quinta-feira, abril 22, 2021

Tag: moda

Bolivianos em trabalho análogo ao da escravidão Imagem: Apu Gomes/Folhapress

Moda escrava: mulheres são maioria em trabalho indigno na área têxtil em SP

No ano passado, 139 pessoas foram resgatadas em condições análogas ao trabalho escravo em São Paulo. Segundo levantamento inédito do Ministério Público do Trabalho do estado, feito a pedido de Universa, entre as vítimas 44 eram mulheres. E, dessas 44, 43 trabalhavam em oficinas de costura. Apenas uma atuava como doméstica. Os dados abrangem a capital, o Grande ABC e a Baixada Santista. O setor têxtil é o que mais recebe denúncias por recrutar pessoas de forma insalubre na região. E as mulheres são a grande maioria das vítimas em condição de trabalho análogo à escravidão nesse setor. Segundo especialistas, a exploração delas é um efeito do machismo nesse meio, que vê na tarefa de corte e costura algo a ser realizado por esse público, e também por ser de fácil aprendizado para elas. O Código Penal brasileiro identifica trabalho análogo à escravidão aquele em que as condições de trabalho ...

Leia mais
A participação negra na moda brasileira já tem seus registros no século 17, quando mulheres negras produziam e comercializavam roupas de linho, joias e tecidos. Mas a história da moda brasileira é contada a partir do século 19 (Foto: Marcelo Soubhia)

Moda afro-brasileira é uma das armas de resistência contra a discriminação racial

Na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, uma pesquisa mostra como a moda afro-brasileira vem ganhando espaço e se tornando cada vez mais um símbolo de resistência e de autoafirmação para a população negra contra o racismo e a discriminação. “A ‘mão negra’ está e sempre esteve presente na moda. Mas a história da moda brasileira é contada a partir do século 19, centralizada na Belle Époque, e com isso se serviu da cultura europeia”, conta a desenhista industrial Maria do Carmo Paulino dos Santos. A pesquisa de mestrado Moda Afro-Brasileira, design de resistência: o vestir como ação política tem, entre outros objetivos, recontar essa história e mostrar o quanto “esse vestir é capaz de criar uma consciência que resulte em ações políticas”. Pesquisadora Maria do Carmo Paulino dos Santos (Foto: Cris Nigro) Segundo Maria do Carmo, a participação negra na moda brasileira ...

Leia mais
Mulheres estudadas por Hanayrá Negreiros, reproduzidas em seu perfil Imagem: Reprodução/Instagram/hana.yra

Moda é documento e esta mulher faz fina “arqueologia” da indumentária negra

Hanayrá Negreiros é uma mulher que ilumina com a sua pretitude e nos inspira em vários níveis. A firme delicadeza quando fala, a beleza de "criola contemporânea" e sua dedicação acadêmica são alguns dos meus encantos por ela. Formada em Negócios da Moda pela Universidade Anhembi Morumbi, ultrapassou o apagamento curricular do ensino da história do povo preto e indígena, mas, como muitas vezes os desafios impostos para uma mulher preta viram sementes, durante seu mestrado viu sua semente florescer quando se dedicou aos estudos das estéticas afro-brasileiras e africanas, que se manifestam através da indumentária, iconografia, memórias e religiosidades negras. Ainda bem! E sorte a nossa! Acompanhando o trabalho realizado por ela, fica ainda mais forte a consciência de que moda é também registro, é documento. A partir de retratos de mulheres pretas brasileiras da segunda metade do século 19 e um delicado estudo "arqueológico" sobre as suas indumentárias, ...

Leia mais
O desafio que ganhou projeção à escala global não está isolado da atualidade noticiosa e está antes intimamente associado ao movimento "Black Lives Matter" que alcançou outra magnitude após a morte de George Floyd © Instagram

#VogueChallenge. Este desafio é de todos e pede mais diversidade na indústria da moda

Basta procurar pela hashtag #VogueChallenge no Instagram que em menos de nada surgem mais de 150 mil publicações. Por todo o mundo pessoas estão a recriar capas da Vogue com um objetivo claro: promover a diversidade na indústria da moda. O desafio foi originalmente criado no início de junho por uma estudante em Oslo, quando Salma Moor publicou nas redes sociais uma capa daquela que é considerada a bíblia da moda feita com uma fotografia sua. Na legenda estava a seguinte mensagem: “Ser negra não é um crime”. Click for a suprise, edit by me🖤 #BLM #BlackLivesMatter pic.twitter.com/aYxfis9uoo — S Λ L M Λ 🪐 (@capricornbbyy1) June 2, 2020 O desafio que ganhou projeção à escala global não está isolado da atualidade noticiosa e está antes intimamente associado ao movimento “Black Lives Matter” que alcançou outra magnitude após a morte de George Floyd às mãos da polícia no passado dia 25 de maio — os protestos ...

Leia mais
Jacek Sopotnicki/imageBROKER RF/Getty Images

Ostracismo Fashion

Ao dizer que “moda é uma forma específica de mudança social”, o filósofo, Gilles Lipovetsky, me proporciona pensar que, por um período cíclico, pessoal e social há mudanças de comportamentos. Alguns regrados pela vaidade, outros alimentados por alguns ideais como sustentabilidade, conforto, praticidade, elegância, cultura e bem estar social.  Por Jane Gomes, enviado para o Portal Geledés Jacek Sopotnicki/imageBROKER RF/Getty Images Não nego que o termo moda ainda se mantém ligado, no senso comum, à frivolidades, porém o mundo veste moda, mas com linguagens específicas que lhes permitem tanger esferas. Nessa compreensão, se é ou não fútil, foram produzidos e adotados diversos termos que correlaciona o sistema do vestuário, integrando tempo, espaço, cultura, política, economia, classe social, regionalidade e sociabilidade, dentre outros fatores capazes de produzir sentido, ao termo “moda”.    Abrangentemente, o mundo fashion destaca-se nos continentes e cada nacionalidade cria seus valores de acordo com as ...

Leia mais
▲Evento teve lugar no dia 7 de fevereiro, em Nova Iorque Getty Images for Fashion Instituto

Escola de moda prestigiada em Nova York se desculpa por desfile racista

Uma prestigiada escola de moda em Nova York, o Fashion Institute of Technology (FIT), emitiu um pedido de desculpas nesta quarta-feira (19) por causa de um desfile considerado racista. Por AFP, na IstoÉ (Arquivo) A diretora do FIT, Joyce Brown - GETTY IMAGES/AFP Nele, as modelos usaram próteses vermelhas nos lábios para parecerem carnudos, grandes orelhas e sobrancelhas marcadas. A diretora da FIT, Joyce Brown, disse que estava investigando o uso dos acessórios no desfile do dia 7 de fevereiro, que fez parte da Semana de Moda de Nova York. Brown disse que não foi a intenção do estilista falar sobre raça em seu desfile, “mas agora está totalmente claro que esse foi o resultado”. “Por isso pedimos desculpa. Nos desculpamos aos que participaram do desfile, os estudantes, e qualquer um que tenha se sentido ofendido pelo que viu”, disse em comunicado enviado à AFP. O ...

Leia mais
GETTY IMAGES

Prada vai receber “treinamento de sensibilidade” após caso de racismo

Isto inclui Miuccia Prada e todos os funcionários de Nova York e executivos de Milão Da  GLAMOUR GETTY IMAGES O jornal americano The New York Times publicou uma grande reportagem à respeito dos desdobramentos do caso de racismo o qual a marca italiana Prada foi acusada em 2018. Na época, a advogada Chinyere Ezie postou uma foto de uma vitrine da loja e apontou "blackface" de bonecos expostos. O caso viralizou na internet e ganhou ainda maiores proporções após o Diet Prada, conta no Instagram que faz críticas do mundo fashion, repostar a denúncia. A Prada rapidamente tirou os bonecos de circulação, mas mesmo assim, a Comissão de Direitos Humanos de Nova York – órgão responsável por supervisionar as leis desta área no estado americano – assinou um acordo com a Prada que implica em "Treinamento de sensibilidade". Isto quer dizer que, a partir de já, ...

Leia mais

Estilista é primeiro diretor criativo negro da Louis Vuitton em 150 anos

Em 2018, o designer Virgil Abloh se tornou o primeiro diretor criativo negro da marca Louis Vuitton. Após 150 anos, a contratação indica que a empresa está disposta a investir na diversidade não apenas dentro das passarelas, mas também fora delas. No Hypeness O estilista Virgil Abloh (Foto: MARCUS TAN) Virgil é também responsável pela marca Off-White, que lançou recentemente uma coleção inspirada na obra de Leonardo da Vinci em parceria com o Museu do Louvre. Além disso, ele é o nome por trás do famoso tutu usado por Serena Williams no US Open e foi considerado como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2018 pela revista Time. O estilista é referência quando se trata de streetwear e suas criações desfilam nas passarelas da moda de Paris desde 2015. Há cerca de dois anos, ele passou a traduzir estes códigos de vestimentas das ...

Leia mais
A “Donas da Rua” busca homenagear a Milena da Turma da Mônica

Primeira menina negra da ‘Turma da Mônica’ inspira coleção criada pela Lab Fantasma

Em parceria com a Mauricio de Sousa Produções, a LAB Fantasma, produtora multimídia e marca de roupas de Emicida, lançou uma coleção inspirada em Milena – primeira personagem negra da ‘Turma da Mônica’. Por Yuri Ferreira, do Hypeness A “Donas da Rua” busca homenagear a Milena da Turma da Mônica (Foto: Divulgação/Lab Fantasma) A coleção ‘Donas da Rua’ tem um tom forte de empoderamento feminino e negro, e é toda baseada nas histórias de Milena, Magali e Mônica. Milena foi introduzida na turma mais icônica dos gibis brasileiros no ano passado e já está estampada em uma das principais grifes brasileiras. “Milena foi criada para reforçar a representatividade das meninas negras nos quadrinhos, animações e eventos live action, para que elas se vejam nas histórias e saibam desde cedo que são Donas da Rua”, disse Monica Sousa, filha de Mauricio de Sousa e uma das cabeças ...

Leia mais
FOTO: @LYRICALLYDIVERSE

Mulher com condição rara torna-se modelo e celebra: ‘Minha pele é arte!’

A ictiose lamelar é uma rara doença hereditária, que afeta uma em cada 100 mil pessoas, e que fez com que a pele, em um curto intervalo de tempo, se descame feito estivesse rachando. A norte-americana Jeyza Gary convive com essa condição desde que nasceu: a cada 10 ou 12 dias ela “troca” de pele. O apoio familiar foi determinante para que os constantes olhares e dificuldades com que teve de conviver não a reduzissem ou definissem – e recentemente essa bonita luta teve uma importante conquista: Jeyza se tornou a primeira modelo com ictiose lamelar da história. Por Vitor Paiva, do Hypeness Reprodução/Instagram/@lyricallydiverse Ao assinar contrato com uma agência, Jayza já estrelou um ensaio nas páginas da mais importante revista de moda do mundo, a Vogue italiana. “Quero ser a melhor. Quero estar na Vogue. Quero ser vista por todo mundo que me deixou para ...

Leia mais
Photo by Ashley Lowrey

Após acusação de racismo, Gucci nomeia 1ª chefe de diversidade

Grife italiana se envolveu em polêmica ao lançar um suéter Do Época  Renée Tirado (Photo by Ashley Lowrey) A grife italiana Gucci anunciou Renée Tirado como diretora global de sua primeira divisão de diversidade, equidade e inclusão, revelou um comunicado divulgado à imprensa. A nomeação ocorre após a marca criar o departamento de diversidade depois do lançamento de uma peça considerada racista. De acordo com a Gucci, o objetivo da nova diretora é criar novas estratégias para aumentar a representatividade e tornar o ambiente de trabalho mais inclusivo. No início do ano, a marca foi acusada de cometer racismo após lançar um suéter de lã preta que se assemelhava a uma "blackface", prática de pintar o rosto com carvão ou tinta preta para emular a pele de uma pessoa negra. A peça tinha uma espécie de balaclava que chegava até o nariz e tinha a abertura da boca na cor vermelha, ...

Leia mais
(Foto: Agência Ophelia)

De mãos dadas por uma indústria da moda melhor

“Ajudar mulheres costureiras a criar uma marca, transformar seu trabalho em um negócio e capacitá-las com conhecimento para terem mais autonomia em suas vidas é poderoso”, diz Eliana Cristina da Consolação, 42 anos, analista comercial e voluntária do Instituto C&A Do G.LAB PARA INSTITUTO C&A Eliana Cristina da Consolação (Foto: Agência Ophelia) Nasci em São Paulo, sou a caçula de quatro irmãos, fui criada com liberdade e com os valores da educação e caráter em primeiro lugar. Tive uma mãe muito presente, ela era uma pessoa acolhedora, minha casa era sempre cheia de gente. Cabeleireira, trabalhou como diarista também. Sou filha de mãe negra e pai branco, com quem tive pouco contato, e, até meus 12 anos, tive dificuldade em entender que eu era negra, pois a minha mãe e minha avó cresceram à imagem e semelhança dos brancos. Sempre alisei o cabelo, demorei para deixá-lo ...

