terça-feira, julho 14, 2020

    Tag: UNICEF

    Crédito: Germano Lüders/EXAME

    UNICEF e parceiros lançam curso que ajuda a enfrentar a exclusão escolar

    Qualificar o trabalho de gestores e de técnicos municipais visando à garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Esse é o objetivo do curso a distância Busca Ativa Escolar na Prática, que será lançado na quarta-feira (23), às 16 horas, por meio de uma transmissão ao vivo no canal do YouTube do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) no Brasil. No Nações Unidas Brasil Foto: Germano Lüders/EXAME O curso contribui para a implementação da estratégia Busca Ativa Escolar, que tem como objetivo apoiar estados e municípios no enfrentamento da exclusão escolar, fenômeno que atinge, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADC/IBGE), cerca de 1,9 milhão de meninas e meninos brasileiros entre 4 e 17 anos. O curso é dividido em módulos, de acordo com as funções desempenhadas por cada ator na Busca Ativa Escolar, e aborda diversos temas importantes para qualificar ...

    Leia mais
    blank

    Seis em cada dez crianças brasileiras vivem na pobreza, diz Unicef

    Dos 32 milhões de brasileiros de até 17 anos que vivem em situação de privação, quase um terço sofre com renda insuficiente e direitos negados Por Deutsche Welle , da Carta Capital  Foto: Rizwan Tabassum/AFP Seis em cada dez crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza, aponta um estudo divulgado nesta terça-feira 14 pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O levantamento considera não apenas a renda insuficiente das famílias como uma das faces da pobreza, mas também situações de privação de direitos. Foram analisados a renda familiar de meninas e meninos de até 17 anos e o acesso deles a seis direitos básicos: educação, informação, água, saneamento, moradia e proteção contra o trabalho infantil. Baseado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015, o estudo "Pobreza na Infância e na Adolescência" divide os 32 milhões de meninos e meninas brasileiros que vivem na pobreza em três grupos. A primeira categoria é a de ...

    Leia mais
    blank

    Má distribuição de internet pode criar novos tipos de desigualdade, diz Unicef

    Enquanto jovens da África são os menos conectados, com cerca de 3 em cada 5 crianças offline, apenas um em cada 25 jovens na Europa está na mesma situação. Por Ana Beatriz Rosa, do HuffPost Brasil REPRODUÇÃO/UNICEF Em novo relatório publicado no último domingo (10), a Unicef defende que as novas tecnologias são fator decisivo para incluir crianças marginalizadas da sociedade, seja por conta da cor da pele, do país de origem, da faixa salarial familiar ou do acesso à educação. No entanto, o acesso a principal delas, a internet, ainda é muito limitado e concentrado. No mundo, um em cada três jovens de até 18 anos não tem acesso online, o que totaliza 346 milhões de pessoas totalmente desconectadas. Enquanto isso, o relatório aponta que os jovens compõem o grupo etário mais conectado do planeta, com 71% do público com acesso à internet, contra apenas 48% da população total do ...

    Leia mais
    blank

    Vídeo: UNFPA e UNICEF promovem maior programa global pelo fim da mutilação genital feminina

    Cerca de 200 milhões de meninas e mulheres foram submetidas à prática da mutilação genital feminina (MGF). O Fundo de População da ONU (UNFPA) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) se uniram para liderar o maior programa global sobre MGF. O objetivo é proteger meninas e mulheres, bem com acelerar o abandono da prática e providenciar cuidados de saúde. Da ONUBR Confira os resultados neste vídeo; saiba mais em www.unfpa.org/female-genital-mutilation e http://bit.ly/MGF_ONU

    Leia mais
    blank

    Unicef: 78% dos países fixam a maioridade penal em 18 anos

    Quase 80% dos países fixam a maioridade penal em 18 anos ou mais. Alemanha traz um exemplo de gestão juvenil que tem a prisão como última opção. Nos EUA, encarceramento de crianças e adolescentes não diminuiu violência. Por Karina Gomes, no GGN Enquanto a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos no Brasil é vista por seus defensores como forma de combater a criminalidade, na Alemanha, por exemplo, as prisões são a última opção para jovens infratores. Já nos Estados Unidos, a punição severa de crianças e adolescentes nos presídios não reduziu os índices de violência, e alguns estados, como Texas e Nova York, estudam elevar novamente a idade mínima. Adolescentes americanos são julgados como adultos e podem ser condenados à morte. Em 14 estados, não existe idade mínima para que uma criança seja presa. Segundo a ONG Iniciativa pela Justiça Igualitária (EJI, na sigla em inglês), cerca ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist