Estilista baiana Goya Lopes aposta em mercado virtual

No ano em que comemora os seus 30 anos de carreira na moda a estilista baiana Goya Lopes decidiu trilhar os caminhos do mundo digital. A criadora lançou uma loja virtual e já disponibiliza peças femininas e masculinas, além de acessórios e uma linha de produtos para a decoração.

O  e-commerce atenderá pedidos de todo o Brasil, intensificando as inserções do trabalho de Goya em outros estados brasileiros. A nova plataforma, que  está no ar, já pode ser acessada no seguinte endereço: goyalopes.com.br

“Nessa era digital, qualquer negócio precisa criar novas possibilidades. Por isso, já que vivemos nesse universo virtual, quem não quiser trilhar pelo mercado de e-commerce vai ficar um pouco para trás. É bem diferente ter uma loja física e uma loja que está 24 horas no ar”, explica.

Ela acredita que nem todos os  potenciais clientes moram na capital baiana ou têm a possibilidade de passar pelo seu ponto fixo localizado no Pelourinho. Por isso, ela teve mais certeza de que esse é o percurso correto a trilhar.

“Mesmo num momento de crise, nós temos que nos mobilizar para diversificar as estratégias. Ser criador é um desafio. Esse é o momento certo sim”, conta.

Marca de identidade

Formada na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (Ufba), a designer  se consolidou como uma das mais importantes criadoras da moda afro-brasileira. Dessa forma, já estão disponíveis na loja virtual peças que causam uma associação imediata com esse histórico.

“Por conta da  trajetória da marca Goya Lopes Design Brasileiro, compreendi que, se estamos lançando uma loja virtual, vamos apostar nos produtos que deixem clara a nossa identidade. Nós queremos que as pessoas possam se identificar”, resume.

Goya acredita que assim é possível não só conquistar pessoas que não conhecem a sua obra na moda, mas também aqueles que já são fiéis à sua estética marcante e que valorizam o potencial afro-brasileiro.

“Os clientes vão encontrar sacolas, bolsas, camisetas, vestidos, torços e batas, por exemplo. Estamos iniciando com uma variedade de estampas e cores e com uma quantidade necessária”, detalha Goya.

Sobre os tecidos utilizados nas peças da loja virtual, Goya conta que o algodão é o grande parceiro. Mas o tricoline estampado também aparece.   Além disso, a estilista esclarece que  está tudo pronto para, na segunda fase do e-commerce, entrarem os itens de decoração da  linha.

“Desde o início da minha carreira sempre fiz moda e decoração. A minha formação como design de superfície me deu essa possibilidade. Se você, enquanto criador, não abre seu leque de atuação as pessoas não te enxergam”, comenta.

Política cultural

Outra novidade antecipada por Goya Lopes é que, há dois anos  em  formação, neste ano foi criada oficialmente a Associação Nacional da Moda Afro-Brasileira (Anamab), com sede em Minas Gerais.

Ela explica que, na verdade, esse projeto está em discussão  desde 2013. O grupo é composto por estilistas nacionais de cidades  como  Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

“Essa associação vai iniciar uma nova perspectiva para essa moda chamada afro-brasileira. Há cerca de 30 anos, quando iniciei minha carreira, ninguém se identificava dessa forma”.

Além disso, a estilista integra pelo terceiro mandato consecutivo o Colegiado Setorial Nacional de Moda. Segundo ela, ainda há muito o que fazer na área. “A interface da moda é incrível. Porém, é necessário apostar nesse potencial”.

Serviço

Goya Lopes Design Brasileiro / Rua Gregório de Matos, nº 20 – loja 04 – Pelourinho / Tel:  (71) 3321-4782 / goyalopes.com.br

Em nova loja na Barra, estilista Ismael Soudam traz criatividade

As referências criativas do baiano Ismael Soudam podem nascer de qualquer lugar. “A inspiração, para mim, aparece a todo instante. Sou boêmio, então, quando saio, estou num barzinho, também é um momento de coletar  informações”. Esse posicionamento mais amplo sobre o processo criativo fica evidente nas peças de moda praia disponíveis em sua nova loja, localizada no Porto da Barra.

Com poucos meses de ponto fixo, o  estilista autodidata já despertou atenção de personalidades como a jornalista Joyce Pascowitch e a apresentadora Astrid Fontenelle, que comprou uma coleção inteira de turbantes. Com 90% do catálogo voltado para o público feminino, em opções como caftãs, vestidos, biquínis, maiôs, bolsas e chapéus, Ismael Soudam foi cobrado pelos homens interessados em sua marca.

“A próxima novidade é que, a partir de abril, vou incrementar nosso portfólio voltado para o público masculino. Por conta das cobranças de clientes decidi ir além das sungas, que já vendo, e vou apostar em camisas, camisetas e shorts de banho, por exemplo”, detalha.

Força técnica

As peças piloto das coleções do designer são desenvolvidas em Salvador numa intensa troca entre ele e a costureira Neuza Maria, seu  braço direito há oito anos.  O potencial técnico dos produtos disponíveis na loja fica evidente. No intenso trânsito pelo Porto da Barra, sua marca ganha o Brasil e o mundo.

Serviço

Ismael Soudam / Avenida Princesa Isabel, nº 38, Edifício Maria Isabel – Porto da Barra /  Instagram: ismaelsoudam

+ sobre o tema

Eventos promovem feminismo negro com rodas de samba e de conversa

"Empoderadas do Samba" ocupa espaço ainda prioritariamente masculino e...

Através da minha história, vou ajudar as mulheres negras

Monalysa Alcântara foi eleita Miss Brasil 2017 na noite deste...

Thaíde completa 30 anos dedicados ao hip hop

Thaíde está completando 30 anos de carreira. Desde 1985,...

para lembrar

Mortalidade materna de mulheres negras é o dobro da de brancas, mostra estudo da Saúde

Assim como outros indicadores de saúde, a mortalidade materna é...

Racismo institucional e ensino da cultura africana são debatidos entre governo e movimento negro

 A presidenta Dilma Rousseff recebeu nesta sexta-feira (19),...

Moon Girl, nova heroína da Marvel, é negra, pré-adolescente e nerd

A Marvel continua a investir na diversidade nos quadrinhos. A mais nova...

Igreja continuará satanizando direitos das mulheres? por Fátima Oliveira

O papa Francisco, num mesmo dia, 20 de setembro,...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=