Leia mais
Tracie (à esquerda) e Tasha produzem os próprios looks costumizando roupas de brechó (Rox Shimura/CLAUDIA)

Gêmeas fazem sucesso com blog de moda e beleza voltado para a periferia

O projeto foi motivado pela falta de iniciativas e conteúdo voltado para esse público Por Marina Marques, da Claudia  Tracie (à esquerda) e Tasha produzem os próprios looks costumizando roupas de brechó (Rox Shimura/CLAUDIA) Quando nasceram, Tasha e Tracie Okereke, hoje com 23 anos, receberam nomes que já previam o futuro artístico. Filhas de pai nigeriano e mãe brasileira, cresceram ouvindo Prince nas festas que os pais davam em casa. A extravagância do cantor americano e a profundidade de suas canções acenderam nas duas a paixão por moda e cultura. Entretanto, na adolescência, não encontravam referências fashion que se encaixassem na realidade dos moradores do Jardim Peri, na Zona Norte de São Paulo, como é o caso delas. Criativas, vasculharam os próprios armários e brechós e selecionaram roupas recebidas de doações para transformá-las com linha e tesoura. As peças customizadas apareciam em ensaios de moda fotografados no quintal de casa com ...

Leia mais
Getty Images

Rihanna escala modelo de 67 anos para campanha de sua grife “FENTY”

Além de ter se tornado uma verdadeira magnata da moda e dos cosméticos, Rihanna tem “olhos de águia” para encontrar talentos. Celebrando a diversidade, a musa de Barbados escalou a incrível Joani Johnson, de 67 anos, para a campanha que lança sua grife de luxo “FENTY”. Do Portal dos Famosos  Foto: Getty Images Posando no cast de fotos e vídeos para a marca, Johnson também desfila nos eventos de lançamento, como em Paris, na última semana. Na passarela há apenas dois anos, Joani chamou atenção com seus longos cabelos grisalhos. A modelo da terceira idade descobriu sua vocação para a moda de maneira inusitada. Segundo a revista Elle, Joani estava passeando com o marido – falecido em novembro de 2018 – quando um fotógrafo pediu para tirar uma foto deles. Não demorou muito até que ela recebesse uma proposta para fazer parte de um vídeo sobre ...

Leia mais

O desabafo dos jovens negros sobre a questão da roupa que estão vestindo: ‘Não é questão de vaidade’

Para a estudante de economia Laressa Teixeira, escolher uma roupa para viajar de avião vai muito além do conforto ou da praticidade. "É uma necessidade. Se eu estiver bem vestida, arrumada, as pessoas se sentem mais obrigadas a me tratar bem", diz a jovem de 22 anos, do Rio de Janeiro. Por Vitor Tavares, da BBC Da mesma forma, o engenheiro florestal Lucas Cauan, também de 22 anos, se preocupa ao ir à universidade, em Aracaju. Ele aboliu chinelos, bermudas e camisetas do seu guarda-roupa. "Eu preciso ficar arrumado para não ser confundido com ladrão." Negros, os dois chegaram a essas conclusões após experiências que os fazem refletir, toda vez que saem de casa, sobre qual roupa vão usar. Depoimentos como os deles vieram à tona após uma publicação de Laressa no Twitter que viralizou na rede social. "Quantos chinelos a gente evita por ter a pele (negra)?", questionou a ...

Leia mais
Rihanna (Foto: ANGELA WEISS/AFP/Getty Images)

Rihanna é a primeira mulher a criar uma grife original na Vuitton

Rihanna anunciou nesta sexta-feira (10) a criação da nova grife Fenty, em parceria com a LVMH Moët Hennessy Louis Vuitton. Do Região Noroeste  Rihanna photo by ANGELA WEISS/AFP/Getty Images A cantora será a primeira mulher a ter uma marca original na empresa, além da primeira mulher negra a liderar uma grife dentro dela também. Não é fácil competir, hein? “Um grande dia para a cultura. Obrigada, Mr. Arnault, por acreditar nessa garotinha que veio do lado esquerdo de uma ilha e por me dar a oportunidade de crescer com você na LVMH. Essa é a prova de que nada é impossível”, escreveu em post no seu Instagram. Ainda não foram divulgadas muitas informações sobre a grife, mas a página no Instagram, que já foi criada, conta com mais de 200 mil seguidores. A cantora já fez história com a Fenty Beauty e com as lingeries para ...

