a série de eventos Reflexões e Práticas sobre a Negritude no Brasil. Os eventos, que são ações da Coordenação de Ações Afirmativas, Educação e Diversidade da Pró-Reitoria de ações Afirmativas e Assistência Estudantil (PROAE), visam discutir o espaço do negro na sociedade atual por meio de debates, oficinas, exposições e filmes, além de comemorar o mês da Consciência Negra. Os temas discutirão a imagem da população negra na sociedade brasileira do século XXI, os seus ganhos, sua inserção no mercado, a entrada na universidade e a luta traçada para mudar a maneira como os negros são mostrados nos programas de TV. A série de eventos trará também debates sobre como o sexo feminino ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank
    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist