“Vamos iniciar um debate? eu sou contra casamento de negros com humanos” racismo na página de alunos da UFBA

O aviso de que não são permitidos o “desrespeito à opinião alheia e qualquer tipo de discurso de ódio/violência” não inibiu algumas pessoas de publicar uma série de ofensas racistas em um página identificada como de alunos da Universidade Federal da Bahia, UFBA. Mais tarde, as mensagens foram deletadas do grupo, que é fechado para não membros e conta com mais de 17 mil pessoas.

Por Thais Carreiro no Extra Globo

A publicação foi deletada do grupo após diversos integrantes denunciarem aos administradores Foto: Reprodução / Facebook / Grupo da UFBA

Além de ofensas, que incluíam a comparação de pessoas negras com animais, os agressores usaram também a imagem de Adolf Hitler, líder do Partido Nazista durante a Segunda Guerra Mundial, para ilustrar as agressões. Os prints das publicações criminosas foram compartilhados e denunciados em outros grupos.

Em um outro grupo, também identificado como reunião de alunos da universidade, diversos membros se organizavam para fazer denúncias para a Polícia Federal e para a Secretaria de Direitos Humanos. Os perfis de algumas pessoas indicadas como agressoras foram deletados após a repercussão da situação.

“Racistas, não passarão! Denunciem!”, escreveu uma das alunas na publicação original.

A UFBA informou que, apesar de o grupo levar o nome da instituição, a universidade não tem nenhum tipo de relacionamento com as informações publicadas ali. De acordo com a universidade, nenhum aluno procurou a instituição para apresentar queixas sobre as injúrias. O setor jurídico da universidade foi acionado para avaliar o que é possível fazer para que o nome da instituição não esteja mais vinculado ao grupo onde foram publicadas as declarações racistas.

A Polícia Civil da Bahia informou que ainda não tomou conhecimento dos registros.

 

+ sobre o tema

Iza faz show em live para anunciar gravidez: ‘Parece que o mundo já mudou de cor’

A cantora Iza está grávida de seu primeiro filho....

Foi a mobilização intensa da sociedade que manteve Brazão na prisão

Poucos episódios escancararam tanto a política fluminense quanto a...

Selo Sesc lança Relicário: Dona Ivone Lara (ao vivo no Sesc 1999)

No quinto lançamento de Relicário, projeto que resgata áudios...

para lembrar

spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=