Leia mais
As irmãs Quann na campanha da Peekaboo, da Fendi (Foto: Divulgação)

Sisterhood: as irmãs Quann são as novas estrelas da campanha da Fendi

As gêmeas idênticas Quann são as estrelas do novo episódio da campanha de bolsa PeekaBoo, que representa famílias icônicas Da MARIE CLAIRE As irmãs Quann na campanha da Peekaboo, da Fendi (Foto retirada do site MARIE CLAIRE) Para a mais nova edição de sua campanha#MeAndMyPeekaboo, a Fendi contou com a ajuda de irmãs gêmeas idênticas, Cipriana Quann, blogueira e fundadora da UrbanBushBabes.com, e TK Wonder, música e produtor de música eletrônica. A grife contou com famílias icônicas em todo o mundo, incluindo os Kardashians nos capítulos anteriores da campanha de uma de suas bolsas mais hypadas. Para o vídeo do eisódio, as irmãs Quann são fotografadas nas ruas de Manhattan com suas respectivas Peekaboo, ao som da música Family Affair da cantora americana Mary J. Blige. As irmãs Quann na campanha da Pekaboo, da Fendi (Foto retirada do site MARIE CLAIRE) A dupla de 28 anos, no ...

Leia mais
mulher com blusa preta e boca vermelha

Acusado de racismo, Gucci retira de venda suéter preto com lábios vermelhos

A grife de luxo italiana Gucci anunciou nesta quinta-feira que retirou de venda um suéter preto com gola alta e uma grande boca vermelha, após ser acusado de racismo nas redes sociais. no UOL Photo: Twitter/@fuckrashida Alguns internautas viram na peça uma referência à "blackface", uma representação caricatural e racista dos negros. A gola longa do suéter em questão, de cor preta, vai até o meio do rosto e tem uma boca adornada com grandes lábios vermelhos, cobrindo assim os lábios da pessoa que o veste. "Gucci pede desculpas pela ofensa causada por este suéter. Confirmamos que o produto foi imediatamente retirado de todas as nossas lojas e do nosso site online", escreveu em sua conta no Twitter a etiqueta pertencente ao grupo francês Kering. Em dezembro passado, outra marca italiana, Prada, retirou de uma de suas lojas de Nova York bonequinhos negros com grandes lábios ...

Leia mais
Modelo Adut Akech em desfile da Stella McCartney (Foto: Getty)

CFDA divulga relatório de diversidade e planeja ações inclusivas na indústria da moda

Instituição americana avaliou o nível de diversidade em cargos de liderança como preocupante e planeja incentivar empresas a mudarem suas práticas de conscientização Da Revista Marie Claire Modelo Adut Akech em desfile da Stella McCartney (Foto: Getty) A falta de representatividade de minorias na moda não é uma questão de hoje. Mas o CFDA (The Coucil of Fashion Designers of America) quer colocar a mão na massa. Um relatório divulgado nesta segunda-feira (7) pela instituição mostrou o estado das coisas em relação à diversidade na indústria e chamou atenção para a falta de representatividade de minorias nos cargos de alto escalão. Intitulado “Insider / Outsider”, o relatório descreve como a liderança das empresas geralmente não inclui grupos historicamente desfavorecidos - incluindo minorias raciais, mulheres e a comunidade LGBTQ. De acordo com o levantamento, essa falta de diversidade torna-se autoperpetuante, pois esses “outsiders” têm dificuldade em afirmar ...

Leia mais

A briga entre um pequeno vilarejo da Romênia e uma das maiores grifes de moda do mundo

O pequeno vilarejo de Beiuș, na região de Bihor, na Romênia, comprou uma briga com a grife francesa Dior. Da BBC Algumas das artesãs foram visitar a Semana de Moda de Paris (BEAU MONDE/MCCANN) A marca de moda criou, para uma de suas coleções, um colete igualzinho às vestimentas tradicionas da cidade. A peça foi exibida em desfiles e é vendida por 30 mil euros, mas as artesãs que produzem casacos do tipo há mais de cem anos não foram sequer citadas pela marca. A revista de moda romena Beau Monde então fundou uma grife, a Bihor Couture, para dar visibilidade à cultura de Beiuș. Artesãos de Beiuș dizem que a Dior 'quase acertou' na produção da colete (BEAU MONDE/MCCANN) A marca romena vende o colete original de Beiuș por 500 euros e outras peças criadas pelos artesãos do vilarejo. A Bihor Couture lançou uma campanha publicitária estrelada pelas ...

Leia mais
Página 1 de 4 1 2 4

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist