10 motivos para não ter uma Hermione negra

Enviado por / Fontepor Caroline Gomes no Ovelha

Lembra que contamos aqui sobre um fato incrível (e polêmico) sobre o elenco da peça “Cursed Child”, escrita por J.K Rowling para dar continuidade à história contada na saga Harry Potter? Sim! A atriz que interpretará Hermione Granger mais velha, 19 anos depois da Batalha de Hogwarts, é Noma Dumezweni. Uma mulher negra.

A novidade agora é que o site Pottermore divulgou uma foto oficial da nova geração da família Granger-Weasley, mostrando os atores caracterizados como Rony, Hermione e Rosa, filha do casal introduzida no final de “As Relíquias da Morte”. Ou seja, pela primeira vez a hegemonia ruiva vestesdesegundamão dos Weasley, como descritos nos livros e nos filmes, foi quebrada. Pelo menos na versão da peça, Rosa Granger-Weasley puxou a mãe!
Weasley_Granger_Cursed_Child-1024x576
Assim como aconteceu na época do anúncio de Noma como Hermione, os fãs não receberam bem esta nova imagem da peça. Nas FanPages ou fóruns de fãs da série, a maioria diz que não é por causa de racismo, mas sim porque, supostamente, a cor da pele da Hermione tira a essência e, consequentemente, a fidelidade à personagem conhecida e querida há tantos anos.

Aham, sei.

Mesmo com a própria J.K Rowling lembrando que a pele da Hermione nunca foi especificada nos livros (onde o personagem surgiu ORIGINALMENTE), aparentemente, a cor da pele é uma coisa assustadoramente perigosa para a caracterização de uma personagem tão significativa para a série.

Reunimos algumas ilustrações de artistas ~malucos~ que imaginaram a Hermione negra ao ler o livro, para provar que, realmente, mudar a cor da pele dela é um erro que mudaria tudo na saga. Então liga o modo ironia para continuar nesse post, ok?

1. Ela não seria tão bonita quanto a Hermione dos filmes

Her-1-700x350

Aposto que “a bruxa mais inteligente da sua idade” se importa muito com aparência, inclusive!

2. Hermione deixaria de ser a bruxa mais brilhante de sua idade

her-9-587x700

Porque toda a habilidade que ela tem iria embora com o acréscimo de melanina em sua pele!

3. E não seria tão estudiosa

HER-5

Uma das características mais fortes na personagem se perderia por causa da cor de sua pele!

4. Ela não saberia conjurar feitiços

Her-2-495x700

Claro que o maior impedimento pra isso ela já superou: o fato de ter nascido trouxa! Mas a pele negra pode acabar com tantas habilidades, né?

5. E as poções que ela faria seriam um fracasso

her-12

Harry e Rony que se virem quando eles precisarem de uma polissuco!

6. Suas relações afetivas mudariam, começando pelo gato. Hermione nem teria o Bichento.

her-8-495x700

~ Isso é tão absurdo e surreal que não consigo ironizar! ~

7. Ela não seria a melhor amiga do Harry

her-11-560x700

Mulher negra é objeto, não amiga, namorada, parceira etc.

8. E não formaria uma família feliz com o Rony!

her-6

Onde já se viu? Uma mulher negra em um relacionamento feliz e saudável!

9. E ela não gostaria tanto de beber cerveja amanteigada nos bares de Hogsmeade com os amigos

her-7

Obviamente, os gostos característicos da personagem mudam junto com a cor!

10. E o “Golden Trio” não seria mais o mesmo

Her-4

Harry. Check. Rony. Check. Hermione. Chec… Ah, não! Ela é negra!

Enfim… Para uma jovem que originalmente já precisa combater preconceito por não ter nascido nos padrões que a elite bruxa espera, a cor da pele dela é tão importante para a composição da personagem, quanto o fato de que Dumbledore é gay seria determinante em sua vida como grande bruxo estudioso!

Para nós, espectadores da saga, a cor da pele da Hermione vira o jogo em um quesito: Representatividade importa!

+ sobre o tema

Projeto de Lei de Cotas em concursos federais é aprovado na Câmara

  Em regime de urgência, o Projeto de Lei que...

Good vibes only

É sério, eu acredito nas vibrações, acredito em alma,...

Meu black não é assim

Esse artigo foi escrito por mim e pelo Militante...

Um dia como outros

Hoje acordei cedo e fui pro campo de futebol...

para lembrar

Negros, negras, eleições e voto étnico

Por Dennis de Oliveira Ontem, dia  14 de maio, no...

“Por que julgamos que a diferença seja um problema?” Achille Mbembe

Em entrevista, o filósofo camaronês fala sobre xenofobia, nacionalismo,...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=