Adolescente chamada de “macaca” ganha bolsa em escola particular

Diretora de colégio no Boqueirão procurou a mãe e convidou a menina a ter aulas, sem custo, até se formar no Ensino Médio

no A Tribuna

Arquivo Pessoal

O caso de racismo contra uma estudante de 12 anos em uma escola municipal de Praia Grande resultou em algo positivo para a jovem, que ganhou uma bolsa de estudos e vai finalizar os ensinos Fundamental e Médio em uma instituição particular no Boqueirão.

A Tribuna On-line conversou com a mãe da pré-adolescente, a vendedora Adelaide Alves, de 31 anos. Segundo ela, a estudante – que cursa o 6º ano – aguarda ansiosa para o início das aulas no novo colégio. “Ela está empolgada com tudo isso, já recebeu até o uniforme e o material. Ela não esqueceu o que aconteceu na escola antiga, mas ações como essa ajudam na recuperação do que ela sofreu”.

Antes do convite feito pela diretora da escola particular, a única certeza que Adelaide tinha era a de que a filha não estudaria mais na unidade municipal Joaquim Augusto Ferreira Mourão, que fica no Melvi. Lá, o bullying, com agressões verbais e bilhete anônimo com ameaça de morte, estaria acontecendo desde junho. A menina também teria sido chamada de ‘vagabunda’ e ‘macaca’ por outras alunas.

Adelaide descreve a filha como uma ‘boa aluna’ e afirma que a menina saberá e conseguirá acompanhar os novos colegas de classe.

“Nos últimos meses ela faltou algumas vezes e tirou notas baixas, mas é tudo reflexo do que ela passava na escola. Ela não tinha vontade de estar lá”.

As aulas na nova escola começam na segunda-feira (3) à tarde.

+ sobre o tema

ITÁLIA: Kadhafi pede 5 mil milhões de euros à UE para evitar “Europa negra”

O líder líbio, Moammar Kadhafi, deixou hoje Itália...

Apenas política urbana racista explica massacre de Paraisópolis

Na madrugada de sábado para domingo, nove jovens, entre...

Preta de alma embranquecida

Ando pesquisando sobre a negritude e a resistência é...

para lembrar

O genocídio da juventude negra no Brasil

A morte sistemática de jovens negros no Brasil é...

Nunca fui tão humilhado, diz confeiteiro que acusa segurança de racismo

“Muita vergonha”. Foi assim que o confeiteiro e cake...

Coronavírus: Racismo impede que alguns negros usem máscaras feitas em casa

A pandemia do novo coronavírus tem levado muitas pessoas...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=